Atlético-MG 2×1 Remo (Romércio)
Atlético-MG 2×1 Remo (Romércio)

O Remo foi eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético (MG) nesta quinta-feira (01/06), após ser derrotado por 2 a 1 no Mineirão. Apesar do revés, o técnico Paulo Bonamigo elogiou o empenho da equipe contra os mineiros.

Mesmo perdendo os dois jogos do confronto, o comandante azulino destacou a atuação diante de uma time da Série A, na qual considera um dos melhores do Brasil na atualidade.

“Jogamos contra uma grande equipe de futebol brasileiro, com certeza entre as 3 melhores. Nossa equipe amadureceu muito em termos de ensinamento, em termos de jogo. A equipe não se acovardou, não ficou com medo, teve coragem de buscar o gol, fez o gol. No segundo tempo jogamos muito bem”, disse

“O Remo fez uma Copa do Brasil que há muito tempo não chegava em uma 3ª fase”, lembrou.

“Infelizmente, pegamos um grande adversário. Agora temos que pensar na nossa competição (Série B), que é prioridade nossa dentro nessa temporada”, apontou Bonamigo.

O Leão começou a partida com uma marcação alta e, mesmo sofrendo gol logo no início, não abandonou a estratégia, já que precisava vencer por 3 gols de diferença para se classificar ainda no tempo normal.

“A gente precisava fazer resultado. Saímos de uma dificuldade enorme no reverso de 2 a 0, tínhamos que ter ambição. O grupo teve personalidade, devíamos ter jogado, principalmente no primeiro tempo, um pouquinho mais simples e com mais objetividade. Achei que em alguns momentos tivemos uma condição exagerada de bola, onde tínhamos que fazer o passe”, comentou.

O Remo volta a campo neste domingo (13/06), contra o Botafogo (RJ), pela 3ª rodada da Série B do Brasileirão. A partida está marcada às 16h, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Confira outros trechos da coletiva com Paulo Bonamigo:

Início das dificuldades na partida

Primeiro, tomar um gol de escanteio, onde a gente sabia que o Atlético (MG) é muito forte no jogo aéreo, principalmente com Rever e Igor Rabelo, quando joga. Aquele gol antes dos 15 minutos, evidente que, estrategicamente, já corria certo risco de fazer um bloco alto, de marcar o Atlético (MG) praticamente dentro do seu campo para ele não ter aquela condição de jogo apoiado, de jogo de posse de bola, de ficar em um jogo curto, de aproximação e que envolve totalmente a equipe. Isso nos dificultou.

Desatenções na parte defensiva

Conseguimos empatar no final do primeiro tempo, mas tomamos um gol de desatenção também, de novo de bola parada. Tivemos algumas situações na parte defensiva no primeiro tempo em função também do movimento do Atlético (MG), que os jogadores de extrema normalmente vem por dentro. Keno se aproxima muito em cima dos centrais, criando uma dificuldade enorme de marcação. Era um risco que tínhamos que correr, porque muitas vezes você sobe o bloco e fica tentando criar uma dificuldade de marcação.

Líder de assistências, Marlon inicia no banco de reservas

A gente está começando a segurar alguns atletas. Marlon tem uma idade um pouco avançada. Mesmo estando vivendo uma fase excepcional, estamos com risco. Se deixar um tempo maior, de que 30 minutos, 40 minutos, teríamos uma dificuldade muito grande de perder ele mais para frente. Ele é um jogador importante, que a gente tem que administrar. Temos jogadores como Lucas Siqueira, Anderson Uchôa, com jogo toda quarta-feira e domingo, se não começar a administrar esse tipo de jogadores, que são importantes, a gente corre o risco de ter lesões e perder por muito tempo.

Foco é 100% na Série B

Nossa equipe enfrentou uma das top-3 da série A e perdeu os 2 jogos, mas jogando futebol de igual. Hoje jogou bem em alguns momentos. É evidente que temos que crescer muito com a série B, que esse ano está muito competitiva, mas temos que procurar evoluir já no próximo jogo, contra o Botafogo (RJ). A gente sabe que é outro tipo de jogo, um jogo de mais intensidade. O Botafogo (RJ) é um time mais vertical, então temos que procurar corrigir, descansar bem, porque temos uma maratona de grandes jogos para que a gente possa ter o grupo inteiro à disposição.

