PSC 3x1 Remo (Neto Baiano)
PSC 3x1 Remo (Neto Baiano)

Depois do empate sem gols na primeira partida da semi-final da Copa Verde, era de se esperar que o confronto entre Remo e Paysandu deste domingo (06/10), fosse marcado pela tensão, já que ambos precisavam dessa vitória para seguirem vivos na competição.

A rivalidade acumulada ao longo de 751 duelos chegou ao seu ápice com a vitória do Paysandu, que fez um belo jogo e acabou derrotando o Remo com um placar de 3 a 1, com todos os gols marcados no segundo tempo da partida.

O jogo começou cheio de paralisações, que deixaram o início da partida em um ritmo mais lento, enquanto as jogadas eram trabalhadas.

Aos 18 minutos, depois de um ataque com perigo do Remo, a defesa bicolor mandou para escanteio. Zotti cobrou na área e Marcão aproveitou uma falha adversária para subir sozinho e cabecear com força, que quase abriu o placar, mas a bola foi defendida por Giovanni.

O Remo perdeu o gol da partida aos 41 minutos, quando Ramires tabelou com Neto Baiano e recebeu na área e de frente para o gol. Sozinho, ele bateu muito mal na bola e mandou um chute fraco e sem rumo, cruzado, que foi para fora.

Aos 44 minutos, um lance nervoso fez todo o estádio ficar roendo as unhas. Vinícius Leite chutou e acertou a trave. A bola voltou nos pés de Nicolas, que mandou na trave novamente e, mais uma vez, ficou com o rebote. Nicolas tentou mais uma vez, mas o goleiro Vinícius conseguiu espalmar. Na sobra, Hygor tentou a quarta finalização, mas o zagueiro Marcão se colocou na trajetória e impediu o gol, salvando o Leão. Que aflição!

Por fim, no último lance do primeiro tempo, o ataque azulino avançou por toda lateral direita bicolor, Gustavo Ramos cruzou, a bola passou por todo mundo na área, inclusive pelo goleiro Giovanni, que furou no encaixe, mas Micael conseguiu se esticar e colocar para fora, cedendo um escanteio.

Logo aos 3 minutos da etapa complementar, Vinícius fez uma grande defesa ao conseguir uma bela defesa em chute de Hygor Silva, que recebeu passe de Primão e mandou de primeira para o gol. Apesar do curto espaço, o goleiro azulino espalmou e conseguiu afastar o perigo.

Aos 13 minutos, saiu o gol que vinha sendo desenhado por um Paysandu mais bem organizado no segundo tempo. Com um cruzamento longo para dentro da área, Nicolas desviou de cabeça para o centro, Vinícius escorregou na tentativa de interceptar a bola e ela sobrou para Hygor abrir o placar para no Mangueirão.

O Remo tentou reverter a situação em diversas jogadas, como aos 30 minutos, quando o zagueiro Marcão arriscou de longe e mandou colocado, em direção ao gol. Seria um golaço, mas a bola passou raspando o travessão e balançou a rede apenas pelo lado de fora, sobre o gol.

A chance de empate escapou pelos dedos, mas a próxima seria bem aproveitada pelo Leão.

Aos 37 minutos, uma grande confusão na grande área do Paysandu após Uchôa perder a bola, fez com que os jogadores fizessem um malabarismo, tocando de um para o outro. O único que conseguiu dar algum sentido para o bate-rebate que se formou foi Neto Baiano, que ao receber a sobra, mandou para a rede e deixou tudo igual: 1 a 1.

A alegria do Remo durou pouco, já que uma reação fulminante do Paysandu, fazendo 2 gols em 2 minutos, acabou com todas as chances azulinas.

Aos 45 minutos, Nicolas recebeu uma bola cruzada por Bruno Collaço, pela esquerda e, livre na área, cabeceou com força, de cima para baixo, deixando Vinícius sem chances de defesa.

Logo na sequência, Léo Baiano aproveitou a defesa do Remo aberta, recebeu a bola na entrada da área e chutou cruzado, fechando o placar em 3 a 1, aos 47 minutos.

O Liberal.com, 06/10/2019

22 COMENTÁRIOS

  1. Quando se traz uma técnico inesperiente sem rodagem para comandar um time grande como Remo que disputa um dos maiores clássico do mundo só poderia da nesse desastre, além bdo mais, com um plantel muito abaixo do que o Remo merece.

  2. Como já falei em outras oportunidades era previsível essa derrota é um elenco bichado que não passa confiança tem que ter mudanças urgente ou Remo continua nessa time Regional sem perspectiva nenhuma

    • No proximo ano a cbf vai criar o campeonato brasileiro de promessa ai o remo é favorito, porque nos ultimos anos sai dirigente entra dirigente e é tudo so promessa não acontece nada fica tudo na mesma

  3. Temos que esquecer o passado de viver do passado e entender a nossa realidade nossa realidade é de time pequeno time regional com torcida Grande só nos resta saber se queremos ser grande aí que tá o X da questão

  4. Eu já tinha falado aqui que Eduardo brahma, vovô baiano , yuri, etc…etc, não tinha condições, só velhos e Cachaceiros, por enquando o Remo ainda não é um clube profissional, é um time de peladeiros, inclusive o técnico que passou a semana inteira falando em mudanças, enganando os torcedores e o que aconteceu? a mesma coisa, a mesma mediocridade, o técnico não tem palavra, não é profissional, pois é amador, então agora só resta o presidente escolher, se vai ficar com esses armadores, velhos, Cachaceiros ou não!!!

  5. Aí eu pergunto pra esse técnico mentiroso, cadê o hélio, cadê o Roni, cadê o pingo, cadê o lailson, falou a semana toda em mudança e não mudou nada, por favor seu Eudes, vá embora seu mentiroso!!!!

