Thiago Rodrigues
Thiago Rodrigues

Chegou o momento da despedida. Após 3 temporadas, o goleiro Thiago Rodrigues se despediu do Remo em suas redes sociais nesta terça-feira (14/12). O jogador comentou sobre o momento que viveu no Leão, fez reverências ao goleiro Vinícius e ao preparador de goleiros Juninho Macaé e pediu que o torcedor entenda a decisão de não renovar com o clube.

Em sua conta no Instagram, Thiago citou que a decisão de não permanecer no Remo foi difícil, mas que foi necessária, visando a carreira. O jogador recebeu uma proposta do Paysandu para 2022 e deve ser anunciado nos próximos dias.

“Antes de qualquer coisa, espero, do fundo do meu coração, que o torcedor do Remo entenda minha decisão. O respeito e profissionalismo sempre vão fazer parte do meu caráter e por isso estou aqui falando com vocês. Renovar ou não com o clube foi uma das decisões mais difíceis que tomei na vida. Tenho 26 anos e a carreira de um atleta é curta”, disse.

Em outro trecho, o goleiro citou que quer jogar, que não exigiu a titularidade e que esperar mais alguns anos para que se tornasse o camisa 1 azulino poderia ser tardio e que isso teve um peso crucial na sua decisão.

“Para mim, esperar algumas temporadas para jogar regularmente pode ser tarde. Não se trata de exigir titularidade, jamais faria isso, pois isso se conquista em campo, mas o Remo tem um ídolo e excelente goleiro, o qual admiro bastante, e no plano de carreira que me foi apresentado, não vi outro cenário. Esse plano foi o que mais pesou nessa decisão”, postou.

O goleiro se despediu do Remo citando duas figuras importantes em sua evolução como profissional, o próprio titular do gol azulino, Vinícius, e o preparador de goleiros Juninho Macaé, dupla que está no Leão desde 2017.

Thiago finalizou falando de gratidão ao Remo e que a carreira precisa de um passo importante.

“Então, só tenho a agradecer por todo carinho e apoio que recebi. Agradecer, principalmente, ao Juninho, que acreditou em mim e foi peça chave para minha evolução. Meu respeito e gratidão pelo Clube do Remo sempre existirão, mas preciso correr atrás dos meus sonhos e trilhar minha história no futebol para poder ajudar minha família a ter uma vida melhor. Que Deus abençoe cada um de vocês”, disse.

No Baenão desde 2019, Thiago disputou 17 partidas, sendo 13 delas somente em 2021, após o goleiro Vinícius sofrer uma lesão no joelho. Suas defesas despertaram o interesse do Paysandu e também de outros clubes, mas com as saídas dos goleiros Paulo Ricardo e Victor Souza do clube bicolor, a possibilidade de fechar com o rival azulino é grande.

O goleiro deixa o Remo com os títulos do Parazão 2019 e da Copa Verde 2021, além de um acesso para a Série B em 2020.

O Liberal.com, 14/12/2021

17 COMENTÁRIOS

  1. Caramba ,,, o melhor goleiro não desmerecendo o Vinicius o remo perdeu é muita moleza. Pior se for para o concorrente do outro lado. O Vinicius tá velho já. Tem que admitir .

    • A solução seria revezar com o Vinícius, uma partida jogaria o Vinícius outra partida jogaria o Tiago era está proposta que o FB deveria ter feito a ele….

      • Dentre todos os remistas que postam seus comentários aqui, o teu comentário é o único que está correto os dos outros estão errados RESPEITA OS COMENTÁRIOS QUE DIVERGEM DOS TEUS GARRA AZUL CELESTE….

        • Discordar faz parte do processo democrático e sadio na promoção ideias em favor do querido Clube do Remo.

  2. Tiago reconheço que jogador quer ser titular. Tantos times no Brasil e vc vai logo pro maior rival?
    Vc casa com sua noiva, depois separa e casa com a maior inimiga dela?
    Tomara que não arrasem seu salário por lá!
    E se vc não for o títular? Cuidado esse pessoal não é o Bentes!

    • Realmente o Remo entregou de bandeja o Tiago pra mucura reforçando um adversário nosso na série C

  3. Baita de Goleiro o Thiago. Pena que nao tenha espaço pra ele no momento.Enquanto do outro lado vai se formando o Clube do Remo B

  4. O Thiago queria na renovação a garantia da titularidade? Isso não existe, é até um desrespeito com os demais goleiros, pois titularidade se conquista com mérito.

    Mas é até razoável do Thiago não querer renovar com o Remo justificando a busca da titularidade em outro lugar, porém é inaceitável ir para a mucura, mal-castrismo dele sim, pois poderia ir para qualquer clube, atravessar é grande traição, como cuspir no prato que comeu há anos. Que o sonso do Thiago se ferre lá na mucura, que nem salário paga direito.

    Já o São Vinícius é o exemplo de profissional de caráter e comprometimento com o Remo, quando foi aliciado pela mucura disse NÃO, ele é disparado o melhor goleiro do norte e um dos melhores do Brasil, e se o São Vinícius continuar se cuidando ainda jogará em alto nível pelo menos uns três anos.

      • Segundo a coletiva do Bentes, a proposta do remo era melhor, e teria um aumento progressivo durante o contrato de 3 anos.

        • O principal ponto, segundo o goleiro, foi a titularidade. Thiago sabia que não seria titular enquanto o Vinícius estivesse no Remo e o contrato do vereador vai até 2023. Do outro lado, “prometeram” que ele seria titular.

  5. Só esqueceram de avisar a mucura, que so vai o Thiago, o treinador que fez ele evoluir vai ficar no leão (JUNINHO), vamos vê se o Thiago é um bom goleiro ou ele tinha um treinador que tirava leite de pedra, mesmo assim torço para ele conquistar os seus objetivos, pois se fosse outra pessoa nem se importava o que a torcida do Remo ia pensar, como ele disse na sua rede social (Espero que a torcida me entenda), só quero que tu falhe no RExPA.

Comments are closed.