Ronald
Ronald

Além da própria conquista do título da Copa Verde, a competição propiciou ao time azulino outros pontos importantes para a montagem do plantel da próxima temporada: a presença de alguns garotos da base e de atletas que estavam encostados no banco.

Embora ainda precisem de mais tempo e preparação, já que as competições do começo do ano – Parazão e Copa do Brasil – são mais difíceis do que a Copa Verde, os garotos tiveram uma ascensão importante com a movimentação no torneio regional.

O suporte de Tiago Mafra, Paulinho Curuá e Ronald foram determinantes na hora do “aperto”. No caso deste último, a minutagem foi bastante elogiada para uma transição ainda mais tranquila para 2022.

Acionado com frequência na reta final da Série B pela sua garra em meio ao baixo-astral de alguns companheiros no setor ofensivo, o jovem confirmou a determinação na Copa Verde, que garantiu a ele o troféu de melhor jogador da final, por ter criado, corrido e finalizado bastante contra o Vila Nova (GO).

A taça individual, ao lado da medalha e o troféu da competição, foram considerados um ótimo começo de carreira para o prata da casa.

“É algo muito gratificante, não só pelo prêmio, mas por ver toda essa torcida feliz. Estávamos devendo isso para eles, é muito gratificante. Vou guardar com muito carinho”, disse o atleta.

Diário do Pará, 14/12/2021

2 COMENTÁRIOS

  1. Ronald, você é uma das jóias muito preciosas do nosso amado Clube do Remo. Continue assim!!!

  2. Este pequeno futuro-grande-atleta ainda será muito festejado pelo FENÔMENO AZUL.

    Tem uma estrela brilhante e, parece ter uma boa cabeça, como maturidade acima da média, para sua idade.

    Continue assim RONALD, seu futuro é muito promissor.

    Parabéns pelo PRÊMIO de MELHOR JOGADOR da final da COPA VERDE 2021, Foi merecidissimo!

Comments are closed.