Paragominas 0×1 Remo (Edson Cariús e Gabriel Lima)
Paragominas 0×1 Remo (Edson Cariús e Gabriel Lima)

O técnico Paulo Bonamigo não se esquivou de dizer que o Remo jogou mal contra o Paragominas, mas preferiu avaliar o contexto do jogo e do campeonato, reforçando que o objetivo principal traçado foi alcançado – a permanência na liderança geral do Estadual, que significa a vantagem de decidir em casa os confrontos de mata-mata.

“O resultado foi muito melhor que a performance. É evidente. Temos que analisar, também, que a competição, a partir desse momento, vai começar a ser desse nível. As equipes já conhecem mais o Remo, conhecem a forma como jogamos. A intensidade da competição aumenta, tem o forte calor. Temos que superar essas adversidades e os adversários motivados. Chegou o encurtamento da competição e temos que ter, cada vez mais, eficiência e qualidade para fazer a diferença dentro do jogo”, frisou.

Os azulinos vai enfrentar o Águia de Marabá nas quartas-de-final do Parazão. O jogo de volta será em Belém, no Baenão. Na primeira fase, as equipes empataram em 1 a 1 jogando em Marabá, no estádio Zinho de Oliveira. Bonamigo espera um melhor desempenho nos novos encontros.

“Jogos decisivos são sempre feitos em cima de detalhes. Temos visto os times do interior muito competitivos, equipes muito aguerridas, jogando sobre forte calor. Tem que ter espírito de superação, muita garra, muita vontade para superar. Nossa ideia agora é já pensar nos mata-matas, elaborar um bom plano, podemos descansar alguns, trabalhar outros. Ainda estamos construindo a equipe para que, no momento decisivo, ela tenha a performance que a gente espera”, ponderou.

O técnico também avaliou a atuação do centroavante Edson Cariús, que substituiu Renan Gorne, suspenso. O experiente atacante foi pouco acionado na primeira etapa, mas mais presente ao longo do segundo tempo, quando todo o time azulino foi melhor.

“Cariús, na primeira parte, foi muito sacrificado em função de ficar muito isolado. Tanto os extremas (Dioguinho e Gabriel Lima) como o (Felipe) Gedoz, principalmente nos 20 primeiros minutos, ficaram mais em uma função defensivas e o isolaram muito. Ele foi um cara que tentou segurar a bola, ter presença de área, ter volume, ter participação. Ele está se entrosando com a equipe, evidente que vai crescer. Foi voluntarioso, brigou bastante. Foi muito bem marcado, os dois centrais faziam marcação zona e com muita pressão”, apontou.

“A gente sabe que centroavante vive, também, de performance geral, coletiva, de equipe. Isso, principalmente no primeiro tempo, não conseguimos impor nosso ritmo contra o Paragominas”, concluiu Bonamigo.

Globo Esporte.com, 28/04/2021

15 COMENTÁRIOS

    • Carius, atacante de técnica refinada. Grande, depende de condicionamento físico. Vai ser muito útil na série B. Bonamigo sabe o que tem nas mãos

  1. Das melhores contratações foram o gedoz, gorne, Wellington Silva, Lucas Tocantins, e Uchoa. Thiago ennes e a sexta melhor contratação. Mesmos não sendo titular. Gabriel Lima está em análise. Vinicius Kiss, Eric flores e o outro goleiro não estão nessa lista por que não foram usados.

  2. O leão se torna muito inconsistente quando joga fora de casa, se defende mais que ataca, talvez procedimento natural, mas, não custava nada manter o mesmo nível de futebol quando joga no baenão, o time toca bem a bola, sufoca o adversário, os jogadores não se intimidam, mas quando vai jogar fora……….o time se torna tímido

  3. Jogar com Edison cairus é jogar com jogador a menos,o cara não tem raça,isso tá na cara,não tem nem como acreditar que esse cara vai melhorar, o melhor é dispensar logo ele depois do Paraense,o cara anda dentro de campo,isso não existe,o cara não tem sangue,não dar o melhor dentro de campo,o cara que pelo menos não luta,não tem condições de vestir esse manto,é melhor jogar só com dois atacante e reforçar o meio,assim o remo teria levado menos pressão do Paragominas

  4. Esse jogador não tem condições de ficar para a série B. Precisa contratar um centroavante matador pra disputar a vaga de titularidade com o Gorne. O Gorne sim, está tendo bom desempenho, atacante moderno: finaliza bem, se movimenta bem e abre espaços na defesa pra chegada dos meias e volantes, recompõe o meio com eficiência. Remo sentiu a ausência dele ontem, no jogo contra o Paragominas.

  5. Gedoz continua sendo o cara diferenciado no Remo, pena os outros jogadores nao serem bons de passes. Esse Carius, nem sem goleiro vai fazer gol Bonamigo, porque o tempo dele passou, agora depende da bola chegar no pé dele. Entao, dizer q carius vai fazer a diferença na serie B, caramba, é muito amor como já dizia bad boy, chama o Ageu entao.

  6. Cariús estava isolado e lento.
    Alguém avisa o Gabriel Lima que se joga em pé, toda jogada que ele vai, é caindo, não sei se já perceberam ou foi somente eu.
    Quando ele conseguiu ficar em pé, deu o passe pro Gedoz fazer o gol.

    • O Gabriel Lima gosta do contato da marcação, desde a primeira passagem dele pelo Remo era assim, fazia gol de oportunismo e na raça, mas não era e não é técnico, porém entrava e fazia gols importantes (quase sempre sem ser titular). Nessa volta o Bonamigo quer que ele seja um extremo, que abra pela lateral, mas jogador que se dá bem assim tem que ser o mais “liso” possível, veloz e que saiba fazer tabela, bons cruzamentos. Então tenho minhas dúvidas se nessa volta dele, ele vai vingar, porque está se posicionando muito diferente da primeira.

      • Gabriel Lima tem técnica e sabe finalizar bem, nada excepcional, mas bem. O problema dele é que não aguenta uma dividida, qualquer esbarrão ele cai. Pode ser medo de sofrer uma lesão, o que pode explicar a frequente visita ao DM. Talvez falte um trabalho no NASP de reforço muscular e até psicológico (confiança).

        • Tu deves saber mais que eu, acompanha mais, mas nunca vi técnica nele, só gols raçudos. Veja como ele vira de costas pros adversários. Eu me refiro à primeira passagem dele pelo Remo, porque até agora nem o que ele fazia no passado tem conseguido fazer, mas não acho ele um jogador cai cai. Por exemplo, o Rony hj no Palmeiras, não é técnico, mas é veloz e raçudo, e sempre teve boa obediência tática, em comparação com ele tem o Gabriel Verón para a mesma posição, que tem uma multa altíssima, absurda, porque todo mundo achou que pela boa técnica ele se destacaria e seria vendido por milhões, mas é outro que vive lesionado. Enfim, tem vários exemplo: Mbape x Neymar. O mais importante é o resultado que o jogador traz.

Comentários