Igor Fernandes
Igor Fernandes

Na próxima sexta-feira (19/11), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), a partir das 19h, o Remo entra em campo para encarar o Vasco (RJ) no penúltimo compromisso da equipe na Série B do Brasileirão na temporada.

Para o Leão, a partida é primordial para evitar a queda. Em caso de derrota, é possível que a equipe chegue à última rodada no Z4. O lateral-esquerdo Igor Fernandes falou sobre a importância do confronto.

“Entendo como um jogo fundamental. Ainda restam 2 jogos para terminarmos o campeonato, para definir nosso ano. É um jogo importante. Temos que deixar o que já aconteceu para trás e focar, se concentrar nos últimos detalhes que o professor Eduardo (Baptista) vai passar para nós. Será uma partida que define as coisas para nós. Ao contrário do Vasco (RJ), que tem uma grande equipe, mas não tem mais pretensões neste campeonato, vamos jogar o jogo da nossa vida”, destacou.

A pressão sobre os azulinos é enorme. A equipe vem em uma queda sem freio na classificação e algo precisa mudar! Dos últimos 30 pontos disputados, apenas 5 foram conquistados, com o Leão sendo derrotado 7 vezes nesse período.

Igor Fernandes quer os azulinos com o nível de concentração elevado para que possam sair dessa situação de alerta vermelho.

“Nas últimas 10 partidas, nossos resultados não foram bons, tivemos apenas 1 vitória. Acredito que foi por falta de concentração. Alguns jogadores estavam no Departamento Médico também. Acredito que essas coisas influenciaram em nossa queda de rendimento, mas temos que tirar nossas forças de dentro. Cada um precisa manter o nível de concentração em cima e juntar como um grupo para dar a volta por cima e atingir nosso objetivo principal”, ponderou.

Quando uma equipe entra em uma fase ruim, muitas interrogações surgem para adivinhar-se qual o problema. Elenco rachou? Salários atrasados? O time não sabe lidar com as cobranças do torcedor? Muitos questionamentos aparecem, mas Igor garante que os azulinos estão fechados e que a equipe está preparada para surpreender os vascaínos.

“Precisamos manter a tranquilidade, ajustar algumas coisas que não estamos fazendo em campo, cada um se concentrar e dar o melhor de si. Só dependemos de nós. Têm times que estão em uma situação pior e dependemos das nossas próprias forças. Se cada um se concentrar, fazer o que sabe de melhor, temos chances de alcançar a permanência na Série B. Sinto que nosso ambiente ainda é bom. Nossa equipe está preparada. Estamos indo para São Januário jogar com a cabeça boa, assimilando as coisas novas que o professor Eduardo Baptista está passando. A permanência só depende da gente e estamos confiantes que isso irá acontecer”, finalizou.

Diário Online, 17/11/2021

5 COMENTÁRIOS

    • Não fizeram porque o técnico atrapalhava com suas improvisações. Se Deus quiser vai dar tudo certo.

  1. A seis rodadas o discurso é esse, o jogo da nossa vida. Bom, mas espero que a sorte vire para o nosso lado.

Comments are closed.