Sílvio Canuto
Sílvio Canuto

De volta à equipe principal do Londrina (PR) após uma passagem pelas categorias de base do clube, o técnico Sílvio Canuto vai substituir, na partida deste sábado (16/01), contra o Remo no Mangueirão, de forma interina, o técnico Alemão, diagnosticado com a Covid-19 na última sexta-feira (08/01).

Após o empate do final de semana com o Ypiranga (RS), no estádio do Café, o Londrina (PR) passou a não depender apenas de si para chegar à Série B. A conta é simples: o time paranaense precisa vencer o Remo e torcer para que o Paysandu não vença o Ypiranga (RS), jogando em Erechim (RS).

Apesar do tropeço na última rodada, Sílvio garante que o elenco está motivado e tratando o duelo com o Remo como o “jogo da vida”.

“Encontrei um elenco bem motivado, um pouco triste pela situação que chegou, claro, não dependendo apenas de si, mas é um elenco que está acreditando no último duelo que vamos ter, sabendo que será o jogo da nossa vida, que vai definir muitas coisas para o nosso futuro”, disse.

“Temos que levar essa tranquilidade, união, responsabilidade, para dentro de campo. É dar o nosso melhor dentro de campo para buscar a vitória. Temos chances, embora ela tenha ficado um pouco mais difícil do que estava antes do empate em casa, mas a chance é real. Claro que não depende só da gente, dependemos de um outro resultado, mas temos que ter a cabeça tranquila, focar neste jogo, saber que será muito difícil. É um jogo decisivo, mas temos que procurar fazer a nossa parte”, disse.

Indiretamente, Remo e Paysandu farão um clássico no próximo sábado (16/01). Caso não vença o Londrina (PR), o Remo poderá eliminar o rival bicolor, deixando-o por mais uma ano na Série C do Brasileirão.

Embora esta possibilidade seja real, Canuto não acredita que haverá “corpo mole” por parte dos azulinos para prejudicar o Paysandu.

“Não existe, não é porque eles conseguiram o resultado, a classificação, que vão fazer corpo mole. É uma partida que se torna mais perigosa e mais difícil. Temos que encarar com essa responsabilidade e saber que, apesar da classificação do Remo, vai ser um jogo super difícil, pela qualidade, pela determinação que tem os jogadores do clube. Estamos atrás do nosso objetivo. Vamos lá, com responsabilidade, com muito foco, mas vamos atrás da vitória”, apontou.

Para este jogo, o técnico só terá apenas um desfalque. Com 3 cartões amarelos, o volante Marcel não fará parte da delegação que embarca na madrugada desta sexta-feira (15/01), para Belém. Pela tarde, a equipe faz o último treino antes de encarar os azulinos, em local ainda indefinido.

O provável time do Londrina (PR) que entrará em campo deve ter: Dalton; Gedeílson, Marcondes, Jeferson e Rafael Rosa; Bidía, Matheus Bianqui e Adenílson; Igor Paixão, Douglas Santos e Uelber.

O Leão volta a campo neste sábado (16/01), a partir das 17h, para enfrentar o Londrina (PR), no Mangueirão. O jogo é válido pela 6ª rodada do quadrangular do acesso na Série C e terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

Roma News, 13/01/2021

Comentários