Salatiel
Salatiel

Em meio as rescisões, o Remo corre atrás de um atacante para cobrir as saídas de Zé Carlos e Giovane Gomez. Um dos nomes cogitados no clube azulino é de Salatiel, que atualmente está no Náutico (PE). A informação foi confirmada por uma fonte do Baenão.

As negociações iniciaram e o clube pernambucano comunicou o atleta, mas ele teria dito que seu desejo, no momento, seria de permanecer no elenco alvirrubro, na disputa da Série B.

Na atual temporada, o atacante marcou apenas 2 vezes em 22 partidas pelo Náutico (PE).

Salatiel é paulista, tem 27 anos e já rodou o Brasil. Atuou pelo CRAC (GO), Rio Branco (PR), Juazeirense (BA), Caldense (MG) e estava no Sampaio Corrêa (MA) no ano passado, onde conquistou o acesso para a Série B.

O jogador já enfrentou o Remo na Série C em 2018, na vitória do Remo por 3 a 0 sobre a Juazeirense (BA), no Mangueirão.

O próximo jogo do Remo será contra o Botafogo (PB), no domingo (20/09), a partir das 18h, no Mangueirão, em Belém, valendo pela 7ª rodada da Série C. Esta partida terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

O Liberal.com, 17/09/2020

31 COMENTÁRIOS

  1. Meus nobres diretores misericórdia vcs querem trazer um jogador que só fez 2 gols em 20 jogos ,fala sério vcs estão de brincadeira com a nação azulina.

  2. Tenho notado o grupo Liberal e Roma News com bastante interesse no Remo falando de interesses de outros clubes em jogadores Remo. Do interesse do Remo em contratações e negociações frustradas. Porque será desse grande interesse?

  3. Pqp, fico imaginando o tipo de jogador que vai sair de uma série B pra jogar em uma série C, pra receber o que o Remo paga, ou deve ser um jogador muito ruim ou deve ser um bichado que o outro time está louco pra se livrar e aí os incompetentes do Remo contratam só pra fazer raiva pra torcida

    Oremos!!!

    • A diretoria azulina tem que montar um time mais barato com jogadores regionais e reforçar com jogadores bons de fora e até do esterior. Nas divisões inferiores da Argentina há bons jogadores. Tem que mudar essa mentalidade de montar dois times por ano e que sempre dá errado.
      É só contatar um ex-jogador argentino que tenha jogado no Brasil pra indicar esses jogadores.

        • Nano Krieger foi injustiçado no Remo. Não teve espaço no time, e não foi por falta de qualidade. Muito melhor do que o Zé Carlos. Era um jogador de área que sabia se movimentar, ajudar o time é que sabia finalizar também. Mas a torcida do Remo é tão nojenta que pegou no pé do cara mesmo ele não tendo jogado praticamente nenhuma partida. E quando entrou como titular (uma ou duas vezes apenas), ajudou o time e fez gol. Podia evoluir, e muito, se tivesse espaço, trabalho e sequência. A torcida do Remo é tão nojenta e burra, e atrapalha tanto o time, que pegou no pé do Alex Sandro unicamente porque ele teve uma contusão e perdeu espaço no time (mais uma vez, não por falta de qualidade). Mas nas poucas oportunidades que teve, demonstrou qualidade. Só que nossos “olheiros dirigentes” são cegos e burros e não conseguiram perceber. Eu falava da qualidade dele na época, mas as pessoas nem reparavam. Diziam que ele tinha “canela de vidro”. Torcida nojenta e burra. Hoje o cara tá arrebentando no Brusque-Sc.

          • Concordo plenamente com o Ewerton! Ate hoje nao entendi a dispensa do Nano. O cara nao teve chances, jogou pouquissimas partidas e marcou um gol e ajudou bastante o time no outro.
            Infelizmente nao assistimos os treinos, entao so podemos avaliar pelos jogos oficiais.
            Se ele era realmente horrivel e demonstrava isso nos treinos, era um coisa, mas nos jogos, nao mereceu ser dispensado.

          • Ewerton está certíssimo. Wandick só deu certo na Mucura porque o Givanildo segurou as críticas iniciais e fez o time jogar em função dele. Faltou técnico de pulso e com visão tática para transformar o argentino em um ídolo azulinos. Futebol ele tem de sobra

      • Todo mundo tem uma ideia pra tirar o REMO do ostracismo. Importar argentinos, apostar na base, contratar “bons” jogadores… Tudo isso poder dar certo ou pode dar muito errado. Futebol é de uma incerteza atroz. É possível que um time quebrado monte um time competente e possível que um time com tudo certinho, como manda o figurino (salários em dia, nomes badalados, Centro de Treinamento, torcida, etc.), falhar miseravelmente. Agora, é preciso mudar o planejamento. o REMO, ano após ano, tem feito exatamente a mesma coisa. Sempre o mesmo discurso, o mesmo procedimento, o mesmo perfil de jogador e o resultado tem sido invariavelmente o mesmo. Pra mudar o resultado, precisamos mudar desde o primeiro momento de planejamento. Pode dar certo? Pode! Assim como pode dar muito errado… Coisas do futebol.

        • Pra mudar, primeira coisa sera mudar o comando, executivo e diretor de futebol, e ate mesmo o tecnico, todos devem ser da regiao.
          Vejo o Arthur Oliveira e Agnaldo otimas opcoes para esses cargo. E para tecnico, certeza o Junior Amorim.
          Insistindo em trazer profissionais de fora do estado que nao conhecem o futebol da regiao, essa estrategia de trazer titulares e reservas do sudeste continuara e consequentemente os resultados serao os mesmos.

