Águia 1×3 Remo (Edson Cariús)
Águia 1×3 Remo (Edson Cariús)

No último final de semana, o atacante Edson Cariús marcou seu primeiro gol vestindo a camisa do Clube do Remo. Foram necessários 6 jogos para que o atleta alcançasse essa meta.

O jogador comemorou o primeiro tento pelo Leão e rebateu as críticas de torcedores que o enxergam como “paradão”.

“Já cheguei em um ponto ideal fisicamente. Me dedico, trabalho e me considero 100% fisicamente. O torcedor tem que entender que conheço palmo a palmo a área. Sou um centroavante nato! Me preparo para uma finalização. Me preparo para a oportunidade que aparecer”, disse.

Cariús ainda comentou sobre a expectativa que vivia por marcar o primeiro gol pelo Remo.

“Sempre que a gente chega em um clube, chega com expectativas e existe a ansiedade do primeiro gol. Quando acaba não saindo, a ansiedade aumenta, mas a gente tem que saber administrar. Com muito trabalho e dedicação, o gol saiu. O mais importante é sempre ajudar o Remo a sair com a vitória”, falou.

Questionado sobre a adaptação ao futebol paraense, o centroavante relatou as dificuldades que teve ao voltar para o Brasil e a recuperação da Covid-19.

“Sempre existe adaptação, mas não podemos levar ao pé da letra. O importante é trabalhar e tenho feito bastante. Existem alguns fatores que influenciam, como ter vindo do futebol exterior, da Arábia Saudita. Tive Covid-19, problemas para entrar no país. Teve uma readaptação. Passei 30 dias separado do elenco, em Fortaleza (CE). Tenho me empenhado muito espero que a torcida possa ver o melhor do Cariús”, explicou.

O atacante ainda falou da convivência com seu concorrente e companheiro de posição, Renan Gorne.

“Nossa relação é muito boa. Renan é um menino muito bom, íntegro. Ele tem me ajudado com a adaptação. Sou um tipo de jogador que torço muito para o meu companheiro. Só quem ganha é o Remo. Trabalhamos, nos preparamos e um entra no lugar do outro para dar conta do recado”, concluiu.

Roma News, 03/05/2021

Comentários