Ronald
Ronald

De volta ao Remo após passar alguns dias com a família no Rio Grande do Sul, o técnico Paulo Bonamigo deu o pontapé na preparação para o próximo compromisso da equipe na temporada. Com a paralisação do Campeonato Paraense, é provável que o Leão retorne aos campos no dia 07/04 ou 14/04, pela 2ª fase da Copa do Brasil, contra o CSA (AL), em Alagoas.

Nessa terça-feira (23/03), o treinador azulino participou de uma live no YouTube, no canal “Chaves Remista”, onde falou sobre alguns assuntos. Bonamigo relembrou sua primeira passagem pelo Baenão, nos anos 2000, e começou a projetar o que deverá ser o Remo durante a Série B deste ano.

O treinador acredita que a competição de 2021 será “muito competitiva” e revelou que as contratações serão feitas apenas quando a competição nacional estiver próxima.

“Evidente que esta Série B será muito competitiva. Vamos planejar ainda. Estamos pensando, hoje, em Estadual e Copa do Brasil, que estão mais perto. Sabemos que ainda somos um clube em formação, principalmente para a Série B. Vamos buscar mais algumas peças, principalmente aquelas pontuais. Um clube da grandeza do Remo nunca está fechado para contratações, tanto para entrar, como para sair. Temos carência em alguns setores. O mais importante é manter o trabalho firme e forte”, disse.

Outro ponto abordado pelo comandante azulino foi em relação ao atacante Ronald. Aos 18 anos, o garoto foi uma das gratas surpresas do Remo durante a temporada 2020, chegando a fazer 8 jogos, entre Parazão e Série C.

Apesar do bom início nos profissionais, o jogador não conseguiu retomar o ritmo após sofrer uma lesão na clavícula, ao ponto de passar a ter poucas oportunidades na equipe de Paulo Bonamigo, que afirmou que o momento é de ter calma com o atacante.

Bonamigo contou que, ao chegar no Remo, em meados de setembro, teve boas referências do futebol desenvolvido por Ronald, mas sua lesão atrasou o processo. Para o técnico azulino, o atleta tem um “futuro fantástico”, mas neste momento ele precisa “um pouco de maturidade” para ter uma sequência durante as competições.

“Quando cheguei, Ronald estava em um período de lesão e todas as pessoas falavam muito bem dele. O que não podemos, e temos que entender, neste momento, é colocar um peso em cima do menino, que tem 18 anos. Sabemos como é o torcedor, asm temos que ter cuidado com alguns atletas”, apontou.

“Quando Ronald voltou, também estava ansioso (para vê-lo jogar) por causa das informações que tinham me passado, do jogo com o Carajás, pelo Parazão (2020), e contra o Treze (PB), na Paraíba”, continuou.

“A gente observou com carinho, porque ele vinha de uma lesão na clavícula. O torcedor tem que entender que colocar um jogador pressionado, muitas vezes, vai queimar ele. A coisa que mais quero é tirar o peso, desde o atleta mais experiente até o atleta mais jovem. Não quero meu jogador jogando pesado, com medo de jogar. A responsabilidade assumo e só peço para eles irem lá e jogar”, falou Bonamigo.

“Também acho que o Ronald tem um futuro fantástico. Coloquei ele em um jogo com o Santa Cruz (PE). Jogo pesado, estávamos buscando nossa classificação e não tive a resposta que esperava. Senti que ele estava precisando um pouco de ‘casca’, maturidade, jogo, treinar um pouco mais, fazer o gestual do que quero”, comentou

“Saber se ele é mais lateral ou mais extremo. Para mim, ele é mais extremo do que lateral, até por causa do porte físico. Ter o cuidado ao máximo, para não expor esse tipo de jogador. Estamos tratando ele com todo o carinho”, garantiu.

Roma News, 24/03/2021

12 COMENTÁRIOS

  1. Assisti a live, Bonamigo é bem coerente em suas colocações e o torcedor acredita no sucesso da equipe com ele no comando!

  2. Para mim, o Ronald precisa jogar.
    Em grandes clubes, os moleques estão jogando, só aqui não!!!!

    • Wallace, Hélio, Pingo, Lailson, Tiago Miranda, Keven, todos esse são jogadores da base que o Bonamigo deixa jogar. No caso do Hélio deixava.

  3. Pode ser que me engane, mas tem gente junto com Bonamigo e empresários , tentando passar a perna no Remo , no caso do Ronald.
    Fique de olho presidente!!

  4. Realmente após a contusão o Ronald não voltou a jogar o futebol que apresentou ao ser lançado no profissional, mas acredito no bom propósito de Bonamigo para com ele. É uma joia que está sendo preparada.

    • Ele fez um passe lindo pro Lailson marcar no primeiro jogo contra o independente na copa verde, foi o segundo gol. Se não fosse essa assistência dele o Remo podia nem ter chegado na final, já que perdeu o segundo jogo por 3×1. Achei q ele entrou bem, depois não teve mais oportunidade praticamente

    • Tem que pôr o Ronald pra jogar agora no paraense pra ele criar essa “casca” mais o treinador não põe, e ai, como o mlk vai crescer?? Se não por no paraense vai por na série B??

      • Concordo com o Bonamigo e principalmente com você João Paulo!! É muito importante ir colocando o Ronald para jogar o paraense para ele ir pegando experiência e ir criando CASCA. Mas para pegar essa CASCA ele precisa jogar senão nunca vai pegar e a melhor oportunidade é agora que não temos a nossa torcida que muitas das vezes não tem paciência com os garotos prata da casa.

  5. Perfeito Bonamigo! O trato com profissional que está começando a sua carreira deve ser de forma responsável, pois assim , com planejamento , dará certamente o resultado esperado.

  6. Concordo que não se pode “queimar” um atleta promissor colocando-o em jogos de grande importância, contudo, deve-se prepará-lo técnica e fisicamente com rigidez espartana. E mais, em jogos em que o clube já esteja com o jogo garantido ou em que a classificação já esteja assegurada, seria inconcebível não dar oportunidade pra ele amadurecer e ganhar confiança em seu futebol e aumentar sua esperança de ser reconhecido profissionalmente, principalmente no clube pelo qual nutre paixão desde a infância.

Comments are closed.