Remo 1×0 CSA-AL (Anderson Uchôa)
Remo 1×0 CSA-AL (Anderson Uchôa)

O técnico Felipe Conceição terá alguns problemas para montar o Remo que vai enfrentar o Operário (PR) na próxima sexta-feira (06/08), às 16h, no Baenão, pela 16ª rodada da Série B.

Com 3 cartões amarelos cada, recebidos durante o jogo desse domingo (01/08), contra o CSA (AL), o volante Anderson Uchôa, o meia-atacante Erick Flores e o atacante Victor Andrade estão fora do próximo compromisso azulino na competição.

Por outro lado, o Leão poderá ter o retorno do capitão Lucas Siqueira. Em recuperação de uma lesão na coxa, o volante já iniciou o trabalho de transição e deverá estar a disposição de Felipe Conceição, que também terá outras opções dentro do elenco para as vagas em aberto.

Na saída de Anderson Uchôa, o técnico deve optar entre Paulinho Curuá, Marcos Júnior ou Pingo, além do provável retorno de Lucas Siqueira.

Na lacuna deixada por Erick Flores, o meia Felipe Gedoz poderá retornar ao time após ficar de fora do jogo contra os alagoanos por conta de problemas particulares.

No ataque, Lucas Tocantins surge como favorito para ocupar o espaço deixado por Victor Andrade.

Assim, é provável que o Remo seja escalado com: Vinícius; Thiago Ennes, Romércio, Kevem e Igor Fernandes; Arthur, Lucas Siqueira (Pingo ou Marcos Júnior), Matheus Oliveira e Felipe Gedoz; Lucas Tocantins e Renan Gorne.

Roma News, 02/08/2021

16 COMENTÁRIOS

  1. Critiquei muito o Eric Flores, mas hoje ele é um dos mais regulares neste elenco, será um desfalque sentido pelo time.

    Renan Gorne não, não, não mil vezes não! ele só fez o gol por que, como sempre não conseguiu dominar a bola e a redonda sobrou pro Eric Flores que tem 90% do gol marcado pelo Gorne.

    • O Gorne ainda finalizou mal. Eu não sei o que aconteceu com esse jogador . Quando chegou fez gols no paraense. Deixou esperança, mas agora parece que tem as pernas fracas. Escorrega e cai o tempo todo, não consegue dominar a bola, não consegue dar um passe, joga no erro do zagueiro, na sobra, não ganha nenhuma disputa de bola, não aguenta um tranco do zagueiro que se arrebenta no chão. Enfim, não tem nada que se possa identificar como boa qualidade. Se foi revelação na base do Botafogo-RJ, está justificada a condição do Botafogo atualmente. Esse jogador deve ter sido apadrinhado do treinador na base, só pode ser. Porque não deu certo no CSA, no payssandu e agora no Remo não está dando.

      • No primeiro lance, ele erra o domínio de bola na entrada da área, mas por sorte ela passou direto e foi no Erick Flores, que fez uma linda jogada dando um corte no zagueiro. Se fosse um atacante, cortava e chutava no gol, mas ele teve visão de jogo e deu o passe pro Gorne que estava livre com gol vazio. A finalização quase “errada” mas que deu certo e a falha no domínio da bola no início da jogada são frutos da enorme pressão sobre ele. Vamos torcer para que esse gol tenha tirado esse peso das costas.

        • Sim! Claro! Se ele a partir disso passar a viver uma boa fase, a mesma que o fez uma promessa no Botafogo quando na base, melhor para o Remo. Mas, por outro lado, isso demonstra a cautela que se deve ter com as promessas da base. Vejo aqui muita crítica para as gestões, não só essa, que vemos que prestigia, dentro da realidade do Clube, mas de outras também por não seguraram jogadores da base, oferecendo vantagens assim que sobem para segurar o jogador. Nem sempre jogadores muito bons na base confirmarão isso no profissional. Na verdade são pouquíssimos que vingam. Ainda assim existem os empresários de plantão para virar a cabeça dos rapazes.

  2. Hoje em dia no elenco do remo, os três vao ser desfalques mesmo! Espero que quem entrar de conta do recado. Vamos meu Leão sair de perto desse Z4

  3. Esse Vitor Andrade caiu muito de produção ein, ainda bem q o Tocantins entrou muito bem ontem

    • É o sacrifício que ele faz pelo esquema de voltar pra marcar, tanto que está suspenso porque faz muita falta no meio pra compensar a ruindade do Uchoa. Victor Andrade tá lembrando o Gustavo Ramos que de tanto ajudar na recomposição chegava cansado ao ataque.

      • Concordo! O cara é para jogar do meio para frente. Não é bom na marcação. Tanto que dá muitas faltas desnecessárias, inclusive aquela que saiu o gol do Londrina. Daí cansa e não tem mais força para as jogadas de frente no ataque. Concordo contigo. Mesma coisa o Gedoz, depois que liberaram ele de maior responsabilidade na marcação, começou a jogar melhor e fazer gols.

  4. Pois eu digo que vai ser um exelente time , com esses que vão substituir os desfalques vamos ganhar e muito bem . Remo 3×0 operário.

  5. O jogo contra o CSA mostrou a importância de se ter um banco pronto pra entrar e resolver e revelou o que até a sombra das árvores já sabem: a diretoria precisa continuar no seu esforço para trazer um centro avante ao menos mediano. O Gorne precisa de treinamento específico para ser um bom centro avante, Por fim, não acho que o Tocantins tenha forma física para aguentar dois tempos, então, é melhor entrar com ele no início do segundo tempo impondo uma nova dinâmica ao jogo

  6. Teremos a volta de Gedoz,Lucas Siqueira,Lucas Tocantins,Jefferson….VAMOS A VITORIA!!

  7. Uchoa nunca foi desfalque. É só pose. Com a saída dele o Time melhorou muito. Marcos Junior é muito mais jogador mesmo ainda não estando em plena forma física. Facilitou a vida do treinador o cartão amarelo.
    Craques do jogo: Arthur e Tocantins. Espero que não saiam mais do time titular.
    Valeu Leão!

  8. Dizem que Gedoz quer “pular fora”do REMO,nao sei se e verdade,se for:VAI COM DEUS.

  9. Minha escalação. Vinícius; Thiago Ennes, Romércio, Kevem e Igor Fernandes; Pingo (Arthur), Rafinha, Arthur (Marcos Júnior), Lucas Siqueira e Matheus Oliveira, Felipe Gedoz. O sistema é o 4-1-4-1 que ele já vinha fazendo. O pingo fixo na frente dos zagueiros. O Rafinha pela direita, na função que era do Dioguinho. O Arthur, na função do Erick Flores. O Matheus Oliveira, na função do Vitor Andrade. O Tocantins, como só vive voltando de contusão e sem condições físicas, entra no segundo tempo para pegar a defesa adversária cansada e partir para cima dos zagueiros, como foi no último jogo. Gorne, fez o gol feito, mas continua sendo muito ruim, é banco. Gedoz como falso centro-avante.

  10. O time ganhou cara de equipe e , agora, parece não temer mais seus adversários, jogando pra cima deles, mas ainda falta um goleador. Não é possível que em times do interior da região centro-sul não exista um centroavante novo, raçudo e promissor para o ataque do Remo. Falta, ao meu ver, empenho da diretoria de futebol em contratar.

Comments are closed.