Erick Flores
Erick Flores

Jogar sob o calor escaldante das 10h não pode ser vantajoso para ninguém, muito menos para os atletas. Pela falta de refletores em seu estádio, a Tuna criou essa “cultura” dos jogos matinais e aposta que pode tirar proveito diante do Remo.

O que vai prevalecer é a posse de bola, com o controle do jogo, além do preparo físico, na resistência. Vai se dar melhor o time mais preparado, independente de hábito ou de camisa, mas o futebol sempre sairá perdendo ao impor aos atletas tamanho desgaste, pelo calor infernal e pela nossa alta umidade do ar, que eleva a transpiração e a perda de energia.

Título

Em franco crescimento de rendimento no time remista, o sergipano Anderson Uchôa é o único candidato a bicampeão paraense. Dioguinho, por sua vez, sonha com o primeiro título estadual na carreira.

Opções

Com Lucas Tocantins e Wallace em tratamento médico, Erick Flores vai provando a utilidade da sua contratação pelo Remo. Gabriel Lima, que também chegou no meio da competição, é outra solução para Paulo Bonamigo.

Coluna de Carlos Ferreira, O Liberal, 07/05/2021

10 COMENTÁRIOS

  1. Erick Flores joga fácil!
    Me arrisco a dizer que erra menos que o próprio Gedoz! Haja vista que, vez em quando, Gedoz erra um passe e terá que ficar treinando em separado pra parar de bater falta e só acertar a BARREIRA!

  2. Se fossem jogar contra uma equipe do sul ou do sudeste, talvez houvesse alguma vantagem… Entre Remo e Tuna, não vejo como o calor das 10h possa vir a favorecer (ou prejudicar) um dos times. Parte do elenco azulino, em particular, é formada por jogadores regionais (ex. Gabriel Lima, Dioguinho, Marlon), e parte dos “importados” (ex. Vinicius, Fredson, Jansen, Uchoa), pelo tempo que jogam em Belém, já deve estar adaptada.

  3. Entre jogar de manhã com sol e a tarde com chuva que deixa o gramado uma piscina, é preferivel jogar com sol no gramado seco a bola rola facilitando o toque de bola.

  4. Gabriel Lima entrou bem no último jogo contra o Águia, espero que continue evoluindo.

  5. Uma coisa me intriga, se o jogo e pelo período matinal e não estamos tendo a presença do torcedor, pq então q o horário não é as 9 horas quando o sol esta mais a menos. Não dá pra entender.

    • Tem toda uma logística por trás de cada partida e a preparação começa horas antes do pontapé inicial. Entre os diversos fatores, existe a parte física e fisiológica dos atletas. Pode parecer pouco, mas essa 1 hora antecipada, interfere desde o horário das refeições e de dormir na véspera da partida, a hora que acordam, que tomam café da manhã, entre outros. Uma partida de futebol não é simplesmente reunir 11 de cada lado e o juiz apitar o início do jogo.

Comments are closed.