Remo 2×2 Independente (Felipe Gedoz)
Remo 2×2 Independente (Felipe Gedoz)

O cube do Remo poderia viajar mais tranquilo para Maceió (AL), local da partida contra o CSA (AL), pela 2ª fase da Copa do Brasil, terça-feira (13/04), não fosse o vacilo da última quinta-feira (08/04), ao ter ficado no empate em 2 a 2 como Independente, pelo Campeonato Paraense.

No jogo, o Leão apresentou falhas no sistema defensivo com erros de posicionamento. O novo episódio de “lambança” do time fez com que os jogadores ficassem na bronca, já que a ausência da vitória em casa, além de ter encerrado os 100% de aproveitamento na temporada, criou uma pressão extra para o duelo diante dos alagoanos.

O ruído na caminhada do time, contudo, não diminui o esforço em seguir firme e buscar se reerguer fora de seus domínios, independentemente da dificuldade que certamente irá encontrar.

“É um rival que vai ser nosso adversário também na Série B. Então, a gente tem que estar ciente que vai ser um jogo duro”, disse o meia Felipe Gedoz.

“É como sempre costumo falar: no campo são 11 contra 11. Temos que estar com os pés no chão, cabeça no lugar, sabendo das dificuldades, mas querendo o resultado positivo”, completou o camisa 10.

De acordo com Gedoz, o rival desta fase do torneio nacional também precisa encara o Leão com o mesmo respeito, já que o time tem feito campanha imponente.

“Vai ser jogo difícil, pela campanha que eles vêm fazendo, tanto pela Copa do Nordeste quanto no campeonato local e na Copa do Brasil, mas obviamente, eles têm que se preocupar com nosso elenco, porque é muito bem treinado, entrosado. Então, todo cuidado vai ser pouco de ambas as partes”, apontou.

Com um gol marcado no empate pelo Parazão contra o Galo Elétrico, Gedoz reiterou a boa apresentação do time, apesar da ausência da vitória.

“Independentemente do resultado, o time propôs o ritmo, buscou o gol a todo momento. A equipe deles estava muito bem fechada atrás. A gente buscou pelos lados, pelo meio, tivemos muitas chances e não soubemos aproveitar”, alertou.

CSA (AL) e Remo se enfrentam na terça-feira (13/04), às 21h30, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), pela 2ª fase da Copa do Brasil. Em jogo único, quem vencer se classifica para a fase seguinte e um empate leva a decisão para as cobranças de pênaltis.

Diário do Pará, 10/04/2021

8 COMENTÁRIOS

  1. Temos que corrigir os erros da zaga e volante de contencao urgente(posicionamento);a partir dai,temos condicoes de sair com a classificacao de alagoas sim!!!!!!

  2. Acredito na classificação, vamos que vamos meu Leão rumo a terceira fase da CB.

  3. Na boa, minha opinião é que o Uchôa ainda não fez uma boa partida, tem falhado assim como o miolo de zaga. Gedoz jogando abaixo ainda e principalmente esse Renam Oliveira quando entra pouco contribui com o time. Esse tal de Cariús também foi pífio quando acionado. Resumindo: BARBAS DE MOLHO, muita conversa e pouco futebol.

    • Uchôa e Lucas Siqueira não combinam. Ambos não têm características de marcação. Precisamos de um cão de guarda, como Charles ou Yuri, por exemplo. Talvez por conta da lesão, o Uchôa ainda não pegou confiança e isso têm atrapalhado seu desempenho.

  4. Não tem como fazer mágica com o futebol apresentado pelo miolo de zaga, especialmente o FREDSON, bem como com esse volante de contenção, UCHÔA. Insisto que a diretoria precisa fazer dispensas e contratar urgentemente de três a quatro zagueiros e mais dois volantes xerifes.

  5. Estão dando muito Ibope pra esse Gedoz, precisa jogar mais e falar menos. Renan Oliveira já está pedindo passagem.
    Alô diretoria, DANIEL COSTA está jogando um bolão no são Bento, coloca os atacantes na frente do gol, bate falta e escanteio como ninguém. trás esse MAGO pra k, vai arrebentar aqui também.

Comments are closed.