Paysandu 0×1 Remo (Felipe Gedoz)
Paysandu 0×1 Remo (Felipe Gedoz)

Titular desde que chegou ao Baenão, o meia Felipe Gedoz conquistou o acesso para Série B de 2021. Ainda sem jogar diante da torcida azulina, o jogador só sentiu de perto o calor da Nação Azul na comemoração da vitória em cima do Paysandu.

Com Ypiranga (RS), Londrina (PR) e Paysandu brigando pela última vaga, a 6ª rodada será emocionante na disputa pelo acesso. No entanto, Gedoz não demonstra preferência por nenhum time.

“Todos os times tem qualidade, são candidatos. Minha preocupação não tem que ser com os adversários. Nosso papel, conseguimos. Deixa que eles se matem entre eles agora”, disse Gedoz, que também comentou sobre o primeiro contato com a torcida do Leão.

“Desde o primeiro dia que cheguei, que escutei a respeito da torcida, do calor. Sei que a pandemia está difícil, mas na comemoração deu pra sentir a energia positiva, o calor. Quando vi a multidão, fiquei impressionado. Todo mundo fala, mas não temos noção do tamanho que é essa torcida. Aos poucos, vamos conhecendo”, declarou.

Na última rodada, o Leão ainda enfrenta o Londrina (PR), no Mangueirão. Com a liderança e a vaga na final quase garantidas, o Remo não pensa em entregar o jogo para os paranaenses.

“Se chegamos até aqui mostrando nosso futebol, temos que manter a mesma pegada. Vai ser mais um jogo difícil. Vamos terminar esse turno e returno da melhor maneira possível. Vamos em busca do resultado. Moral a gente conquista jogo a jogo. Nosso time está focado, sabemos do nosso objetivo. Conseguimos o acesso e agora vamos em busca do título”, falou.

Apesar de ter conquistado o acesso, Felipe Gedoz foi sincero ao comentar sobre sua permanência, ou não, no Baenão.

“Tenho que ser claro, sincero. Tenho contrato com o Nacional (Uruguai) até a metade do ano, o futuro pertence a Deus. Ainda não acabou, temos mais 3 jogos. Vamos pensar nesse título e depois a gente vê o que vai acontecer”, apontou.

A jogada ensaiada que originou o gol contra o Paysandu começou do pés de Gedoz, que confessou ser teimoso na hora das bolas paradas.

“Não é de hoje que trabalhamos essa bola. Estava sendo meio teimoso em querer as cobranças diretas, que é um ponto forte que tenho. Escutei um pouco mais a voz da experiência e, graças a Deus, consegui acertar um lindo chute e o Salatiel completou”, revelou.

O Leão volta a campo neste sábado (16/01), a partir das 17h, para enfrentar o Londrina (PR), no Mangueirão. O jogo é válido pela 6ª rodada do quadrangular do acesso na Série C e terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

Roma News, 12/01/2021

4 COMENTÁRIOS

  1. Bem que os dirigentes da mucura devia oferecer a mala de um milhão de reais pela vitória do leão, no caso se eles se classificasse, seria mais um prêmio justo para os jogadores e comissão técnica do leão.

  2. É um bom jogador, mas a diretoria do clube deve ir em busca de outro ou outros para a posição. Considerando que a permanência do Gedoz é incerta, E.R está em declínio e a série B é pegada.

    • Na minha opinião, o ER forma em um elenco para série B. Ainda que concorde que não tenha condições de ser titular por condições físicas, aparentemente em declínio, é jogador que se tiver fôlego para jogar 30 minutos,entrando no segundo tempo, pode fazer a diferença. É craque e os adversários respeitam.

Comentários