Remo 1×0 Floresta-CE (Gustavo Morínigo, Thalys, Ribamar e Pedro Vitor) – Foto: Thiago Gomes (O Liberal)
Remo 1×0 Floresta-CE (Gustavo Morínigo, Thalys, Ribamar e Pedro Vitor) – Foto: Thiago Gomes (O Liberal)

“Não vou falar que fizemos um bom jogo”, disse o técnico Gustavo Morínigo, logo no começo da entrevista coletiva após a vitória por 1 a 0 sobre o Floresta (CE), no Baenão, pela Série C.

Em conversa com jornalistas na noite deste domingo (12/05), o treinador do Leão deixou claro que não gostou do desempenho da equipe diante dos cearenses, mas valorizou o resultado e a subida de posições na tabela.

“Sei que impaciência da torcida, que está relacionada a condição em que estávamos, acelera certos processos. No final das contas, precisávamos ganhar hoje. Como treinador, quero jogar bem e ganhar, mas hoje só conseguimos a segunda parte, que é a mais importante. Agora é continuar a sequência de treinos e trabalho na semana. Além disso, temos que caprichar em certos momentos do jogo”, explicou.

A última semana de trabalho do Remo foi bastante turbulenta. Após a derrota para o Botafogo (PB), na rodada anterior, fora de casa, a diretoria azulina dispensou 5 jogadores. Além disso, torcedores foram ao Baenão protestar contra a situação do time.

Quem condenou o protesto foi Gustavo Morínigo. Na coletiva, ele disse que a pressão das arquibancadas é normal, mas que qualquer tipo de ameaça “não pertence ao futebol”.

“A pressão da torcida é alheia a gente, não podemos mudar isso. O futebol levanta vários sentimentos na pessoa, mas tem momentos que passam da conta. Você pode xingar e não gostar do nosso trabalho, mas ameaçar e arremessar coisas nos jogadores não pertence ao futebol. Posso garantir que aqui no clube tem jogadores íntegros, que trabalham duro todo o dia para dar o melhor em campo”, disse.

O Leão volta a campo neste domingo (19/05), a partir das 16h30, para enfrentar o Tombense (MG), no Baenão. O jogo é válido pela 5ª rodada da Série C e terá transmissão ao vivo pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora.

O Liberal.com, 12/05/2024

23 COMENTÁRIOS

  1. Torço muito mesmo que consigamos escapar do rebaixamento , mas estou muito temeroso com o futebol apresentado ontem. Temo que uma mudança tardia de comando , caso seja necessário, seja tarde demais. O remo não demonstra sinal algum de melhora jogo pós jogo . Não será muito arriscado contarmos apenas com lances isolados fortuitos contra equipes muito mais qualificadas que o floresta ?

    • VITÓRIA COM SABOR DE DERROTA, A MUCURA PERDEU PRO BOTAFOGO E NO MESMO INSTANTE DEMITIU HÉLIO DOS ANJOS E CONTRATOU LÉO CONDÉ, É ASSIM QUE
      SE TRABALHA TONHÃO FDP.

        • Cadu, deve ser fam do vovô, so lembra que ele não trabalha no Leão. Vai tocar fuar assim mesmo. É Morínigo, tratar de ganhar apróxima, o Cirio, ainda está longe, mas molho pardo ou cabidela, esta bem próximo de voce.

    • “A pressão da torcida é alheia a gente, não podemos mudar isso. O futebol levanta vários sentimentos na pessoa, mas tem momentos que passam da conta. Você pode xingar e …”
      O trecho acima foi de uma entrevista do Morinigo!
      Senhor técnico fdp: se o desempenho desse time vagabundo não prejudicasse o fenômeno azul, a sua fala seria até aceitável, mas não é assim que a banda toca seu incompetente…existem milhares de azulinos que sofrem de todas as formas em razão da sua incompetência…uma torcida fanática, que faz de tudo por amor ao Clube do Remo!!!
      Pense nisso seu técnico idiota!

    • Exato Ricardo, a tua abordagem é bem realista e tenho a mesma percepção.

      Mas na série C o importante é vencer.

      Porém ontem foi um jogo típico de derrubar treinador. A marcação esteve muito frouxa, a bola dividida sobrando ao adversário, é preciso compactar mais o meio de campo com aproximação e melhor posicionamento dos jogadores na marcação e troca de passes. Treinar com afinco cruzamentos e finalizações.

      É preciso pontuar nos jogos fora, jogar mais fechado, sem se expor tanto, poderia tentar um 3x5x2 jogando com alas.

      O Remo precisa urgentemente contratar um armador bem qualificado para fazer esse time jogar, também atacante que faça gols.

