Fábio Bentes
Fábio Bentes

Em entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (11/02), o presidente Fábio Bentes disse que o clube está com dificuldades de honrar a folha de pagamento. De acordo com o mandatário azulino, isso ocorre devido ao baixo comparecimento da torcida remista nas partidas do clube no Campeonato Paraense, já que a bilheteria seria uma das principais fontes de renda do clube no início da temporada.

Bentes falou também sobre os valores dos ingressos comercializados nos jogos do time e dos problemas financeiros que a diretoria vem enfrentando.

“Gostaria de explicar que o preço do ingresso não é decidido do nada. Uma série de fatores é levada em consideração, entre eles, nossa capacidade de investimento para determinado período. É importante que o torcedor entenda algumas situações que estão acontecendo no clube. Primeiro, quando o ano inicia, começamos sem receita, pois tanto a verba de transmissão de campeonato, que gira em torno de R$ 800 mil, quanto a do Banpará para o Campeonato Paraense, em volta de R$ 500 mil a R$ 600 mil, já estão destinadas à Justiça do Trabalho. Ou seja, na somatória dessas receitas, em torno de R$ 1,5 milhão não entra no Remo. Este acordo existe desde 2014, para pagar dívidas trabalhistas”, disse.

“Paralelo a isso, tivemos o rebaixamento, que não estava nos planos de ninguém. Estamos iniciando sem nenhum tipo de cota de transmissão do Campeonato Brasileiro. Teremos uma ajuda da CBF, com uma parcela de R$ 250 mil, que só vai chegar mais à frente. No momento, o que temos de certo é a receita da bilheteria e do aspecto comercial do clube, como venda das camisas e produtos”, apontou.

“Só esse valor, sem bilheteria, não faz frente à folha de pagamento. Então, quando definimos o valor dos ingressos, estava associado ao que precisaríamos para fazer frente às despesas mensais do Clube do Remo, para que não voltássemos à situação que existia antes de assumirmos, que era o constante atraso salarial, o que não é agradável para ninguém”, explicou o mandatário.

Devido a essa necessidade de formar receita, Fábio explicou que o Remo aumentou o preço dos ingressos nas últimas partidas. Apesar disso, no próxima compromisso do clube no Parazão, contra a Tuna, a diretoria planejou uma promoção no valor das entradas.

“Para o jogo contra a Tuna, decidimos fazer uma promoção: os primeiros 1 mil ingressos, dos 2 lados (Almirante e 25) custarão R$ 20. A partir disso, o preço de ambas as bancadas será fixado em R$ 30. É uma partida estratégica e estamos atendendo aos pedidos dos torcedores. Monitoramos as redes sociais e vimos alguns argumentos pertinentes contra os preços dos ingressos”, disse Fábio.

Sobre contratações para a sequência da temporada, o presidente afirmou que tudo vai depender da capacidade e arrecadação do clube. Por conta disso, ele explicou que é necessário que os torcedores compareçam ao estádio no próximo jogo.

“Tenho a expectativa que possamos recuperar isso no domingo (13/02). Apesar disso, mesmo que a gente lote a casa, não vamos arrecadar o suficiente. Estou pensando em outras alternativas, porque não quero deixar os salários atrasados”, explicou.

Fábio Bentes avisou que não fará loucuras financeiras, pois caso não honre os compromissos, as consequências serão grandes. Ele ressaltou, novamente, a importância de que o Remo consiga boas arrecadações de bilheteria para que possa formar um time com jogadores melhores e, consequentemente, uma equipe competitiva.

“Todos sabem que fazemos uma gestão pé no chão. Quando assumimos o clube, não prometi sonhos e nem loucuras, mas gastar só o que o clube arrecada. Então, quando não conseguimos gerar uma arrecadação financeira que seja satisfatória, fica difícil voos maiores, pois não vou me comprometer em pagar e, no fim do mês, não ter dinheiro. Só temos a perder com isso. Se tiver que fazer uma escolha entre um time que custe menos, mas que consigamos pagar, e um que custe mais, mas que começamos a ter atrasos de salários, sabendo das consequências, vou sempre optar por gastar um pouco menos, mas que a gente consiga pagar. Então, a importância para conseguir boas bilheterias está diretamente ligada com a capacidade de investimento, portanto, com a capacidade de contratar melhores jogadores”, finalizou.

O Remo enfrenta a Tuna neste domingo (13/02), às 18h, no estádio Baenão, em Belém, em partida válida pela 5ª rodada do Parazão.

O Liberal.com, 11/02/2022

8 COMENTÁRIOS

  1. Contrata jogador bom quena torcida vai comparecer ao estádio,agora com um bando de perna de pau não dá pra ir ao estádio!?!

  2. FENOMENO AZUL,precisamos ajudar a Diretoria neste momento comprando ingressos e Socio Torcedor,se é que queremos voltar a série B e ter um bom Time,com peças de reposição que estamos precisando;VAMOS AJUDAR!!Você não vai ao Estádio??Mas COMPRE SEU INGRESSO!!!!!!!!!

  3. Fábio Bentes, grande incompetente, esta situação é de tua responsabilidade. Assuma as consequencias do rebaixamento provocado por ti ou entrega o lugar.

  4. Só chegou a essa condição por culpa da tua passividade. Time caiu com 1% de chance e para um time já rebaixado na ultima rodada. Fica falando essas asneiras e a imprensa cai em cima. Muito bisonho, pqp!.

  5. FABIO BENTES TEM QUE TER É CORAGEM, CADE TEUS ANALISTAS DE CONTRATACAO, TU QUERES A ARQUBANCADA LOTADA, ???? TRÁS JOGADOR QUE PRESTE E NÃO ESSAS PORCARIAS QUE ESTÃO AI. CORAGEM É TUDO !

  6. FABIO BENTES MERCENÁRIO, QUE TIRAR UMA COM A TORCIDA , AGORA TA PEDINDO AJUDA , SO CONTRATA JOGADOR APOSTA, PEDE PRA SAI

  7. e por alguns torcedores que tem cabeça de camarao e que o Remo vivi nessa situação muito bem presidente não vá atrás de comentarios idiotas de um cidadão! Pergunte pra ele se o mesmo que trabalhar e não receber o salário no final do mês quero vê se ele ajuda se é socio torcedor esse torcedor de Radio e tv.

  8. Já se esperava isso. O time poderia está na série B. Sem investimento em um bom time, você presidente irá levar o remo ao patamar que estava, pela falta de coragem e competência nas contratações. Em qualquer empreendimento, tem que haver investimento, correr riscos. Dá para notar que você perdeu sua motivação para nosso time a grande realizações. O torcedor já confiou e deu até mais do que o time merecia desde o ano passado, e as decepções foram grandes.

Comments are closed.