Gilson Kleina
Gilson Kleina

Gilson Kleina não prevê facilidade para a Ponte Preta (SP) no confronto diante do Remo, agendado para este sábado (17/07), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Em coletiva de imprensa antes do último treinamento, o técnico fez questão de enaltecer a mudança tática do Leão a partir da chegada de Felipe Conceição, comandante contratado há 2 rodadas.

“A gente sabe que a equipe do Remo mudou o comando e mudou o posicionamento de alguns jogadores. O que me chama atenção hoje é que o (Felipe) Gedoz faz um posicionamento diferenciado. Tem jogadores também de qualidade. Como treinador, tenho todo o respeito para qualquer adversário que vem aqui dentro, mas acho que o mais importante é de que maneira a gente vai se impor e como é que vai ser essa imposição. Acho que temos que entrar com uma mentalidade muito forte. É buscar realmente a reação para vitória”, projetou.

“Temos essa sequência sem perder, mas nossa pontuação é uma pontuação baixa. A gente precisa buscar sair primeiro dessa situação incômoda para, depois, a gente poder brigar em outro patamar dentro do campeonato. O mais importante de tudo isso é fazer valer o fator casa mais uma vez. É valorizar o que fizemos contra o líder (Náutico-PE), valorizar o ponto que trouxemos e a atuação desses atletas. Nesse jogo dentro de casa, a gente tem que fazer um jogo com muita inteligente”, acrescentou.

Gilson Kleina garantiu que Ponte Preta (SP) está preparada para propor o jogo, independentemente da estratégia defensiva ou ofensiva do Remo, concorrente direto na luta contra o rebaixamento.

“A gente tem que estar preparado para essas situações, mas é importante salientar que todo jogo é estudado. Todos os jogos têm suas análises e podem mudar de um jogo para outro. Então, ao mesmo tempo em que a gente pode esperar um adversário que pode abaixar as linhas, ele pode fazer uma marcação alta se você entender que o treinador do Remo trabalha no 4-3-3, sempre quer pressionar o homem da bola”, imaginou.

“Então, de repente, não vem com essa postura. Agora, de repente, também vem com uma situação esperando nosso erro. A gente sabe como é que isso funciona, mas o mais importante de tudo isso é manter nosso comportamento. É ver que tipo de atitude e como que podemos fazer os mecanismos que trabalhamos para quando acontecer as linhas baixas e essas manobras que possam entrar no jogo. Então é importante estarmos muito preparados. Não é mais no início, é no início, meio e fim, porque as estratégias durante o jogo estão mudando muito”, completou.

Sem perder há 6 rodadas, a Ponte Preta (SP) está atualmente na 18ª colocação e contabiliza 9 pontos em 11 rodadas na Série B do Campeonato Brasileiro.

Esporte News Mundo, 16/07/2021

Comentários