Regata
Regata

Foi realizada na manhã deste domingo (03/06), na Baía de Guajará, a 3ª regata do Campeonato Paraense de Remo 2018. O Remo foi o vencedor, com 5 primeiros lugares. O Paysandu ficou em segundo, com 4 vitórias e a Associação Guajará, em terceiro, com 3. A Tuna não ganhou nenhuma prova.

A equipe azulina segue na liderança do campeonato, com 103 pontos, enquanto o Paysandu soma 88. A Associação Guajará tem 42 e a Tuna tem 2 pontos.

No final, logo após o Remo ter vencido a prova de Oito-Gigante, irrompeu uma briga entre dirigentes bicolores e azulinos, com socos de ambos os lados.

“Fui comemorar nossa vitória e fui agredido por ele (Ulisses Sereni, diretor de Náutica do Paysandu)”, disse John Vasconcelos, diretor do Remo, afirmando ainda que na regata passada o Paysandu ganhou, comemorou e não houve nenhuma atitude agressiva do Remo. Vasconcelos disse que vai representar contra Sereni.

“Ele veio para cima de mim e me defendi”, argumentou o diretor bicolor.

A confusão não foi maior devido à intervenção de outros dirigentes, inclusive do presidente do Paysandu, Tony Couceiro.

“A regata é um esporte nobre, não pode ter esse tido de desavença. Infelizmente, hoje (domingo) houve esse problema. Foi triste presenciar essa confusão, principalmente quando temos convidados de outros estados prestigiando a nossa regata”, lamentou.

Gutemberg Milet, 44 anos, presidente da Federação de Remo de Pernambuco, e Magali Moreira de Souza, da Federação Internacional de Sociedades de Remo (Fisa), convidados da Fepar, prestigiaram a regata paraense. Serenados os ânimos, o presidente da Fepar, Luciel Caxiado procedeu as entregas dos troféus de primeiro, segundo e terceiro lugares.

O Liberal, 04/06/2018

Comentários