Douglas Packer e Charles
Douglas Packer e Charles

Apesar da forte prevalência de volantes no elenco, que gera desconfianças no torcedor, o Remo começa a definir um perfil de time “maduro” para encarar a Série C do Brasileirão.

Há 2 meses, desde quando Marlon e Zé Carlos ainda eram especulados, a escalação azulina para a retomada do Parazão já se desenhava com pelo menos 6 jogadores com idade acima de 31 anos.

No Parazão, talvez isso não ocorra, mas para o Campeonato Brasileiro é provável que em determinados jogos o time seja integrado majoritariamente por jogadores experientes, acostumados às dificuldades das Séries B e C. A contratação de Lucas Siqueira, volante de 31 anos, reforça essa impressão.

Vinícius; Everton Silva, Mimica, Kevem e Marlon; Lucas, Charles (Julio Rusch), Gelson e Eduardo Ramos (Douglas Packer); Zé Carlos e Gustavo Ermel. Nessa hipotética escalação, mais da metade está acima dos 31 anos, o que não significa que será um time cansado e lento.

A condição atlética e a capacidade de recuperação após a quarentena irão determinar o ritmo das partidas, havendo uma tendência inicial de jogos mais cadenciados. Além disso, a nova regra de 5 substituições assegura a reposição de peças ao longo dos 90 minutos, vindo em socorro justamente de equipes que estejam fisicamente vulneráveis.

Mais do que a média de idade, cabe observar o modelo tático buscado pelo técnico Mazola Júnior para a campanha na Série C. Fica evidente a preocupação em resguardar o setor defensivo, procurando dar segurança e evitar os muitos problemas verificados no desempenho do time de Márcio Santos na reta final da primeira fase da competição em 2019.

Na maioria dos jogos, inclusive em casa, o Remo incorreu em falhas defensivas que atrapalharam a tentativa de chegar ao mata-mata. Casos, principalmente, dos jogos contra Juventude (RS), Luverdense (MT) e Tombense (MG), nos quais pontos certos foram desperdiçados dentro de casa.

Mazola parece bem atento aos problemas da defesa, mas é fundamental que o Remo tenha opções ofensivas, pois o Leão teve imensas dificuldades no Parazão – marcou 9 gols em 8 jogos, apenas o 4º na artilharia – contra equipes retrancadas, cenário mais do que previsível na Série C.

Blog do Gerson Nogueira, 13/07/2020

3 COMENTÁRIOS

  1. O time realmente agora está passando confiança com jogadores rodados e experientes,o Remo não está fazendo apostas ,está trazendo jogadores para serem titulares ou brigar por posição,cascudos mesmo e pena que não tenham ficado os volantes Iuri ,Ramírez e os zagueiros Marcão e Jansen,mas vieram peças que vamos torcer muito para darem liga e confio muito no técnico Mazola para estarmos na segunda divisão no próximo ano.

    • Confiança só teremos quando o time estiver em campo e realmente fizer partidas seguras diante do torcedor.

  2. Já conhecemos o estilo de jogo dos times montados pelo Mazola. Minha preocupação é com o ataque.

Comments are closed.