Anderson Uchôa
Anderson Uchôa

Pela primeira vez de forma oficial, o volante Anderson Uchôa falou como atleta do Clube do Remo. Em entrevista coletiva, o jogador foi questionado sobre como se deu a negociação com os azulinos, já que ele havia sinalizado de forma favorável para uma proposta de renovação com o Paysandu.

“Estava em casa. O Remo entrou em contato com o meu empresário. Tomei a decisão junto com minha família e achamos melhor vir para o Remo”, contou.

É o segundo Campeonato Paraense que o atleta disputará. Uchôa foi campeão em 2020 com a camisa bicolor, marcando até um gol na final contra o Remo.

“É um campeonato que ocorre com chuva, mas temos um time forte e um elenco competitivo. Estrear bem e com vitória, fazendo o que sei, que é jogar bem”, ressaltou.

Dentro do elenco azulino, há outros jogadores que já atuaram pelo Paysandu, casos do volante Lucas Siqueira e do lateral-esquerdo Marlon.

“Já sei um pouco da atmosfera, mas o futebol não tem mistério. É entrar em campo e fazer o meu futebol”, disse.

O atleta também comentou a respeito do insucesso na Copa Verde 2020, após a perda do título na última quarta-feira (24/02).

“Aqui sempre vai ter pressão. Agora a Copa Verde já passou. Temos que pensar para frente, não tem tempo para ficar lamentando”, falou.

Por fim, Anderson Uchôa esclareceu sobre a lesão no púbis, a partir de uma outra lesão muscular localizada na coxa direita, que o tirou da reta final da Série C, quando ainda representava o Paysandu.

“Todos sabiam da minha lesão, fiquei fora do quadrangular final. Pessoal (do Remo) falou que não precisava me preocupar. Eles falaram que me deixariam em condições”, revelou.

O Liberal.com, 25/02/2021

5 COMENTÁRIOS

  1. O meu comentário no momento é contra o Bonamigo, o que ele tem contra o jovem atacante Ronald que não colocava o rapaz pra jogar

    • Acho que o caso do Ronald é disciplinar, deve ter aprontado alguma e se queimou com o Bonamigo, não adianta vir a publico com isso, só vai queimar mais o garoto, acho que deveria ser emprestado para outro clube até o fim do seu contrato e siga com sua vida, aprendendo com seus erros

  2. Mas se foi disciplinar, o Gedoz também errou e continuou com oportunidades…
    Dois pesos, duas medidas. Será?

Comments are closed.