Douglas Packer
Douglas Packer

O presidente Fábio Bentes apresentou ao Condel, na noite desta quinta-feira (04/04), a proposta de uma empresa de material esportivo que está disposta a adiantar R$ 450 mil ao clube para a reforma do estádio Baenão.

A proposta foi aceita pelo conselheiros azulinos e espera a resposta da atual fornecedora, a Topper, para fechar o negócio.

Na proposta apresentada, a empresa faria a confecção dos uniformes do Remo a partir de 2020 e o clube passaria a ter marca própria, com um percentual de 35% nos royalties. Hoje a Topper repassa ao clube em torno de 15%.

A empresa ficaria responsável também pela logística, gerência e distribuição dos uniformes.

O clube ainda faturaria mais 10% sobre as vendas dos produtos nas Lojas do Remo.

A Topper será notificada sobre a decisão e terá um prazo para responder se tem interesse em cobrir a oferta.

O Remo lançou os novos uniformes para a temporada 2019 em fevereiro e possui contrato com a Topper até o final do ano.

O Liberal.com, 05/04/2019

18 COMENTÁRIOS

  1. Interessante a proposta. Ter marca própria não significa que o clube arrecadará 100 %. Tem que haver um fornecedor de material, o produtor do material, enfim, se o Remo ficar com 35% limpos, mais 10% de vendas nas lojas, seria um percentual de 45%, bem maior que o atual de 15%, é isso? Sendo assim, é uma boa proposta, talvez bem perto do percentual que o Clube teria se tivesse que fazer tudo, desde produção,. logística, etc.

      • De qualquer maneira, é melhor que antes. Quem sabe no futuro breve o Remo consiga algo ainda melhor. Já é um passo.

  2. Esse condel faz ó que pelo Clube esses Carneiros falou em Dinheiro todos já dão aval para investir no time?
    Acho que ó Presidente é ah torcida têm que fazer algo.
    Pois quando têm Dinheiro rapaz sei não viu agora fica um bando de carnisas só na cadeira esperando um platô de como esse 450mil
    Rumm

  3. É o estatuto que manda o Presidente ouvir o Condel. Não é porque tem dinheiro envolvido apenas.

    • Consegue outra proposta! Cinco milhões por exemplo! Tem que conseguir acabar o Baenão. Isso prioridade. Se for essa a única proposta recurso que permita. Então que seja.

  4. Proposta interessante sim. Tem que avaliar se existem outros custo envolvidos alem dos que estão postos como que ficariam na responsabilidade da fornecedora, segundo informa a reportagem. Não havendo, é ótima proposta. E maior que 45%, pois é mais 10% sobre 35% (é 48,5%), sendo que hj é 10% sobre 15% (igual a 26,5%). Remo estaria quase dobrando os ganhos com materiais esportivos oficiais.

  5. DESDE QUE O DINHEIRO VA REALMENTE PARA REFORMA DO BAENÃO JÁ É ALGUMA COISA

    • A qualidade dos uniformes desse novo fornecedor é em alto padrão garantido? Produtos feios o cliente não compra!

      Adiantar patrocínio me cheira mal, é pegar dinheiro, torrar e lá na frente faltar para honrar compromissos financeiros do clube, aí correm para pedir empréstimos e endivida o clube, toda vez acontece isso.

      Cadê os 350 mil limpos da camisa Leão de Pedra? Como ficou os 500 mil da Cerpa? Só esses dois dariam os 800 mil necessários para restaurar o Baenão.

      Mas se é para trocar de fornecedor, pelo menos deveriam negociar esses 450 mil a critério de doação do novo fornecedor para o Baenão e não como adiantamento, adiantar é uma furada.

  6. Tem que conseguir reformar o Baenao com toda a estrutura pra a realização de jogos, inclusive noturnos. O estádio é patrimônio do clube que precisa ser preservado. E isso é obrigação do corpo diretivo do Clube do Remo. Eu, como sócio do clube, espero que o estádio seja revitalizado o mais rápido possível. E sempre falo pra as pessoas próximas que o futebol do clube só terá bons frutos com.a priorização das categorias de base, formadas em centros de treinamentos, pois, se continuarmos a “importar” jogadores, o resultado é isso o que se vê: jogadores medíocres e as ações na justiça do trabalho se proliferando.

  7. Sabemos que a entrada destes recursos seria uma boa ajuda. Poderia ser destacado 50.000 para acelerar o projeto do nosso querido Estádio Evandro Almeida: O retorno do rei ao Baenão. Eu percebo que todos os Problemas financeiros do Leão estarão resolvidos quando chegarmos a 70% de sócio Torcedor adimplente. O Leão tem aproximadamente 20.000 sócio Torcedor, hoje a adimplência esta em 3.000 o que representa 15% do total, 70% seria 14,000 sócio torcedor adimplente. Isto vai ocorrer durante o Brasileirão porque o Leão tem um Time competitivo e é mais vantajoso ser sócio Torcedor do que enfrentar Filas para comprar Bilhete. O Leão é Top 15 entre os Times que tem mais sócio Torcedor do Brasil. Para continuar com este Time muito competitivo o Leão vai atingir 70% de adimplência, Hoje é muito difícil fazer gol no Paredão por que a defesa faz muito bem o papel de escudeira do Excepcional arqueiro Vinícius. Com já comentei basta o Leão fazer 1 ou 2 gol que o Leão vence ou o Duelo fica no empate, daqui pra frente a média de Público do Leão vai crescer e este ano o Leão continuará Top 20 entre os Times de maior torcida do Brasil, é o que tem confirmado a Fenômeno, hoje o Leão é o 15º do ranking com a média aproximada de 10.000 Torcedores por partida como mandante.

  8. Pra atual situação do clube acho interessante,mas é impressionante quando se envolve dinheiro essas carniça s comemecam a se manisfestar, bandos de urubus .

  9. A fornecedora não seria a kappa ?
    Não entendi o envolvimento com a bomache. Pode explicar Remo 100% ?

Comments are closed.