Globo Esporte.com, 10/06/2021

29 COMENTÁRIOS

  1. Realmente, (o Remo) não foi covarde!

    (FOI) Infinitamente melhor, do que foi em Belém.

    Parabéns FG10. (Você) Mostrou personalidade!

    Domingo : Foguinho 0 x 2 Remo!

  2. Nossa única saída para termos um time competitivo é investirmos em nossas categorias de base. Formarmos nossos próprios jogadores, pois, economicamente, jamais teremos condições de brigar em igualdade com os clubes dos grandes centros. Temos que criar uma politica de valorização do atleta local, contratar profissionais capacitados para cuidar da molecada, garimpar valores no interior e nos Estados vizinhos, só assim reviveremos nossos tempos de glória.

    • Há tempo venho falando de um jovem chamado Lucas Magno, filho de um amigo. Acompanho o moleque jogar desde os 7 anos, rápido, habilidoso, marcador, veio do salão. Estava na base do remo.
      Adivinha?
      Está com 17 anos o Bonamigo foi informado do moleque, mas disse que estariam chegando reforços e não teria como dá espaço.
      Simples, o moleque foi levado para o Coimbra de Minas, e o Remo não ganhará nada com isso.
      E vai arrebentar por lá, lembrem desse nome Lucas Magno!
      Já o Atlético colocou o savinho de 17 anos pra jogar.
      Essa é a grande diferença meu amigo!

  3. O Bonamigo tem uma arguição bonita, mas na prática a realidade é outra. Nosso meio de campo é lento e o Gedoz parece ser intocável ou insubstituível. Já está na hora do Bonamigo rever seus conceitos.
    Bom dia.

    • Concordo em gênero, número e grau.
      Esse jogadorzinho é uma ENGANAÇÃO.
      Não sei até onde a torcida terá paciência pra aturar um molenga desse no time!
      Desde que chegou e bateu aqueles 3 pênaltis em 1 e perdeu, que ele não me engana.

      • Este jogador Gedoz não sabe bater falta e muito menos bater penalty e porque so ele bate? Tem o Marlom, o Jansem, Lucas Siqueira pra bater as faltas e os pênaltis. O Remo ta jogando muito dinheiro fora contratando quantidade e não qualidade.

  4. Faltou vontade de ganhar e intensidade com marcação sobre pressão, o Remo sem a bola não marca com intensidade, percebe_ se um buraco enorme no meio de campo, os jogadores não ocupam esse espaço e ficam apenas passeando em campo, foi isso que de percebeu ontem e em outros jogos isso também aconteceu. tem que ter fibra. Coragem e vontade de vencer as partidas.

    • Esse esquema de 4-3-3 ficam Uchôa, Siqueira e Ruimdoz no meio, desses só quem marca é o Uchôa, mas não pode cobrir o meio todo.
      Se mudar o esquema e colocar mais 1 no meio, resolve o problema.
      Os adversários já sabem disso em estão vindo no 4-4-2
      Tchê tchê e Keno jogaram em ritmo de treino no meio campo.

  5. Égua futebol igual ta doido? Claro que houve algumas melhorias de anos anteriores isso e óbvio, mas um clube nao pode ir pra uma disputa ja de ante mao aceitando a derrota egua poderia ter sido uma goleada histórica, esse sistema do bonamigo nao serve, sem a bola o remo e presa fácil pra time rapido e leve, o atlético apenas treinou, esse presidente e só administrativo se o remo tivesse mais uns jogadores de nível melhor poderiamos ter uma melhor sorte.Fabio fica so nas ações administrativas/financeira,traz alguem mais experiente no futebol.

  6. NOSSO CLUBE TA DE PARABENS, JOGAMOS COM O LIDER DA LIBERTADORES, COMPRAMOS CT AGORA É BRIGAR PELO ACESSO OU PERMANECER NA SERIE B, O RESTO É SÓ INVEJA

  7. Bonamigo não sei o que esta
    faltando pra começar a mudar essa escalação da dupla de volantes, o Uchoa e o Lucas Siqueira não estão conseguindo dá combate, eles não conseguem chegar com pegada na marcaçåo o time adversario faz o que quer no meio com toque de bola deixando a zaga toda vez vulneravel, tem que colocar um volante que marque realmente, toda vez tá um buraco na frente da zaga.