      • Desculpa garra azul mas vou discordar d vc. O Remo ontem era um “BANDO” de jogadores dispersos em campo e sem nenhuma organização tática…deu algum trabalho ao Floresta nos primeiros 15 min devido apenas a correria e entusiasmo do fator casa e torcida, depois cansou ( como pode???l e a partir daí fomos dominados pelo Floresta q teve as 3 melhores chances d fazer o gol: uma o Rangel salvou, outra o Jonilson salvou e a última a falta de xategoria do jogador do Floresta Salvou. O nosso Técnico ( será?) tem como ideia de jogo ligação direta da zaga para os ponteiros isolados se virarem contra os defensores adversários chutando em gol ou cruzando para o centroavante ou então cruzar da intermediário para o centroavante isolado. Daí pq não adianta contratar um meia armador como vc sugere…pq o Morinigo não sabe o q é meia armador e nao utiliza um meia armador….aliais nem meio campo ele sabe armar com o Remo sempre em desvantagem nesse setor.
        Enfim, como vc estou feliz pelos pontos conquistados, mas não vou fechar meus olhos para esse Péssimo Remo e achar q tá tdo bem e q assim vamos subir para B.

        • DJR, em que mensagem sobre jogos dessa série C desse ano, inclusive ontem contra o Floresta, eu disse em que o Remo jogou bem?

          Mas é positivo sim vencer mesmo não jogando bem, pois o futebol é esporte de eficácia e três pontos é o que importa como resultado de um jogo.

          Não é aceitável alguém que se diz remista torcer por derrota do Remo, consequentemente risco de queda para série D. Isso é covardia de fracassado que quer destruir o Clube do Remo.

          Por fim, a solução para o futebol do Remo é a SAF.

  2. Esta vitória reflete a grandeza do Leão do Norte campo lotado e o Leão sobe 6 posições e sai definitivamente da zona de rebaixamento, o Floresta lutou bravamente foi uma vitória suada, e assim vão ser os próximos duelos. Time grande é assim dá a volta por cima com campo lotado, ainda tem muita água para passar por baixo da ponte, o importante é que o Leão do Norte tem a força de um torcida Gigante.

    • Nem tto assim Felipe, Sampaio, Caxias, Ferroviario e São José tem menos jogos q a gente e estão atrás da gente em pontos…temos q torcer para eles não ganharem ou voltamos ao rebaixamento

  3. FORA GESTÃO TONHÃO E SUA TRUPE!

    Floresta não saiu da lanterna diante desse elenco ridículo/timeco, não sai mais tão cedo. Tombense se pegar no primeiro tempo essa lástima de defesa (e time), dá “uma enfiada” e já pode até definir…”matar o jogo!”. E o timbu nos Aflitos também não é floresta!

    • Meu amigo, a única forma do Tonhão e sua corja sairem é ele renunciar coisa que em hipótese alguma irá fazer. Tem uma passagem bíblica em que Jesus expulsou os vendilhões do tempo, chicoteando os mercadores, derrubando as mesas de moedas. Existem momentos que a violência se faz necessária é o que precisa ser feita no condel e codir do Remo.

      A torcida está asfixiada com o acéfalo presidente e o treinador…..

  4. A mucura continua com o mesmo treinador , Velho dos Anjos nada de Léo Condé, eu quero jogar mal e ganhar, que adianta jogar bonito e perder , vamos ter que ganhar de qualquer jeito, nem que seja de meio a zero , o importante é pontuar dentro e fora de casa, o time do bostafogo é horrível e ganhou do volta redonda fora de casa , então vamos acreditar.

    • Vou levantar uma bola com base em seu comentário. Todo time que consegue uma vitória , na mesma situação do remo, vindo de vários fiascos, é motivo p embalar não concorda?
      Pois bem, o próximo jogo não se admite em hipótese alguma que não seja vitória , concorda comigo?
      Qualquer resultado fora isso , vc anda manteria o treinador??

  5. Primeiro dizer q fiquei super feliz pela vitória pois sou torcedor Remista…ponto!
    Segundo, não adianta tapar o Sol com a peneira, não temos um time, não temos jogadas ensaiadas, não temos nenhuma tática, tabelas, saídas d bola, não temos treinamentos…e , antes até defendia mas….não temos técnico. O Moribundonigo é mto fraco…ontem fomos dominados na maior parte do tempo pelo Floresta ( outro com sério risco d rabaixamento)…Dominados e q é treinado pelo CABO!!!!, sendo q o MARCELO armava as jogadas deles..o MARCELO!!!!
    Agora entendo o pq o Moribundonigo não coloca um meia d ligação d ofício.. pq o “esquema de jogo” dele é chutao para as pontas e eles q se virem para fazer algo ao gol adversário…não existe um planejamento, uma triangulação, uma profundidade doas alas…são cruzamentos praticamente do meio d campo aos atacantes.
    Mtos vão dizer: “o q importa é ganhar”, “prefiro jogar feio e ganhar”, e é mesmo…mas a possibilidade disso acontecer é menor. Ontem foi assim, mas nós 3 primeiros jogos perdemos…e qdo pegarmos times melhores mais ainda d chance d perdermos. Com esse técnico vai ser isso aí sempre…Vcs vão querer ficar nessa toada?, ganha 1 e perde 3?????

