PSC 1x1 Remo (Eduardo Ramos)
PSC 1x1 Remo (Eduardo Ramos)

Remo e Paysandu ainda terão jogos pela frente na Série C do Brasileirão, mas os bastidores para a realização dos 2 clássicos Re-Pa que definirão o campeão do Parazão 2020 já estão intensos. Um deles é sobre a arbitragem para o confronto.

O presidente bicolor Ricardo Gluck Paul afirmou que pedirá arbitragem completa da Fifa – árbitro e assistentes – para as partidas entre azulinos e bicolores.

O Remo, entretanto, adota cautela. O presidente Fábio Bentes disse que o clube ainda avalia a situação para tomar uma decisão.

O último árbitro Fifa a apitar um clássico entre Remo e Paysandu foi Wagner do Nascimento Magalhães, do Rio de Janeiro. O confronto, válido pela 7ª rodada da fase de classificação do Campeonato Paraense, terminou empatado em 1 a 1.

O último apitador paraense a comandar um Re-Pa foi Dewson Fernando Freitas da Silva, no jogo de ida da semifinal da Copa Verde do ano passado, que terminou empatado em 0 a 0.

Globo Esporte.com, 21/08/2020

9 COMENTÁRIOS

  1. Lembrem-se que a Dewson era do quadro da FIFA até aquele “erro proposital” no RExPA, quando deixou seu coração de mucura falar mais alto. Depois disso, foi defenestrado da arbitragem internacional. Isso foi um castigo para ele aprender a separar as coisas. Nunca mais deverá retornar.

    • O Remo dispensou tem que ser bem claro:
      Dewson de Freitas está definitivamente, proibido de Pitar jogos do Remo

  2. O Remo tem que solicitar mesmo que todo o trio seja de outro Estado, pq não dá pra aceitar que ninguém viu o pênalti que o Perema cometeu (metendo o braço na bola) contra o Paragominas.

  3. Quem apitou aquele jogo em que o tal Nicolas se jogou na área e deu pênalti? Não lembro se foi o Luiz Flávio de Oliveira ou outro. Mas, quem tenha sido, evitar esse nome que apitou aquele jogo.

  4. O Remo tem que ser superior e vencer com propriedade pois se depender da neutralidade de arbitragens é difícil. Na CBF tem gente perigosa também, e tenho notado tendência mesmo nas arbitragens de fora, CBF. Na FPF, já se sabe disso, eu penso, a tendência é nítida. Para mim, essa situação desse presidente bicolor quanto a polemizar data de inscrição de jogador do Remo e pedir arbitragem Fifa já é para maquiar ou disfarçar. Tipo aquela situação de “diga que os outros fazem o que você faz”. Muita atenção tem que ter o Remo. Acredito que com os cuidados o Remo vencerá. Quando o Remo ganha título é porque é o bom mesmo. Por isso é o Filho da Glória e do Triunfo. Não tem “marmotagem”, é na qualidade e superioridade.

Comments are closed.