Paulo Bonamigo
Paulo Bonamigo

Paysandu e Remo farão na noite deste domingo (10/01), o clássico mais importante do século XXI. Pela penúltima rodada do quadrangular final da Série C, um dos rivais poderá dormir classificado à Série B.

Entre os fatores que podem decidir o Re-Pa, está o duelo tático montado pelos técnicos durante a semana. Paulo Bonamigo e João Brigatti usaram os últimos dias de preparação para testar alternativas para surpreender o adversário.

Do lado azulino, o consolidado 4-3-3 deverá ser mantido para o clássico. As únicas mudanças que poderão acontecer são nas peças que compõem o meio-campo. Os volantes Charles e Júlio Rusch brigam por uma vaga ao lado de Lucas Siqueira, enquanto Eduardo Ramos e Felipe Gedoz disputam a vaga no setor de criação do time.

Caso opte por Charles, Bonamigo terá uma proteção mais firme ao sistema defensivo, já que o volante tem características de marcação, sendo o inverso de Julio Rusch, que tende a sair mais para o jogo.

Mais a frente, a possível entrada de Eduardo Ramos poderá dar ao time uma estabilidade e um poder de decisão maior no último passe para os atacantes, algo que Felipe Gedoz, titular nos últimos 7 jogos do Remo, ainda não conseguiu fazer desde que chegou ao clube, em meados de novembro.

Alternativas a parte, o técnico azulino garantiu que a base será mantida e projetou uma equipe “equilibrada” e “sem excessos”, para evitar expulsões.

“Nomes no clássico, quem vai começar o jogo, isso fica muito por questão da torcida, mas temos uma base construída e deve ser mantida. Esperamos motivá-los da melhor maneira possível. Vamos armar o time com bastante equilíbrio, muita organização, motivação sem excesso no jogo, porque é aí que ocorre a expulsão. Dar equilíbrio, tranquilidade, sabendo que são 90 minutos de uma partida de futebol que tem responsabilidade grande mas que sabemos que temos que entrar e dar nosso melhor”, disse.

“Temos que ter foco, determinação, vontade, merecimento, porque ninguém chega ao acesso sem méritos. São duas equipes que cresceram muito na competição e estão muito fortes. Clássico de equilíbrio e vamos motivar nossa equipe para vencer”, completou Bonamigo.

Pelo lado bicolor, sem poder contar com o lateral-direito Tony, expulso no duelo com o Londrina (PR), e sem um substituto da posição, o técnico João Brigatti vê no volante Willyam o nome ideal para fazer o corredor direto no clássico. A única dúvida, até então, é em relação ao sistema que será utilizado para o jogo.

Apesar de indicar durante a semana a manutenção do esquema com 3 zagueiros e 2 alas, o treinador não revelou o que pretende para o clássico. Porém, o fato do Remo atuar com uma dupla de laterais – Ricardo Luz e Marlon – que são excelentes no apoio, sendo fundamentais nas jogadas ofensivas do Leão, mas que possuem deficiências na hora de recompor a marcação, pode pesar na hora de Brigatti decidir pela sequência do 3-5-2, variando para um 3-4-3.

Ele explicou que o modelo de jogo usado contra os paranaenses na última rodada foi justamente para frear as jogadas com os laterais da equipe paranaense, que costumam ir bastante ao ataque. Algo semelhante ao estilo de jogo dos azulinos que, juntos, já participaram de 8 dos 26 gols marcados pelo Remo na competição.

“Estudamos demais a equipe do Londrina (PR). Como disse, foi necessário usar aquele esquema, principalmente pela amplitude dos extremos do Londrina (PR), que jogavam em profundidade em cima dos nossos zagueiros e com superioridade em cima dos laterais. Optamos, naquele momento, pelo esquema com 3 zagueiros”, contou.

“Tem que treinar bastante para poder aprimorar esse sistema. Estamos estudando demais nosso maior rival, mas não posso dizer qual o esquema. Pode ter certeza que vamos nos adaptar dentro de campo e vamos, em cima do nosso padrão de jogo, buscar a imposição física e técnica em cima do adversário para conquistar a vitória”, concluiu.

O Leão volta a campo neste domingo (10/01), a partir das 18h, para enfrentar o Paysandu, no Mangueirão. O jogo é válido pela 5ª rodada do quadrangular do acesso na Série C e terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

Roma News, 10/01/2021

1 COMENTÁRIO

Comentários