Paulo Bonamigo
Paulo Bonamigo

Paulo Bonamigo, técnico de grande identificação com o Remo e responsável pela conquista do acesso à Série B, não resistiu ao desgaste da campanha insatisfatória neste começo de campeonato.

Não conseguiu permanecer um ano no comando – chegou em setembro de 2020. Caiu após a 7ª rodada porque lutou contra um adversário sempre temível para qualquer técnico – um elenco insuficiente para aguentar o ritmo de um jogo a cada 3 dias imposto pela tabela.

Discreto, aplicado e trabalhador, Bonamigo sai por cima, apesar do mau momento do time. Ao longo de sua segunda passagem pelo Baenão, perdeu apenas 8 jogos em 44 disputados e, além de recolocar o Remo na Série B, chegou a duas finais.

A torcida vive um misto de tristeza, pela saída de um profissional profundamente alinhado com as cores azulinas, e de esperança quanto a uma recuperação dentro do Brasileirão.

O técnico começou a perder prestígio com a eliminação no Campeonato Estadual. A perda dos títulos da Série C e da Copa Verde foi assimilada. Todos entenderam que o surto da Covid-l9 impactou fortemente no desempenho do time na primeira e, na segunda, pesou o processo de desmanche do elenco de 2020, quando saíram 16 jogadores.

Tudo mudou de figura quando começou o Parazão. Todos apontavam o Remo como favorito ao título. Dono do maior investimento, com peças que foram contratadas para a Série B, o time teve um bom inicio de campanha. Manteve-se invicto – mesmo sem empolgar – até a semifinal, quando foi eliminado pela Tuna nas penalidades.

O revés inesperado no Estadual jamais foi compreendido pela torcida azulina e representou uma ruptura. Até defensores inflexíveis de Bonamigo dentro da diretoria ficaram sem palavras.

A aura vitoriosa foi se desfazendo e dando espaço para preocupações. Afinal, se não conseguia se impor em uma competição de nível técnico raso, como o Parazão, como o Remo iria se comportar na duríssima Série B?

As aflições tinham fundamento. O desenrolar do Campeonato Brasileiro escancarou problemas que já haviam se manifestado lá atrás, como a dificuldade de manter o mesmo nível de intensidade nos jogos, um setor de criação deficiente, falhas recorrentes no sistema defensivo e baixa efetividade do ataque.

Logo nos primeiros jogos, O Remo se mostrou um time mais preocupado em controlar as ações usando de uma estratégia de passes laterais, tão irritante quanto pouco funcional. Tocando lentamente a bola, a equipe pouco evoluía e perdia tempo precioso longe do ataque.

Depois de boa estreia contra o CRB (AL) e da vitória sobre o Brasil (RS), a ineficiência ofensiva marcou presença contra Botafogo (RJ), Vitória (BA) e Guarani (SP). Foram 3 jogos sem marcar, ostentando a pífia média de 3 ataques por partida, uma das piores da Série B.

Baixas importantes, decorrentes da maratona de jogos, contribuíram para enfraquecer o time. Contra o Náutico (PE), no sábado (22/06), houve um princípio de recuperação. Mesmo muito fustigado pelo líder da Série B, a marcação funcionou e o ataque foi cirúrgico, chegando ao gol em jogada bem construída a partir do meio-campo. Só não venceu por força de um erro de arbitragem.

Por fim, nesta terça-feira (29/06), no Baenão, o jogo até equilibrado do primeiro tempo contra o Sampaio Corrêa (MA) desandou após mexidas que desconstruíram a equipe. A defesa ficou exposta, o meio parou de articular jogadas e o ataque não acertou nenhum chute a gol.

Atento aos problemas do elenco, à falta de um organizador competente e de um definidor, Bonamigo entendeu que não tinha muito mais a fazer para obter uma reação imediata e optou por sair.

Na despedida, enalteceu a torcida e disse que jogadores que chegam ao Remo precisam entender que “o sentimento tem que vir junto”. Uma discreta pista quanto ao rendimento de alguns atletas.

Em perfeita confirmação da fama de profissional sério, pediu demissão do cargo, o que deixa o Remo em condições de contratar mais 2 técnicos ao longo da competição. Grande e digno até o final.

Blog do Gerson Nogueira, 01/07/2021

27 COMENTÁRIOS

  1. Paulo Bonamigo é um verdadeiro coach, um grande homem que foi digno até no fim nas passagens pelo nosso Leão Azul.

    Muito obrigado Bonamigo pelo carinho pelo querido Clube do Remo, que seja ainda mais feliz no prosseguimento de sua missão profissional e vida pessoal.