      • Eu vejo que o esquema do Bonamigo de jogadores abertos nas pontas, só serve no ataque , mas na defesa eles não recompoem o meio e deixam somente os volantes para marcar 4 jogadores do time adversário.
        Se mudar o esquema e colocar mais um no meio, os volantes aparecerão mais.

  8. Rafael Jansen está pedindo banco. Gedoz quando os jogos são importantes não joga nada e ainda faz o que fez, horrivel!. Não adianta trocar no ataque, não muda nada, ou piora. O Bonamigo precisa ser realista.

  9. Pode contratar a trave do Atlético, jogou bem mais que o Jansen. kkk
    tem que rir pra não chorar. Mas acredito que o Leão vai surpreender na Serie B.

  10. Bonamigo , vamos mudar já ta na hora, kevem não é pra ser banco nesse time , Uchôa já uma cara não vem indo bem e compromete até o lucas siqueira, renan gorne e carius são peças decorativas .
    E esse esquema tático já deu filho, bora mudar em quanto há tempo.

  11. Como nosso Time não tem um bom nível técnico, temos de superar esta deficiência com INTENSIDADE, para tanto temos de melhorar o condicionamento físico do grupo. Ontem percebido muitos jogadores do Remo de “bico” aberto… várias vezes filmaram o Dioguinha e o Gedoz, estavam se arrastando em campo.

  12. Eu só posso acreditar que CERTOS COMENTÁRIOS AQUI, vem do outro lado da Av. ou de quem NÃO TEM AMOR PELO REMO…e se diz “azulino”…VEJAM O QUE ÉRAMOS…E VEJAM O QUE SOMOS… triste em imaginar que BONAMIGO E OS JOGADORES DO REMO possam ler as as aneiras deste pseudos remistas escrevem…. DAQUI DE RECIFE…MUITO ORGULHOSO DE ESTAR ACOMPANHANDO A EVOLUÇÃO DO MEU AMADO CLUBE DO REMO….PARABÉNS BONAMIGO PARABÉNS JOGADORES…VAMOS EM FRENTE…
    REMO 100% CONTUNUEM SEU BELO TRABALHO EM NOS MANTER INFORMADOS

  13. De fato falta intensidade, vontade de vencer, postura de time de série B pra alguns jogadores. Não se pode entrar em campo já com postura de perdedor, e isso passa pelo Técnico. Mas não se pode dizer, após uma derrota, nada presta. Os ajustes se mostram evidentes: qualidade na zaga, um volante de mais combatividade, que dê segurança a zaga, um meia com mais personalidade (Veja a postura no CRB), o nosso demonstra estar com medo, insegurança, quando precisa não está no ataque ou moniciando os atacantes, que correm de um lado para o outro, como o Gorne, e a bola não chega. Mas tb falta mais qualidade nesses homens de frente. Dá pra ganhar do Botafogo, que longe está de um time outrora de série A. Vamos Leão.

  14. Kkkkkkkkkk eita me desculpem mais eu gostei dessa , tô me divertindo, valeu Giovanni nogueixa x remo100%. Eu já comentei ontem mesmo, eu particularmente é minha opinião, eu vejo muito normal o remo ter perdido para o atlético, e vejo também que vai servir como . Experiência, aprendizado e principalmente para ganhar confiança, porque vamos pegar jogos dese nível Na serie B, agora meu amigo tem coisa que não tem jeito não adianta ficar exigindo mais de quem não pode dá, nosso jogadores são bons jogadores, embora eu acho que faltou mais responsabilidade por parte do Gedoz na cobrança do pênalti, mais que realmente a nossa defessa não é exelente mais também não é pessima , o nosso meio de campo e lento e falando o que falou o moço do SporTV o time com a bola até que toca bem , mais quando chega pra definir na frente da área perde fácil, so tem uma ogada pelos lados ou direito ou esquerdo e quando fica sem a bola não marca por exemplo ontem foi assim, não sei pra frente nós outros jogos como vai ser, mais……. Tem que melhorar nosso ataque tem que melhorar.
    Vamos esperar pra ver como é que vai ficar .. saudações azulinas.

Comentários