Baenão
Baenão

Até aqui, a campanha do Clube do Remo realizada como mandante nesta edição da Série B do Campeonato Brasileiro tem sido péssima. Em 4 partidas no estádio Baenão, em Belém, a equipe conquistou 1 vitória e teve 2 empates e 1 derrota dolorosa, esta a mais recente, por 2 a 0 para o Sampaio Corrêa (MA), na última terça-feira (29/06).

Não à toa, em virtude do desempenho abaixo do esperado em seus domínios, o Leão entrou na zona de rebaixamento, algo preocupante para uma equipe que acabou de subir da Série C, mesmo com o relativo começo de competição.

Para demonstrar que o fator casa será seu aliado daqui para frente na busca por coisas grandes, como a própria manutenção na Série B, o Leão terá duas chances de ouro de arrancar na tabela e se estabilizar emocionalmente, com partidas seguidas em seu estádio, em clima total de revanche. Na quinta-feira (08/07), frente ao Vila Nova (GO); e na quarta-feira seguinte (14/07), no fechamento da 11ª rodada, diante do Brusque (SC).

Ao lado de uma reação na tabela, as duas partidas serão importantes, também, como critério avaliativos, seja em relação à competitividade quanto à própria qualidade da equipe remista.

No primeiro ponto, o desempenho diante de equipes com retrospecto favoráveis sobre os paraenses e que têm beliscado espaço na parte de cima nesta Série B. No caso do Vila Nova (GO), em uma reedição da decisão da Série C 2020, os goianos vêm de vitória como visitante sobre o Operário (PR), por 2 a 1. Quanto ao Brusque (SC), que tem brigado pelo G4, conta com o artilheiro do campeonato, o atacante Edu, com 6 gols marcados até aqui, mais que o somado em todos os jogadores remistas até agora.

No quesito qualitativo, é a chance do Remo em demonstrar evolução com 3 novidades, que devem fazer parte do grupo a partir desta semana: o volante Marcos Júnior, o atacante Victor Andrade e o treinador para a sequência da temporada, Felipe Conceição.

No que depender do meio-campista, que chega ao time com experiência na Série A nacional, o foco para ajudar o time a ser forte na Série B, seja em casa ou fora, será total.

“Minhas expectativas são as maiores e melhores possíveis. Chego para agregar, ajudar e que possamos fazer um excelente campeonato e no final estarmos todos felizes com o objetivo alcançado”, disse Marcos Júnior.

Diário do Pará, 04/07/2021

16 COMENTÁRIOS

  1. – Nunca deixo de acreditar no meu LEÃO, gosto do futebol do MARCO JUNIOR e do VITOR ANDRADE, o Flavio Conceição salvou o Cruzeiro ano passado, Troca o Mister Balada pelo VANILSON do Manaus, ainda da tempo de reagir, vamos lá LEÃO. EU ACREDITO.

  2. Na minha opinião as dimensões do Baenão também tem sido um diferencial. Creio que se estivesse jogando no mangueirão, talvez a situação estaria melhor.

    • Os gramados possuem a mesma dimensão, padrão Fifa, de 105m × 68m. O que dá a impressão de estar em um campo maior ou menor é o espaço externo mais aberto (Mangueirão) ou fechado (Baenão).

      • Também sempre acho o Baenão menor, um contra-ataque no baenão parece 2x mais rapido que no mangueirão. Mas se tem a mesma dimensão, tudo bem.

  3. Para os verdadeiros torcedores FENÔMENOS AZUIS. AQUELES Que mesmo sem série, humilhados, nunca abandonaram este CLUBE. Fora torcedores Nutellas! Não precisamos de torcedores “modinhas”.
    Ser azulino é construir castelos com as pedras encontradas no caminho.
    Ser Remista é saber que nossas conquistas nunca foram fáceis. Nossas batalhas sempre foram contra tudo e contra todos.
    Torcer na Vitória e fácil.
    Torcer e apoiar incondicionalmente este CLUBE e para os milhares de torcedores verdadeiros que levantaram da lama este clube . Somos Clube do Remo.
    Temos a FORÇA e a Fé da Corda se Nazaré.
    Temos a perseverança em acreditar que podemos ser do tamanho do nosso sentimento por este clube: gigantes!

    • O problema nunca foi o Bonamigo. Essa demissão foi um erro pra quem precisa conjunto e competitividade. Observem, a maioria dos jogadores, com poucas excessões, tem sérios problemas com a própria bola, sem domínio, passes errados, finalizações erradas, acho que o diagnóstico é por aí.

  4. Tem que começar a barrar jogador, Gorne, Lucas Siqueira e Dioguinho são os primeiros!!!

  5. Escreve aí vai ser duas vitórias do Leão,é a nossa arrancada, vamos confiar no nosso treinador, porque vai dar tudo certo, que Deus abençoe a todos n

  6. Sim somos torcedores na alegria e na tristeza só ñ podemos mais aceitar certo tipos de jogadores sem compromisso com o clube foram tantos anos de sofrimento pra chegar aonde o remo tá hj. pra pelo menos tentar ficar na série B jogador barqueiro por favor pedi pra sair tem que da chance pros da casa ritimo de jogo ñ colocar os moleques no sufoco dez cinco minutos pra resolver o jogo

  7. Também acho fator campo tá atrapalhando quando o remo joga fora aparentemente em campo maior joga bem melhor os times vêm pra cá se retrancam é jogam só no contra taque

  8. Eu acredito no meu leão já apostei dinheiro com vários mucurentos. Que o remo ñ vai cair e a lúcida pirenta ñ vai subir

  9. Observem que o Leão depende apenas de si para avançar. Analisem o que esta ocorrendo: Se o campeonato terminasse na 11ªª rodada o Leão tem a 10ª e a 11ª rodadas em Belém e ainda poderia somar mais 6 pontos e ainda falta acontecer o duelo contra o Avai pela 5ª rodada vamos imaginar que dê empate então o Leão ganharia mais um ponto: no final da 11ª rodada o Leão ficaria 14 pontos de 33 disputados assim teria o percentual de 14/33 = 0,424 ou seja com 42,4% de aproveitamento esta percentagem daria a 12ª colocação ao Leão, e na hipótese de vencer o Avai o Leão terminaria a 11ª rodada com 48,4 % e ficaria na 10ª posição. O Leão esta na briga.

Comments are closed.