  2. Infelizmente os resultados, não vieram mas fez um excelente trabalho levando o Leão a série B, obrigado pela dedicação à frente do mais querido, e sucesso no decorrer da carreira!

  3. Bonamigo, percebeu que sem condições de trabalho, jogadores qualificados, sua imagem e reputação estaria comprometida.

    É com muita preocupação que vemos a situação do Remo sem jogadores qualificados, na mão de um técnico muito inferior, demitido do Cruzeiro( basta ver a história, currículo dele) e com esta diretoria irrespobsável a frente.

    Com este elenco, nem o Guardiola e Jesus como auxiliar dariam jeito.

    Fábio Bentes vc é o grande responsável. Assuma sua responsabilidade.

  4. Um bom treinador..saiu desgastado porque o time não evoluiu devido a teimosia e esquema adotado. Um time cansado e sem reposição de bons jogadores.

  5. Bonamigo é um excelente profissional, merece todo nosso respeito. Temos que enaltecê-lo pelos bons serviços prestados, apesar das dificuldades, nos deu bons resultados. Torcer tbm para uma rápida adaptação de Felipe Conceição. Remo 100%, ainda teremos mais contratações, em quais posições?

  6. Queriam que fizesse milagre com esse elenco. Um otimo treinador, mas não é jesus. Com certeza nao vai ficar parada muito tempo. Sua demissão podr ser dada pelo fato de não quererem jogador bom de 40 e 50, mas trazerem vários refugos mais baratos. Ta aí, quando o barato se torna muito caro, a ponto de valer até um rebaixamento. Espero que isso não aconteça e que esse novo treinador faça esses pohas jogarem com garra!

  7. Um bom número de PÉSSIMOS E MAL AGRADECIDOS jogadores FRITARAM GRANDE TÉCNICO PAULO BONAMIGO.
    ESTES PÉSSIMOS PROFISSIONAIS JOGARAM MUITO CONTRA O NÁUTICO PQ QUERIAM SEREM VISTOS …AFINAL ERA A PARTIDA CONTRA O LIDER INVICTO… usaram a camisa do Clube do Remo como VITRINE..Como se explica estes MESMOS PILANTRAS…EM 04 DIAS DEPOIS DESAPREDERAM A JOGAR FUTEBOL?…ISSO PILANTRAS….
    FABIO BENTES INVISTA NA RESCISÃO DOS CONTRATOS, O SR. PRESIDENTE SABE DE QUEM ESTOU FALANDO…ISSO…INVESTIMENTO É INVESTIMENTO SIM….POIS SAIRÁ MAIS BARATO ALIJAR ESTES PILANTRAS DO BAENÃO.

  8. Obrigado por tudo professor o clube do Remo será sempre grato a você a culpa não é sua fique bem claro na verdade não era para você sair e sim todo esse time medíocre do Remo que não tem amor a camisa até breve comandante e saudações azulinas

  9. Faltou o Gerson falar da Copa do Brasil, que a passagem para terceira fase rendeu recursos, contribuiu para o investimento no CT. Quanto a restropectiva colocada na redação achei apenas razoável por conta de sua análise quanto ao último jogo. Sinceramente! As vezes o placar não reflete o jogo. Acho que nem Remo, nem Sampaio mereciam a vitoria. Foi jogo para empate. Remo dominou a maior parte do tempo. Não achei as substituições no segundo tempo ruim. O juiz deu um pênalti duvidoso, o próprio Gerson Nogueira disse na rádio Clube que não foi, ou na entendeu como pênalti o lance, e a comentarista do Premier disse que foi. Achei que não foi. Daí, pela pressão, não tem vencido em casa, o Remo foi para o tudo ou nada, pegou o segundo, por desespero, “no apagar das luzes”. Antes, achei que a defesa vinha bem, mesmo o Kevem, responsável pelo pênalti, não vinha mal. O meio-campo não estava mal, mas o ataque do Remo é fraco. Gorne e depois Carius, não fazem nada, não ganham uma bola sequer dos zagueiros, sendo que acho o Gorne o pior dos dois, pois a bola e a grama atrapalham, ele tropeça, escorrega, cai. Aliás, o grande problema do Remo é o ataque. Dioguinho, antes incansável, como sempre individualista, cheio de dribles, firulas e gingas, mas improdutivo, morre de cansado agora ao primeiro pique. Rafinha, nesse jogo entrou brigando, com muita vontade, mas ainda sem demonstrar maiores habilidades com a bola no pé. Walace e Ronald nem tiveram tempo de mostrar nada. Acabou que o Jefferson, que alguns criticam, que eu acho um jogador útil, é o único que proporciona alguma força no ataque do Remo, acabou por fazer muita falta. Quanto ao Lucas Tocantins, esse nem se pode esperar, alterna entre um tempinho de jogo, sai lesionado e três a quatro semanas no DM. Diante de uma escolha, é preferível ficar com um que não está acertando e que joga, porque pode acertar, do que , o dito bom, que não joga, não põe chuteiras para treinar nunca, só de chinelas no DM. Agora é torcer para o novo Treinador dar certo. “Página virada”. Tem 93 pontos para disputar. Com 7 que já tem, são 38 por ganhar para os 45 que garantem a permanência na B, que foi a meta divulgada. Sabia que ia ser difícil, mas sou mais Remo. É lutar com as armas que se dispõe.

