Ribamar – Foto: Sílvio Garrido
Ribamar – Foto: Sílvio Garrido

Ao assumir o comando do Clube do Remo, o técnico Rodrigo Santana precisou lidar com um problema que vem tirando o sono do torcedor – a presença do atacante Ribamar, que em 19 partidas na temporada, marcou apenas 2 gols, mesmo tendo sido contratado com essa finalidade.

As críticas sobre o camisa 9 do Leão, inclusive, vêm afetando o emocional do próprio atleta, que esteve, recentemente, muito perto de deixar o clube.

Ao tomar conhecimento do problema, Rodrigo Santana tomou para si a responsabilidade de ajudar Ribamar a reencontrar o caminho dos gols e uma possibilidade real parece ser uma dupla com Ytalo, outro atacante do elenco, autor de 6 gols em 18 jogos.

Essa possibilidade foi ventilada pelo treinador durante entrevista concedida nesta sexta-feira (31/05). Quando questionado sobre os dois jogadores, Rodrigo falou sobre o que viu e como pode encontrar um meio de aliviar a pressão em ambos.

“Hoje consegui enxergar no Ytalo um jogador muito diferente em relação a forma (de jogar) do Ribamar”, disse.

“Enxergo Ytalo com uma maior presença de área, um potencial de arremate muito preciso. É um jogador que não vai entregar muito no aspecto de correr, acompanhar sem a bola, mas é muito inteligente e consegue preencher os espaços sem a bola”, pontuou.

“Ribamar é de mais força, contato. Se for necessário acompanhar um volante, um lateral, ele vai. Ele tem essa condição física. Vejo ele como um segundo atacante, tendo essa mobilidade. Todas as chances de gol que ele cria ocorrem pela movimentação”, avaliou Santana.

A teoria do treinador se mostra um verdadeiro desafio. Até o momento, os dois já estiveram em campo juntos algumas vezes, mas jamais iniciaram uma partida formando a dupla de ataque.

“De repente, se tivermos um centroavante de referência (Ytalo) que consiga segurar os zagueiros, que chame essa responsabilidade, isso pode gerar maior espaço para que Ribamar tenha mobilidade. Ainda não testei os dois, mas pode ser uma alternativa dentro do jogo”, considerou.

A última partida de Ribamar foi no dia 19/05, contra o Tombense (MG), no Baenão. Na ocasião, o atacante perdeu um pênalti e saiu bastante vaiado pela torcida. Ele e Ytalo estiveram em campo juntos durante o segundo tempo, mas a dupla fracassou e o Remo saiu de campo com um insosso empate em sem gols.

“Ytalo está voltando de uma lesão. Aos poucos, estamos encaixando as peças, vendo quem tem mais química para fazer essas tabelas individuais e em conjunto, além do mental. Precisamos manter o time bem após uma boa partida para que eles tenham maior confiança”, encerrou.

O Leão volta a campo neste sábado (01/06), a partir das 17h00, para enfrentar o Sampaio Corrêa (MA), no estádio Castelão, em São Luís (MA). O jogo é válido pela 7ª rodada da Série C e terá transmissão ao vivo pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora.

O Liberal.com, 01/06/2024

6 COMENTÁRIOS

  1. Ribamar pode ser utilizado sim como um atacante de beirada,tem força e velocidade ,só não pode darem pênalti para ele bater, é muito esforçado mas um péssimo finalizador.

  2. Meus Deus! Mas um inventor. Acho que o empresário do Ribamar é muito poderoso, pq ninguém consegue tirar esse zero a esquerda do Remo. Pelo amor de Deus, alguém nos ajude. Alô CONDEL!!!!

  3. Tem que mandar esse Ribamar embora, ou remo não dinheiro pra pagar a rescisão é só colocar ele pra treinar meio dia, será que tem alguma cláusula com multa se ele não jogar, aí é burrice demais desse Papelin…

  4. Parafuso aperta na cabeça. Só teremos mudança com a troca do presidente, por consequência vem a troca do Papellin, da comissão técnica e dos jogadores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor informe seu comentário!
Por favor informe seu nome aqui