Fábio Bentes
Fábio Bentes

O presidente Fábio Bentes informou detalhes sobre a proposta da empresa de material esportivo que foi aceita nesta quinta-feira (04/04), em reunião feita pelo Condel.

Segundo o mandatário azulino, a empresa assumiria a confecção do “manto” a partir de 2020 e estaria disposta a adiantar R$ 450 mil ao clube para a reforma do estádio Baenão.

“Diferente da estratégia de marca própria do nosso rival, que a responsabilidade de operação é toda deles, o Remo vai adotar um modelo ‘híbrido’. Não vamos nos responsabilizar pela venda das camisas, distribuição e cobrança de quem comprou. Isso quem se responsabiliza é a empresa parceira. Só fiscalizamos e acompanhamos os pedidos, temos acesso a toda a fiscalização do processo de compra, tendo controle de tudo o que é feito”, disse.

“Vamos pular dos atuais 15% de comissionamento, para 35% de comissionamento, tendo uma maior liberdade de definir modelos, itens, de ter várias camisas ao longo do ano. Por exemplo, o Fortaleza (CE), no ano passado, teve 7 camisas comemorativas. O Remo, só com a ‘Leão de Pedra’, foi uma ‘novela’. Então a parceria existe de uma forma mais efetiva”, apontou.

“Se levarmos em consideração o que foi vendido com a Topper no ano passado, em torno de 80 mil peças, a gente tem uma perspectiva de venda de R$ 2,5 milhões. Se descontarmos o enxoval (material utilizado pelo próprio clube) no valor de R$ 500 mil, sobraria R$ 2 milhões. Isso dentro do cenário que a Topper informa sobre os uniformes. Se levarmos em consideração que temos um potencial para vender mais, podemos ganhar mais”, analisou.

Sobre o adiantamento de valores para as obras no Baenão, Fábio Bentes deixou claro que o Remo não será prejudicado.

“Com relação a risco por ter que pagar pelo enxoval e pelo adiantamento, o que fiz: o Remo não precisa dar nada lá na frente. Isso será descontado paulatinamente, ao longo do ano. Vamos apurar quanto foi arrecadado no mês, com o clube sempre recebendo algo. É um modelo bom para o clube”, garantiu o presidente do Remo.

Fábio Bentes também comentou sobre a atual fornecedora de material esportivo do clube, que acabou de lançar os uniformes para a temporada 2019.

“A Topper está passando por sérios problemas. Está saindo da maioria dos clubes do Brasil e não tem mais interesse em renovar seguindo esse modelo (de negócio) atual que tem com o Remo. A própria Topper migraria para algo parecida com esse tipo, só que com percentuais financeiros muito menores”, informou.

“Vou notificar a eles (Topper) sobre a proposta que recebemos para o ano que vem. Vou cumprir o contrato até o final do ano. Eles tem 7 dias para responder se têm interesse de igualar ou cobrir a proposta. Se ela quiser igualar, por contrato, ela tem direito. Se não responder ou responder que não tem interesse em igualar, vou para a assinatura do outro contrato”, conclui.

O presidente azulino também ressaltou que em nenhum momento a fornecedora italiana Kappa foi cogitada.

O Liberal.com, 05/04/2019

10 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns ao presidente Fábio !
    Com a torcida apaixonada que temos é uma grande sacada ter a propria marca. Não tenho dúvida que vai ser um sucesso.

  2. Produtos feios o cliente não compra em quantidades suficientes para dar o lucro esperado. Então é de fundamental importância garantir a qualidade dos uniformes ao nível do manto sagrado do Remo.

    Esses 450 mil deveriam ser doados pelo novo fornecedor às obras do Baenão e não como adiantamento.

    Como fica o acordo da camisa Leão de Pedra que a Topper passou ao Remo a preço de custo?

    Uma boa se a Topper fizesse ao Remo a mesma proposta desse novo formador, pois a Topper tem qualidade reconhecida, aí sim, poderia pensar com convicção em receita anual de 2 milhões.

  3. contrate logo presidente o lateral esquerdo do paragominas chamado marcos Vinicius e dois atacantes velozes e mais um meia e mais um zagueiro dede do independente amém tem também o Tiago mandi do galo ele é rápido ok

  4. presidente contrate logo série c ta na porta.pegue logo o dede do galo e o Tiago mandi.pegue também o lateral esquerdo do paragominas marcos Vinicius o homem é bom boa sorte o sr o presidente que vai ficar na história amem

  5. Terminou o Duelo o Leão vai disputar a final. O Marcio Fernandes Falou o Vinicius estava ali pra segurar. Diversas vezes comentei o excepcional Goleiro que é o Paredão, a Vitória foi do Vinicius o banco do Bragantino começou achar graça não tinha Jeito de fazer gol o Paredão fechou o gol. Vinícius é realmente um dos melhores arqueiros do Brasil. Calma e grande elasticidade, parabéns Vinicius e muito Obrigado por esta vitória.

  6. Eu estou revoltado com o técnico Sr. Márcio Fernandes, todo ser humano tem de ter IDENTIDADE e PERSONALIDADE, sem esses adjetivos, ñ se chega aos objetivos.
    A HONESTIDADE consigo mesmo sempre estará em primeiro plano, para se ter SUCESSOS na vida. Este Sr. quase coloca todo um planejamento CARO à poerder-se em alguns minutos.
    E aí, como ficaria a situação do clube, com todo esse prejuizo? Os aprendizes de treinador passam, porém quem amarga as situações difíceis é o clube. Então o técnico não pode ficar pecando por omissão e covardia, isso fica para os medíocres e se o Sr Márcio, não for assim, que faça acontecer, o que realmente a torcida espera dele!
    Estou mostrando a IMPORTÂNCIA, que este CLUBE e tem para os torcedores, cidade Belém e o estado do Pará .

  7. Acho que a ideia é atéd melhor do que o modelo atual, mas por que não adotar logo a marca própria em 100%?
    O Remo precisa levantar capital, reabrir os portões do próprio Estádio, montar um time forte como era na década de 90.
    Desde 2005 (Brasileiro da série C), que não temos um título de expressão no cenário Nacional.
    Fábio, tenha mais ousadia, a torcida quer ver o time no lugar onde ele merece!
    Bom trabalho!

Comentários