  10. Muito obrigado, Paulo Bonamigo. Nossa admiração por você sempre será lembrada.

    Sucesso professor.

    • Agora quem tem que pedir pra sair é esse tal de Pietro (advogado) que manda e desmanda no clube. Nunca chutou uma bola e só traz bomba (Pq será? Comissão?). Sinceramente essa diretoria é muito fraca, sem conhecimento de mercado e sem credibilidade no mundo da bola. Nação azul…. temos que fazer pressão nessa diretoria e tirar esse rato de esgoto que é esse tal de Dr. Pietro.

      FABIO BENTES PARA COM ESSE COLEGISMO E MANDA EMBORA ESSE SANGUESSUGA E ESSA DIRETORIA FRACA !!!!

  11. Boa sorte ao Clube do Remo e a Paulo Bonamigo nosso reconhecimento e respeito pelo profissional que é.

  12. Boa sorte ao Clube do Remo e ao Bonamigo nosso respeito e admiração pelo profissional que é.

  13. Dádivas certas no futebol: treinador não entra em campo e a torcida não faz gol, apenas comemora, se ele sair. O Remo da série B é um retrato desse adágio futebolístico. Tínhamos um grande treinador, uma torcida impossibilitada de ficar nas arquibancadas e, infelizmente, um time limitado, impróprio para essa competição. Isso foi muito falado nesse espaço. Felicidades Bonamigo.

  14. Grande treinador,AZULINO de coracao,pode ter sido boicotado por esse plantel limitado q temos hoje.

  15. Creio que no futuro bem próximo bonamigo poder retornar ao rei da Amazônia. Mas agora e consertar e lutar para chegarmos aos 45 pontos especulado para não cair. Lógico q a diretoria tem q mexer na forma q estão contratando esses perna de pau e se o gasto mensal do plantel estar a cima 100 mil mensal estão alô Fábio Bentes manda os dois cones embora pois só tá ganhando pra fazer nada desse jeito ganhar o q esse meia sola ganham para ser atacante do nosso leão até meu avô joga e faz gol no futebol. Ei tem jogadores bons na nossa base de rodagem para nossa mulecada pois nosso acesso começou com a garotada do leão duvido q ele não irão mostra rasa e força de vontade para dar o de melhor para nosso leão azul alô Fábio Bentes atenção netao pode os garotos para correr pois os dois cones q só querem dinheiro manda embora

  16. Paulo Bonamigo e Técnico de Série A,pagou pelo medo e Froxura do Presidente Sr.Fabio Bentes,se Executivo, Tiago Alves,e os Diretores de Futebol Yan e Dirson Medeiros,que querem subir a Série A,ou permanecer na Série B,com time de Série C e até D,tem que contratar jogadores Caros e Comprometidos com o Clube ,e não trazer jogadores Baratos e Perna de Pau!,se Fábio Bentes pensar em Honerar Folga Salarial, nunca vai chegar a Lugar algum!,sem investimento e coragem, voltaremos à Jato pra Série C!,Obrigado Professor Bonamigo!,aguardo ansioso sua volta para novos Projetos e vôos mais altos!,pra cima poderoso Leão!

  17. Um gentleman, além, de gostar do clube, infelismente, o futebol brasileiro não perdoa, os maus resultados. Com certeza, sempre estará de portas abertas no clube.

Comments are closed.