  4. Percebe-se que a diretoria não aprende mesmo, se no náutico, ele não presta, aqui ele vai prestar? Paciência, acho que dá uma recaída na diretoria em fazer besteira.Haja bisonice.

  5. Égua dispensaram o Ze caco q fez 2 gols em 5 jogos. E qrem trazer essa porcaria q fez só 2 em 22 jogos. Q amadorismo e incompetentes é esses q sondaram esse jogador.

  6. É difícil encontrar um centroavante abaixo de 50.000,00 que consiga fazer a média de um gol por partida na C, na verdade com a entrada de Dioguinho o Leão passará a ter condição de atingir em conjunto a média de 2 gols por partida, neste caso o Leão não precisará de um centroavante para fazer metade dos gols do Time. Pelé no Santos fazia a metade dos gols do Time, hoje talvez Gobi gol do flamengo faça isto. O Dioguinho é a peça que faltava no Leão para que no conjunto o Remo consiga a média de dois gols por partida, entretanto basta que no conjunto faça um gol por partida e que o nosso sistema defensivo sofra apenas meio gol por partida, conseguiremos terminar no G4 desde que os duelos sejam equilibrados, ou seja o Leão vencendo com um ou dois gols de diferença ou perdendo por um ou dois gols de diferença, por exemplo o PSC venceu o imperatriz por 6×1 porém nos seis primeiros duelos foi derrotado três vezes se daqui pra frente PSC vencer mais três duelo por 6X1 e perder os demais duelos, e continuar na média que tem hoje perder a metade das partidas que disputar e empatar as demais ficará fora do G4 e vai lutar para não ser rebaixado e se o Leão manter a sua média de a cada seis jogos vencer dois empatar três e perder um terminará a fase classificatória com 27 pontos e nesta C 2020 no grupo A quem atingir 27 pontos deverá se classificar para o quadrangular.

    • Jair, mas eh justamente isso que nao entendo. Essa insistencia em trazer jogadores que nao conhecemos, e abrimos mao dos jogadores da regiao.
      Pecel com certeza seria melhor que todos esses importados ai, inclusive esse tal de Salatiel (2 gols em 22 jogos) que o Remo esta tentando trazer.
      Lembro uns 5 anos atras que o Remo tentou renovar com o Dada (paraense), inclusive depois de uma boa temporada,botando no banco os importados, e ele ele nao quis renovar pedindo aumento salarial, e o Remo encerrou as negociacoes. Dois dias depois o jogador procurou o Remo aceitando o salario proposto e o Remo decidiu nao renovar, pois entendeu que a rejeicao anterior havia sido um insulto a instituicao, sendo que no mesmo ano o Remo se humilhou para convencer diversos jogadores do sudeste a aceitarem jpgar no Remo, com certeza ganhando bem mais que o Dada na epoca.
      Isso eh tudo esquema rapaz!!!!

      • Salatiel foi artilheiro da Série C pelo Sampaio Correa-MA na campanha do acesso e foi contratado pelo Náutico-PE. Não sabemos como foi a adaptação dele no novo clube, novo técnico, esquema de jogo diferente, campeonato pernambucano é mais disputado (melhor nível técnico) que o maranhense, etc. Sabe-se que o técnico anterior (Gilmar Dal Pozzo) tinha colocado ele no banco porque preferia escalar outros atacantes, mas o atual (Gilson Kleina) assumiu recentemente e ele voltou a ser titular.

  7. O diretoriazinha michuruca, temos o percel aqui do lado que foi artilheiro , querem me trazer um desconhecido que em 20 jogos marcou 2 gols, incompetência .

  8. Ainda prefiro o Val Barreto que ano passado foi artilheiro do maranhense com o moto clube. E tem identidade com a torcida e o clube.

  9. O Remo tem Hélio Borges e Wallace 2 garotos bom de bola, não precisa contratar atacante, o Remo precisa contratar um técnico de futebol que entenda de futebol, Hélio dos Anjos seria ideal e tira o retranca Masenrola.

  10. Se o Salatiel não se sente a vontade de jogar série C pelo Remo, é melhor não insistir com esse jogador.

  11. Também acredito nao da certo no Remo, prefere ficar na reserva no nautico, porem, jogador em atividade. O Remo precisa de um lateral direito, e incrivel que o leo moura esteja no imperatriz se nao estiver enganado, apesar de, estar com seus 38 anos, ainda da frutos, porque tem bom toque de bola, cruza bem, resolveria a ala direita, so precisaria de uma cobertura qdo subisse ao ataque, porque a idade ja pesa e o clube ja faria um bom marketing.

    • Leo Moura está no Botafogo-PB. Se lesionou antes da paralisação e passou a quarentena toda no DM e agora que está voltando aos treinos.

  12. Sinceramente, eu não sei em que mundo esses dirigentes do Remo vivem. O atacante Paulo Sérgio (cria da base do Flamengo), estava dando sopa no ABC. Fez o gol de empate que deu o título do campeonato potiguar. Ao todo, em 2020, segundo o site O Gol, fez 14 gols em 19 jogos e parece que ninguém enxerga, não acompanha o futebol brasileiro. Resultado: Já foi contratado pelo CSA.
    Eu não acredito que a situação financeira do Remo esteja tão crítica que não tivesse condições de fazer uma proposta para o jogador enquanto se encontrava no ABC. É muito despreparo profissional. Ninguém merece.

Comments are closed.