  6. Tonhão se vista de homem, rapaz !!!! Mande esse treinador embora… ele está perdido, além do time não ajudar tb.

    Se não tiver uma mudança no comando e a contratação de bons jogadores, vamos lutar para não cair !!!

    Acordem pelo amor de Deus !!!! Chega de fazer besteira, não pensem.que essa paralisação vai nos dar uma sobrevida que não vai… esse time está sem nenhuma condição de brigar por algo maior.

    Não esperem o time perder p/ mandar o técnico embora. Mandem agora, hoje…. ele é fraco !!!

  7. Sinceramente, nem o mais otimista dos torcedores acredita nesse time, eu sou um deles. Já deu o que tinha que dar, tem que trocar o técnico e um monte de jogadores ruins desse elenco antes que seja tarde.

  8. Eu posso está todo errado, mas que esse elenco não desenvolve um bom futebol é porque essa diretoria ( Tonhão, Sérgio Papelim, e companhia não estão agindo de forma profissional com elenco.) isso também vale para nós torcedores que queremos resultados imediatos. Pensem numa coisa torcedor o Remo ganhando ou perdendo não vamos. Deixar de ser Remistas.
    Vejam essa Matéria que achei bem interessante.

    Um atleta para render todo seu futebol precisa de confiança A confiança traz naturalmente essa ideia de assumir riscos, pois confiar em alguém significa colocar-se de maneira voluntária, vulnerável e dependente do outro, seja num relacionamento profissional ou pessoal. Se pensarem em suas vidas e nos seus relacionamentos, a forma como constroem ou construíram seus relacionamentos de confiança não passam pelo exposto aqui? Se pensarmos então numa equipe de futebol, existe inúmeras situações de relação de confiança, tais como dos jogadores com a comissão técnica, dos jogadores com os gestores do futebol, da comissão técnica com os gestores de futebol, dos gestores de futebol com os executivos do clube, dos membros da comissão técnica entre si e dos jogadores entre si. Parece complexo não é mesmo? E no fundo é complexo, pois gerir toda essa relação de confiança é um enorme desafio que grupos vencedores conseguem ultrapassar.

    Em um ambiente aonde não temos uma atmosfera de confiança, a quebra desta pode contaminar uma equipe inteira, principalmente se essa prática for fomentada pelos profissionais hierarquicamente superiores. É aquele ambiente no qual as pessoas comentam: “cuidado, pois aquilo que você diz pode ser usado contra você”.

    Neste cenário, o ciclo da desconfiança se instala e gera um tipo de relação baseada no medo e a cooperação só poderá ser alcançada parcialmente e através da coerção. Não é necessário nem dizer que este ambiente não se sustenta por muito tempo, ainda mais no futebol aonde os resultados são os indicadores de sucesso que possibilitam a permanência de técnicos e eventualmente até de jogadores dentro dos clubes.

    Em oposto ao mencionado acima, em uma atmosfera de confiança a satisfação e a motivação aumentam consideravelmente, pois os membros deste grupo ou organização podem e desejam contribuir e partilhar seus problemas e ideias com mais liberdade, sem receio de comportamentos oportunistas por parte dos colegas ou por superiores e sem medo de repreensões. É um ambiente no qual a cooperação é espontânea e ela surge como elemento facilitador na execução das diversas tarefas de uma equipe.

    A expectativa de confiança é formada por dois elementos: um emocional e outro cognitivo, que coexistem conforme as pessoas que interagem entre si e conforme a especificidade das situações envolvidas.

    Um relacionamento de confiança somente pode ser sustentável se as pessoas envolvidas conseguirem perceber o benefício mútuo envolvido na relação, com isso o engajamento ocorre continuamente e todos passam a assumir mais riscos inerentes a estas relações. Este benefício compatível com as expectativas das pessoas que estão se relacionando pode ser um benefício financeiro, de reputação, de uma conquista ou apenas a manutenção de um laço de amizade valioso para ambos.

    A promoção do interesse mútuo na direção de objetivos comuns em uma equipe de futebol pode constituir uma estrutura eficiente de incentivo para mobilizar os membros a perseguir metas compartilhadas, e nestas equipes que esta estratégia é adotada a probabilidade de promovermos o desenvolvimento de relações de confiança eficazes entre seus membros aumenta consideravelmente.

    Deixo para você meu amigo leitor a reflexão, baseado no que foi comentado nesta coluna, de como poderia ser avaliado o nível de confiança nas relações nas demais equipes que disputam o campeonato brasileiro de 2012? Seria a confiança nas relações mais um precioso tema a se dedicar para alavancar os resultados nas equipes de futebol? Pense a respeito e tire as suas próprias conclusões.

    LANÇAME

    • Amigo
      O que você classifica como motivação para esse bando de pseudo-atletas?
      Será que os altos salários pagos em dias, e, que nenhum outro clube da série C paga, não serve como motivação ou precisa sumentar ainda mais os altos salários dos pseudo-atletas?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor informe seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui