Mazola Júnior
Mazola Júnior

O Remo intensificou o apelo para que cresça a adesão ao mais novo plano do programa Nação Azul, o “Mais Querido”. O presidente Fábio Bentes e o técnico Mazola Júnior postaram vídeos nas redes sociais dando detalhes do projeto e conclamando a torcida para ajudar a equilibrar as contas do clube.

O plano “Mais Querido”, lançado na semana passada, possui duas faixas de preço e garante, aos adeptos, entrada livre em todos os jogos do Remo como mandante assim que as competições forem retomadas, com vigência até 31/12. A iniciativa da diretoria azulina funciona como uma espécie de pacote emergencial aos cofres do clube, esvaziados em razão da paralisação do Parazão e a consequente queda brusca das receitas.

“Se você aderir a esse projeto, terá direito a acesso gratuito a todos os jogos de mando do Clube do Remo até o final da temporada 2020, independente da competição que a gente esteja disputando. Além disso, você terá direito a todas as vantagens que um sócio-torcedor tem: descontos nas lojas do clube, desconto nos parceiros Nação Azul e terá entrada exclusiva nos jogos”, detalhou Fábio Bentes.

O plano possui duas faixas de preço: R$ 299,90 para ingressos de arquibancada e R$ 499,90 para o setor de cadeiras. A taxa é única e pode ser parcelada no cartão de crédito em até 3 vezes. A adesão é feita pelo Whatsapp (91) 98417-3644.

Também em postagem nas contas do Leão nas redes sociais, Mazola Júnior revelou que entrou para o plano e anunciou uma premiação aos torcedores que também aderirem: o sorteio uma anuidade.

“Quando voltamos aos jogos, vamos sortear esse plano entre todos aqueles que adquiriram o plano ‘Mais Querido’, para que assim você possa presentear algum familiar seu”, explicou o treinador.

Paralelamente à busca por novas receitas, outra ação tomada pelo Leão é a redução de gastos. Além de cortes com fornecedores, 2 jogadores tiveram contratos rescindidos: o lateral-direito Nininho e o atacante Jackson. Mais atletas devem deixar o clube nas próximas semanas.

Até o momento, o Remo teve garantido auxílio de R$ 200 mil da CBF por estar na Série C, porém o valor é considerado insuficiente para bancar o clube ao longo da crise, que já entra em seu segundo mês.

Globo Esporte.com, 26/04/2020

3 COMENTÁRIOS

  1. ESTÃO PRETENDENDO MUDAR O ESCUDO DO CLUBE DO REMO CR POR UMA RIDICULA ANCORA TOTALMENTE SEM NOÇÃO, ESTA ÂNCORA VAI SIMBOLIZAR QUE O CLUBE E O TIME ESTÁ TRAVADO COM UM NAVIO NO CAIS DO PORTO NÃO AVANÇA, NÃO PROGRIDE. A TORCIDA AZULINA TEM POR OBRIGAÇÃO QUE ISTO NÃO ACONTEÇA ATRAVÉS DE MANIFESTAÇOES CONTRA ESTA INFELIZ IDÉIA. A CAMISA DO CLUBE DO REMO É UMA DAS MAIS BONITAS DO MUNDO NÃO HÁ NENHUMA NECESSIDADE DE MUDAR POR UMA RIDÍCULA ÂNCORA QUE SIMBOLIZA QUE O TIME ESTÁ TRAVADO, PARADO, ESTAGNADO. ALÔ PRESIDENTE A TORCIDA REPUDIA A MUDANÇA DO ESCUDO DO MAIS QUERIDO.

    • Não procede essa informação. O escudo que circula nas redes sociais foi feito por um designer gráfico que postou em sua conta no instagram alguns escudos de clubes (incluindo o Remo) em versões alternativas. Não tem nada de ação oficial do clube envolvida nisso.

Comments are closed.