  6. Sério, eu sempre disse não e treinador e Aux coisa que o neto é ! mais o Remo, só faz merda encima de merda. caralhoooo time já e fraco e ainda trás um bosta desse só fez merda. Remo meu Deus não aguento mais tanta derrota time que joga sem treinador e sem qualidade alguma

  7. Diretoria, Comissão Técnica, Jogadores que vinham participando dos jogos da série C e Copa Verde, todos sem vergonha na cara, perder três vezes este ano pra esse time ruim do PSC, fui no campo ontem e vi o time do remo bando de pernas de paus, ruins, sem preparo físico, sem vontade de ganhar a partida, parece que o placar de 3×1, no foi normal, para esses bando de sanguessuga, que querem enterrar o remo e, o pior que a diretoria já falou que vai manter uma base pro ano que vem com esses perebas, aí é sofrimento novamente no campeonato paraense.

  8. Esse Eudes Pedro é um sem noção. O cara não manja PN de futebol.
    Eu acho que o Agnaldo deveria voltar a ser auxiliar técnico fixo do Remo, pra quando o técnico principal fosse demitido, ele assumisse interinamente para que a diretoria não contratasse mais essas baratas tontas como esse dublê de treinador.

  9. O presidente do Remo meu time é honesto, um bom administrador porém frouxo e medroso não sabe se impor com os jogadores com o técnico era pra ele fortalecer o time pra copa verde e lutar até ser campeão mais preferiu apostar num treinador amador e um monte de jogadores ruim sem vibração sem garra taí o resultado….

  10. atenção aos torcedores que querem que o técnico va embora eu pergunto pq vcs nao vão treinar o remo la o técnico foi o que teve menos culpa mais vcs sao muito imediatista tem que ser mais paciente

  11. O Leão é uma vitrine Internacional, quando o Time começa a engrenar começam as ofertas de outros Clubes, e assim o Leão fica dependendo da evolução de novos talentos ou de novas contratações que podem dar certo ou não. O Leão ficará com uma boa base porém os novos que estão sendo contratados para 2020 devem reforçar esta base. É lógico que teremos muito mais sócio torcedor em 2020 do que tivemos em 2019. porém não adianta atingir 15.000 sócio torcedor adimplente se os novos como Lukinha, Polaco etc… ou outros craques que brilharam em seus Clubes em 2019, não corresponderem com a camisa do Maior do Norte.O Leão terá muito mais condições Financeiras de ser tri campeão Paraense, entretanto não significa ter um bom financeiro, que garantirá o tri no Parazão. Hoje não existe no Pará um Time que levante a paixão do Torcedor como o Leão. É preciso determinar na cabeça dos craques da base do Leão e dos novos contratados que terão a missão de levar o Leão ao tri campeonato Paraense caso contrário o Leão será obrigado a demitir muitos para formar um nova base, não resta dúvida que o Leão deverá continuar batendo recordes de média de Público, seremos possivelmente 12.000 sócio torcedor adimplente mais não aceitaremos que esta base formada em 2019 não levante o caneco de tri campeão Paraense e também alcançar o acesso.

  12. Eu posso afirmar que o Leão tem um bom Time porque tem a maior e mais apaixonada torcida do Norte, entretanto não posso afirmar que o Leão deverá sempre ter o melhor Time porque é o maior do Norte. Perdemos uma importante batalha porém a guerra continua e poderemos ter o melhor Time em 2020 porque somos a Maior e mais apaixonada Torcida do Norte, o Leão sempre será a minha paixão, eu não tenho dúvida que em breve o Leão não será apenas Maior, o nosso querido também voltará a ser o melhor Time do Norte.

  13. tem que contrata um tecnico que tenha esquema tatico atualizado competente e não medroso que nem esses dois ai porra deixa os moleques todos no banco e coloca esses monte de velhos no meio campo repense esses nomes que ja estam com contrato para proxima temporada..

  14. Paulo André, seu fanfarrão, a culpa dessa derrota é por o técnico Eudes ser frouxo e ter escalado e substituído ERRADO. Primeiro deixar o Rony na reserva jogar Cesinha; substituir todos os meias e por penca de atacantes é deixar o time sem cérebro.
    Por fim nos dois jogos do Clássico não dobrar a marcação no lateral do papinha Colaço é atestar cegueira plena. Foi dali que veio a derrota.

  15. Futebol parece jogo de dominó, quando no início da partida temos as melhores pedras parece que vamos ganhar, entretanto qualquer vacilo como jogar uma pedra errada podemos perder. Veja que no duelo desta semifinal da Copa Verde o Leão tinha tudo para decidir na disputa de pênalti. Com Vinicius inteiro o Leão teria grandes chances de vencer. Arriscamos para não ir para os pênaltis, no meu entender este foi o vacilo não poderíamos arriscar tanto já que nos pênaltis a vitória poderia ser do Leão. Concordo que o PSC também teria de arriscar porque nos Pênaltis eles poderiam perder, eles tiveram melhor sorte e conseguiram os gols nos minutos finais do duelo. Concordo com Eudes Pedro ele já sabe o suficiente para levar o Leão a ser Tri campeão do Parazão em 2020. A diferença do futebol para o dominó é que o futebol precisa de Torcida, de um bom técnico de jogadores esforçados e bom de bola, e por incrível que pareça precisa também de sorte. O Leão tem a maior Torcida do Norte, podemos considerar Eudes Pedro como já em condições de levar o Leão ao Tri Paraense, temos jogadores bom de bola porém falta mais esforço mais dedicação ao defender o Manto Azul porque a sorte está fora do controle humano.

Comentários