Felipe Conceição
Felipe Conceição

A vitória do Remo sobre o Avaí (SC), por 2 a 1, na noite desta quinta-feira (17/09), aproximou a equipe azulina da primeira metade da tabela de classificação da Série B.

O time chegou aos 33 pontos e está na 11ª colocação, com a mesma pontuação do Vasco (RJ), 10º colocado, ficando atrás no saldo de gols. Os azulinos também estão 1 ponto atrás do Operário (PR) e 2 pontos de Náutico (PE) e Sampaio Corrêa (MA), sendo que estes 2 últimos ainda jogam na rodada.

O triunfo começa a colocar o Remo com os olhos na briga pelo G4, distante 8 pontos. Entretanto, o técnico Felipe Conceição prefere manter a calma e afirmou ainda estar focado em garantir a permanência do clube na Série B em 2022.

“Continuamos com o objetivo da permanência. Falta ainda aquele número que todo mundo fala, que é de 45 pontos. Estamos buscando essa manutenção, esse é o objetivo principal do Remo. Não podemos desviar do nosso caminho, com o pé no chão, trabalhando e buscando esses 12 pontos que faltam para esse número que todos falam, que é o de segurança”, comentou.

“Fizemos um grande jogo, intenso. No primeiro tempo, as duas equipes foram muito bem. Proporcionaram um grande espetáculo. Acho que foi um belo jogo para quem estava assistindo”, disse Felipe Conceição.

O Remo saiu na frente com gol de Victor Andrade ainda na primeira etapa, mas acabou cedendo o empate logo no início do segundo tempo. Conceição destacou a parte mental da equipe para buscar os 3 pontos em um jogo bastante equilibrado.

“Outro ponto que estamos crescendo. Não só na parte física e na parte técnica, mas na mental também. Hoje somos uma equipe forte, que não se abate com gol sofrido. Nesses 2 jogos (Vitória-BA e Avaí-SC) foi demonstrado isso. Contra o Botafogo (RJ) também fizemos outra grande partida. A bola não entrou, mas demonstramos a nossa força mental”, citou.

O Leão chegou ao 4º gol nos últimos 2 jogos na Série B. Para Felipe Conceição, o bom momento do setor ofensivo azulino se dá pela maneira que o time vem trabalhando durante os treinamentos, com uma estratégia de jogo específica.

“Estamos com um volume muito alto e hoje (quinta-feira) a gente verticalizou muito as jogadas, que também foram trabalhadas para esse jogo. O Remo é uma equipe que verticaliza suas ações ofensivas. Ainda não estamos no ideal, tem muito muita coisa para trabalhar, a margem de crescimento nossa ainda é grande. São apenas 2 meses e meio de trabalho, mas já temos uma riqueza ofensiva muito grande”, apontou.

O Remo agora se prepara para encarar o Guarani (SP) na próxima terça-feira (21/09), às 16h, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP). A partida é válida pela 25ª rodada.

Veja outros trechos da coletiva com Felipe Conceição:

Cuidados com o desgaste dos atletas

Estudamos muito o momento de cada um, sem expor nenhum atleta e, principalmente, os que estão voltando de lesão. Há um desgaste que eles não estão preparados, como foi o caso do Romércio, do Victor Andrade, que no segundo tempo estava sentindo o adutor, por isso foi tirado naquele momento. Enfim, vamos gerindo da melhor maneira essas situações, oportunizando atletas que vem treinando forte e isso, novamente, demonstra a força do nosso trabalho diário.

Briga pela titularidade

Depois da tempestade, normalmente clareia, né? Vem a bonança, como falam. Tivemos que oportunizar vários atletas e eles foram crescendo. Agora, com retorno dos atletas que vinham jogando, o grupo tende a ficar cada vez mais forte e essa disputa entre as posições mais acirrada e sadia, porque temos um ambiente de muito respeito, muito trabalho, que também está sendo fortalecido.

Expulsão de Victor Andrade no banco de reservas

Situação que a gente deve evitar, mas que não são fáceis também de controlar no calor do jogo. É um aprendizado para ele, mas entendemos também porque realmente é difícil de controlar todas as emoções, mas é um aprendizado para a vida.

Globo Esporte.com, 17/09/2021

10 COMENTÁRIOS

  1. E isso mesmo FELIPE a permanencia na serie B do ano que vem e muitto imporante.Ano que vem o publico ja estara liberado e so manter a base desse time e reforçar mais ainda,jogadores como VITOR ANDRADE,ROMERCIO,GEDOZ,T.ENNES,FLORES,L.TOCANTINS tem que se adiantar para eles ficarem p o ano q vem

  2. Essa foi mais uma vitória da garra e da determinação dos jogadores que mostram muita união, confiança e motivação. Um tem puxado o outro para a responsabilidade, com a importantíssima liderança situacional onde ora o Gedoz assume a responsabilidade, ora é o Lucas Lucas Siqueira ou outro jogador assume esse papel de liderança, além da voz de comando do Felipe Conceição que tem o grupo nas mãos. Isso ficou muito claro na reunião do grupo no vestiário antes do jogo.

    Crescendo cada vez mais nesses atributos o time se tornará ainda mais competitivo, tendendo a grandes vitórias e ampla possibilidade de estar entre os 10 melhores na tabela de colocação no final da série B desse ano.

    Mas Felipe Conceição está corretíssimo, o momento é de buscar o mais rápido possível conquistar os pontos que garantirão a permanência do Remo na série B em 2022 e, em princípio, mais 4 vitórias serão suficientes.

  3. Coerência sempre será bem vinda.

    O Treinador Felipe Conceição está sendo bastante coerente em suas decisões. Tanto nas escalações iniciais, como nas alterações feitas no decorrer das jornadas.

    Que assim permaneça, com tranquilidade, responsabilidade, apoio de todos e, principalmente, coerente consigo mesmo.

  4. É isso temos que primeiro pensar em permanecer na serie B pra depois quem sabe lutar por vaga no G4

  5. Muito sensato o discurso do nosso comandante. Mas acredito que o Leão tem time para almejar objetivos maiores. Por sinal já venceu alguns dos times tidos como gigantes dessa série B.

  6. Contando que recebeu o Leão na lanterna, dou razão ao técnico Felipe Conceição. Mas acredito que se o Remo manter a regularidade pode até biliscar o G4.

Comments are closed.