Wallace e Fábio Bentes
Wallace e Fábio Bentes

O Remo anunciou a renovação de contrato com o atacante Wallace até o final de 2021. Formado nas categorias de base do clube, o atleta de 19 anos está em um bom momento e marcou gol nas últimas 3 partidas pelo Remo na Série C.

“Para mim, é muito especial renovar com o Remo. É um time grande, de tradição e que está me dando a chance de mostrar o meu futebol. Fico feliz de estender o meu vínculo e poder retribuir todo o apoio da torcida”, disse.

“A gente brinca aqui e fala no vestiário ‘Família Remo’, porque é isso que a gente é mesmo. Estamos bem unidos e muito felizes com o desempenho que apresentamos até aqui”, completou o atleta.

A sequência de gols de Wallace começou na 8ª rodada, quando o atacante saiu do banco e marcou o da vitória do Remo por 1 a 0 sobre o Manaus (AM). Na partida seguinte, foi o autor do gol da vitória sobre o maior rival, marcando logo após o Paysandu empatar em 2 a 2. No último embate, o jovem azulino começou como titular e ajudou a equipe a vencer o Jacuipense (BA) por 2 a 0.

O Leão volta a campo no sábado (17/10), às 17h, para enfrentar o Ferroviário (CE), na Arena Castelão, em Fortaleza (CE). O jogo é válido pela 11ª rodada da Série C e terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

Globo Esporte.com, 15/10/2020

25 COMENTÁRIOS

    • Ainda não sabemos as condições em que ocorreu essa renovação, mas ele assinou com uma empresa de gerenciamento de atletas e já pode ter algo disso.

      • Se tem empresa de gerenciamento de atletas na parada então o Remo deveria demitir o Kila, pois cabe ao gerente de futebol do clube o gerenciamento dos jogadores do Remo ou para o Remo.

        Por essas sacanagens de dentro do próprio clube que o Remo não consegue mais formar um time forte e barato com jogadores daqui, como era no passado.

        • Não existe jogador sem um agente por trás. O clube não pode impedir e, mais cedo ou mais tarde, todos acabam entregando suas carreiras nas mãos de algum empresário. Alguns são corretos, outros são picaretas, como em qualquer profissão no mundo.

          • Mano Remo 100%, só perde para um agente (ou empresário) se o clube formador negligenciar com o garoto sua cria, coisa que tem sido crônico no Remo. Aparentemente ocorreu com o Wallace e certamente outros garotos da base continuarão no mesmo caminho. Não será surpresa se um dia vier a tona que dentro do próprio Remo tenha “agente” ligado a dirigentes sanguessugas do clube.

          • Exato! O clube não pode impedir. O jogador quer sair um dia, quer jogar em outro lugar, ganhar mais e etc. Infelizmente para o clube é assim. O Rony quando quis sair, saiu, nem jogou a final da copa verde, decolou aqui e rasgou o mais rápido possível. Os nosso clubes são vitrines, sejam grandes ou pequenos, não passam de vitrines para os jogadores e negócios para os empresários. É assim que funciona. Que ele fique até quando for possível e nos dê alegria, mas sabendo qua a cada sorriso que ele nos der, é mais um passo longe daqui. É assim.

          • Não Gilmessi77, temos “sim” como segurar um menino desse aí. O que aconteceu com o Roni lateral direito?? Forcou a saída e está aí parado sem jogar.
            Se o garoto tem contrato a cumprir, tem que ficar, ou quem quiser leva-lo, terá que pagar.
            Mancada foi colocá-lo pra jogar pelo profissional com contrato vencendo.
            Estou criticando, mas sei que esta função não é do nosso presidente. Se tem culpados, pode colocar no “toba” do Dirson e Kila.
            Agora só falta o Fabio ter que gerenciar contratos, pois os responsáveis por isso são incompetentes.

        • Meu amigo sangue azul, acima do Kila e do Medeiros está o presidente então é o Fábio Bentes que tem que assumir o comando sobre seus subordinados, tudo tem que passar pelo crivo do presidente as ações de seus subordinados. As canetadas de Kila e Medeiros tem que ter a aprovação ou não do presidente.

          • Fernando, claro que o presidente deve ser responsabilizado por isso, até porque ele é o principal “executivo” do clube. Estou dizendo que ele não é capaz abraçar todos os setores do clube, inclusive este é o motivo dele contratar treinadores, executivos, diretores, gerente de patrimônio, e etc… Para suporta-lo na parte operacional do negócio.

            Imagina um Controller de uma grande empresa tendo que fechar o balanço, apurar imposto, fazer as projeções, preparar orçamento e ainda defender os números perante ao Board da empresa. Seria humanamente impossível!! Este é o motivo que ele contrata um contador, um gerente de planejamento, para que ambos possam tocar as atividades do dia-a-dia e lhe entregar o resultado. Cabe ele escolher o melhor profissional possível, para que ele não leve resultados incorretos, ou justificar o pagamento de multas devido atraso na entrega de declarações ao governo.

            Essa não é a primeira vez que esses profissionais da linha de frente do nosso futebol dão mancadas deste tipo. O grande exemplo é o Carlos Kila, que contratou uma barca de jogadores medíocres somente este ano. Agora imagina você no seu trabalho tendo o nível de assertividade do Kila. Se nao ja estivesse demitido, certamente estaria na corda bamba.

        • Em primeiro lugar não estou falando do Roni lateral, estou falando do Rony que está no Palmeiras, ele nem chegou a jogar a final da copa verde lá, se juntou ao empresário e saiu. Outra coisa, é claro que o clube segura o jogador pelo contrato e se ele quiser sair alguém terá que pagar a multa ou espera terminar o mesmo. Porém, perto de terminar o contrato, o jogador tem duas opções: ou ele continua, firmando outro contrato, ou ele informa que quer sair e dependendo do tempo pode assinar com outro clube um pré-contrato. Acontece que contrato se estabelece entre duas partes, é nesse caso, não é o clube que determina unilateralmente o tempo, o valor de salário, luvas e etc. O jogador faz sua contra-proposta, ou ele simplesmente dia que não quer mais.

          • É improcedente dizer que o Rony (atacante hoje do Palmeiras) não quis ficar no Remo, muito pelo contrário, os noticiários na ocasião diziam da vontade do Rony de renovar como Remo, acontece que a diretoria estranhamente deixou rolar, inclusive ao ponto de atrasar salários do moleque, negligenciou. Mais absurdo ainda foram os 300 mil que o Cruzeiro pagou pelo Rony e que se evaporaram quando entrou nas contas do Remo, fato muito divulgado na ocasião na gestão de Pedro Minoa. Portanto, não procede dizer que o Rony quis sair, na verdade o Remo perdeu o direito por esse jogador para um empresário oportunidade por negligência da diretoria da ocasião. Não entendo como podem ainda defender falhas grotesca de dirigentes que levaram perdas irreparáveis para o patrimônio do clube como o caso do Rony.

          • Vamos lá Gilmessi77… Eu sei que você estava falando do Roni que está jogando pelo Palmeiras. Acontece que dei o exemplo do outro Roni, pois ele tinha contrato a cumprir com o Remo e não conseguiu sair. A situação do Roni do Palmeiras é similar ao do Wallace, ou seja, o contrato estava acabando, no caso dele decidiu sair do clube.

            O grande erro é permitir que esses jogadores estejam nesta situação, ou seja, no holofote com contrato terminando. Em uma situação desta, claro que ele irá dificultar para permanecer do clube. Não te engana que o Wallace tomou a mesma decisão que o Roni e, sinceramente, ele está certíssimo. Trata-se de uma decisão racional e profissional.

            Vou lhe dar um exemplo prático de como o Remo segura um moleque desses aí….
            Pra começar, a diretoria deve separar o montante do orçamento do time profissional somente para esses meninos, ou seja, os garotos que estão sendo utilizados no time principal (jogando ou compondo o banco)… Vamos no exemplo de 20K. Este valor você consegue cobrir 10 jogadores com o salário de R$2k mês.
            Tem que colocar como regra, UM GAROTO SO PODERA COMPOR O BANCO DO PROFISSIONAL COM CONTRATO DE NO MINIMO 3 ANOS. Neste exemplo que dei, deveremos expor no máximo 10 meninos nesta condição. Caso surja um decimo primeiro da vida, não vai pro banco ate ter sua situação contratual resolvida, ou seja, 3 ANOS.
            Um salário de R$ 2k mês vai condicionar uma multa de rescisão contratual baixa, mas é melhor um clube ou empresário pagar R$ 500k e levar um moleque desse ai, do que perde-lo de graça como aconteceu com o Roni e vai acontecer com o Wallace.
            Gilmessi77 é fácil filha! Não é difícil gerir futebol, é somente questão de ter um mínimo de competência. Quantas vezes falei neste site aqui que o Remo passaria a ganhar quando começasse a mesclar esses contratados do Kila (70% tudo bomba) com jogadores da região e meninos da base. Está ai, o Bonamigo chegou e aplicou isso ai, e o time começou a vencer.

            Aí te pergunto…. Qual competência tem esse Kila e Dirson pra gerenciar uma instituição como o Remo??? Mostra sua formação, currículo, experiencia profissional de gestão (não adianta falar que já trabalhou no Náutico, Sampaio, CRB e etc…, que se fosse bom mesmo, ainda estaria por lá). Quero ver em grandes empresas. Experiencia com gestão de qualidade, lean, gerenciamento de risco, planejamento estratégico e etc… Esses caras ganham igual ou melhor que pessoas extremamente preparadas, mas fazem este trabalho pífio aí.

          • Quando o Rony atacante foi embora, o Clube do Remo recebeu uma pequena quantia. Porém, esta pequena quantia, foi parar no grande bolso do pilantra que estava travestido de presidente naquela época.
            Que sirva de exemplo para o início de novembro, quando será escolhido o próximo Presidente. SE DEIXAREM, OS PILANTRAS VOLTARÃO.

            #FicaFabioBentes+3Anos.

  1. Queria saber é sobre as nuancias desse contrato. Se, tiver proposta de times da série B ou A qual seria a multa? Isso sim que importa. Pq vc pode colocar até 10 anos de elo, mas se tiver algum artigo dessa natureza, já era!

  2. Finalmente renovaram, mas só até final de 2021? A impressão que passa é que o Remo continua se servindo para pasto e vitrine para sanguessugas ganharem dinheiro com as crias da base do clube.

    O Wallace é jogador diferenciado, muito novo, artilheiro nato, tem um imenso potencial para ser jogador de clube de série A ou até do exterior. Por isso valeria muito o Remo pagar ao Wallace um salário digno de profissional e correspondente a uma multa na ordem de 3 milhões para quem quisesse o levar do Remo.

    Sem condições essa direção de futebol com Dirson Medeiros e Kila.

    • Temos sorte dele ter renovado, o Rony não pensou duas vezes antes de sair daqui para o cruzeiro. Não só o Remo que ser de vitrine, todos os clubes do Brasil, América Latina, etc. Quem tem dinheiro leva. E temos que pensar no jogador também, ele quer sair um dia, que jogar em outros lugares, o clube faz uma proposta de contrato e ele aceita ou não. Muito provavel o Remo ter pedido um tempo maior, mas ele fez a contra-proposta dele, claro gente…

      • Isso mesmo Gilmessi77, “quem tem dinheiro leva”…. Mas que pague pelo jogador, não perde-lo de graça.
        Somente para você ter uma ideia, os grandes clubes do Brasil precisam vender suas joias todos os anos para fechar seu fluxo de caixa, exemplo Grêmio, São Paulo, Santos, Atlético PR e etc… Se for para ficarmos criando e perdendo jogadores de graça ou a preço de banana, melhor fechar nossa categoria de base, pois estará dando prejuízo.
        Futebol hoje em dia é negócio. Foi o tempo que a categoria de base servia para agradar dirigentes, hobbies de ex-jogadores ou aposentados, fazendo serviço voluntários, ou seja, aquela visão romântica do negócio… Acontece que a nossa diretoria continua sendo amadora, pensando no futebol de 20/30 anos atrás.

      • Não existe essa de “sorte” em negócios, mas sim a competência de gestão. Afinal futebol hoje é negócio, não fazendo sentido altos custos de formar jogadores na base sem retorno do investimento.

        Portanto, claro que há condições de reter um jogador promissor da base, e só o liberar por um valor (multa alta) proporcional ao seu potencial de crescimento de carreira, nisso não faltam exemplos.

        Mas clube que ainda se dá o luxo de amadorismo em sua gestão de futebol e perde fácil jogador formado para “agentes”, tem grande dificuldade de crescer, é o caso do Remo.

  3. Contrato curto, temos q prestar atenção nesses garoto da base, pois os sangue suga de plantão fica só acompanhando o maior do norte revelar jogadores pra eles tirarem do clube pelo preço de banana,. Fábio Bentes o melhor presidente q clube já teve tem q ser reeleito mas dê uma atenção melhor pra essas questões fica a dica. Bora pra cima leão rumo a série B !

  4. Contrato curto demais. O moleque é novo e tem muito a crescer. Poderia ter feito um vínculo maior com o clube. E, dependendo da multa rescisória, o clube vai servir apenas de vitrine pra clubes de Séries A e B levarem o jogador. A Diretoria de Futebol do Remo me parece ser fraquíssima nesse aspecto. Temos que acabar com essa cultura de perder nossos jogadores fortes da base pra times financeiramente mais talhados e empresários oportunistas. O Remo costumava ter mais poder de barganha na hora de segurar nossos jogadores regionais que se destacam. Formávamos times fortes com a base. Agora… eu realmente fico entristecido. Espero que a Diretoria de Futebol atue pra quebrar essa tendência extremamente nociva ao nosso clube.

  5. Que isso sirva de lição que NAO PODEMOS COLOCAR MENINOS DA BASE PRA JOGAR NO TIME PROFISSIONAL COM CONTRATO VENCENDO.
    Fazendo uma analogia, imagina uma loja no comercio colocar um Iphone na frente da loja como demonstração…. O que vcs acham que aconteceria com esse Iphone???
    Então, como permitiram colocar um menino desse pra jogar pelo profissional com contrato vencendo em dezembro?!?!?!
    Quando decidirem colocar um menino desse no banco, tem que antes chama-lo para uma renovação de no mínimo 3 anos. Pelo amor de Deus, um moleque desses não ganha nem R$3k!!! Se não conseguir, segura para o próximo jogo, até o menino estar amparado por um contrato.
    Sinceramente, estou curioso para saber o que acontecera com os senhores Dirson Medeiros e Carlos Kila após esse gol contra.
    Essa foi mais uma demonstração que são fracos e não servem para o Remo.
    Agora só falta o Fabio ter que gerenciar contrato de jogador, porque os profissionais do Remo são incompetentes. É Fabio, está ruim pro seu lado, meu amigo.

Comentários