Remo 1×0 Brasil de Pelotas-RS (Renan Gorne)
Remo 1×0 Brasil de Pelotas-RS (Renan Gorne)

“Lição de casa feita”. Foram com essas palavras que o técnico Paulo Bonamigo destacou a vitória de 1 a 0 do Remo sobre o Brasil de Pelotas (RS), na noite deste sábado (05/06), no Baenão. A partida foi válida pela 2ª rodada da Série B do Brasileirão.

“Sabemos que essa (Série B) será histórica pelos clubes que participam. Propomos para nosso grupo que era importante fazer a lição de casa, aproveitar o fator campo, que conhecemos bem. Foi uma semana um pouco atípica, porque tivemos um jogo pela Copa do Brasil contra o Atlético (MG)“, destacou Bonamigo.

Apesar do placar magro, o técnico comentou que o time se comportou bem dentro de campo, principalmente no primeiro tempo. Já na etapa final, ele ressaltou que o Leão não passou por perigos, mesmo com o adversário jogando mais em cima.

“Gostei, fiquei feliz pelo resultado. No primeiro tempo jogamos mesmo, mas ainda falta um pouquinho de tranquilidade no terço final. Nosso volume está sem bem feito, mas na execução final está faltando um pouquinho de qualidade. No segundo tempo, talvez em função da equipe ter jogado no meio da semana, baixou a intensidade e o adversário avançou suas linhas, pressionou. Fizemos um jogo de ligação direta e controlamos, mas mesmo assim não sofremos”, apontou.

O gol da vitória azulina foi marcado por Renan Gorne, aos 26 minutos do primeiro tempo. O atacante não marcava desde o dia 21/04, quando o Remo venceu o Castanhal por 2 a 1, pela 7ª rodada do Campeonato Paraense.

“Temos que trabalhar muito a confiança dos atletas. Sabemos que o centroavante vive muito em função de fazer gols. Temos 2 artilheiros com características diferentes. Vamos disputar uma competição longa e vamos precisar deles ativos. Fiquei muito feliz que o Renan voltou a marcar. Não só marcou, mas ‘performou’, isso é importante”, disse Bonamigo.

Na partida diante do Xavante, o Leão teve duas baixas por lesões. Para evitar mais desfalques, o técnico substituiu alguns atletas que estão atuando frequentemente e elogiou a entrada do volante Arthur, recém-contratado.

“Perdemos um pouquinho o controle do meio. (Felipe) Gedoz vem de jogos simultâneos. Temos procurado dosar alguns jogadores para não perder por lesões. Já perdemos (Lucas) Tocantins e Suéliton. Colocamos alguns jogadores que entraram bem. Arthur estreou muito bem, isso é muito importante. Deu uma nova oxigenação no meio-campo, em um jogo duro e de marcação intensa. Controlamos e retomamos a rédea da partida que havíamos perdido no segundo tempo”, comentou.

O Remo agora vira a chave novamente para a Copa do Brasil. Na quinta-feira (10/06) a equipe paraense encara o Atlético (MG), pelo jogo de volta da 3ª fase. A partida está marcada para o estádio Mineirão, a partir das 19h.

Globo Esporte.com, 05/06/2021

22 COMENTÁRIOS

  1. Fazer a “lição de casa”, será sempre o esperado. Cada “aula” valerá 3 pontos.

    Ter atitude de REI, fará com que as “lições” sejam feitas também durante as viagens.

    Cada viagem, também valerá 3 pontos.

    E, todo os os pontos se somarão no final do ano.

    Esperemos que o “aluno” REI LEÃO AZUL avance de Série, novamente, esse ano.

  2. O Bonamigo adora dar uma explicaçao para camuflar as deficiências do time, o cara só quer mexer no ataque, demora muito a mexer no 2° tempo, o gedoz até os 30 do segundo tempo, pode trocar, mas o tecnico insiste em queimar uma substituição colocando Cairus, comissao tecnica, cadê o Wallace, Gabriel Lima, nao sao piores que o carius e nem esse Erick Flores, é necessario estrategia, contra o galo mineiro jogou com meio de campo aberto, perdeu, hoje só ganhou porque o juiz nao marcou a penalidade, apesar de nao saber se converteria o gol, falta agressividade, muitos toques atrás, queria tres dioguinhos no Remo.

    • Realmemte o desempenho ofensivo do time está fraco eis o por quê do magro 1×0. O Remo não tem centro avante de qualidade os alas direito e esquerdo colocam a bola na área mas não tem um centro avante artilheiro pra colocar a bola pra dentro, ontem teve uma excessao com o gol do Gorne mas isto é raro acontecer.

      O LEÃO poderia ter goleado pois o saldo de gols vale na tabela de classificação.

  3. Foi só esse Ruimdoz sair que o meio ficou mais marcador e veloz!
    O Paulinho Curuá só irá jogar quando o Netão assumir o time depois dos 2 treinadores.
    Coloca ao lado do Arthur e avança o Siqueira, ou abre o cofre e trás o Albano meia canhoto ( futuro Gian do Baenão), que esse meio fica uma máquina!

    • Vc ouviu no rádio? Permita eu discordar de vc em parte. Os últimos minutos foram de pressão do adversário com as entradas das PÉSSIMAS contratações: do Andarilho que nos foi bem em lugar nenhum Erick Flores e Rafinha Potita.
      Já o volante Arthur foi muito bem.
      A vitória foi excelente, mas não vamos esconder as substituições ruins em parte no Remo.
      Vi hoje o Castanhal jogar com tantos bons valores locais como o meia Fazendinha e outros bons jogadores regionais e baratos. Mas o Bonamigo quer recuperar Rafinha, Erick Flores (fraco na marcação, fraco no ataque, roda e roda parece uma barata tonta).
      Afinal Erick Flores não é volante? Pq o Bonamigo coloca ele para substituir o meia Gedoz ou jogar no ataque?

      • Concordo, so que o Gedoz já fez alguma coisa de ruim pra família desse Giovanni, só sabe criticar ele é o futebol dele , sendo que não tem nem um pra substituir. Reconheço que ele tá mal, mas o remo não tem banco pra substituir ele. Arthur tem que entrar com urgência no lugar do Uchoa, a falta de marcação dele faz com o que o Remo sofra os 90 min.

        • Amigo. Não misture família com paixão por futebol.
          Respeito seu posicionamento, espere que respeite o meu.
          Para mim o Ruimdoz é enganação, não marca, não ataca, não sabe cobrar faltas, não sabe cobrar escanteio, não sabe cobrar pênalti.
          A única coisa que sabe é tocar a bola com elegância.
          Mas nosso time precisa de muito mais que isso!
          Veja o Diego Torres jogando pelo CRB, tudo que o Ruimdoz não faz, o Diego faz e com competência, rege o meio campo deles!

      • Caro Ricardo, concordo que o Erick e o Rafinha ainda não se encontraram em campo. Fico preocupado com essas escolhas, pois vejo outras equipes trazendo peças pontuais e encaixando.
        Desde o final da série C, eu coloquei um rol de jogadores que achava úteis ao Remo.
        Disseram que eu estava doido, pq o remo não tinha dinheiro pra contratar.
        Concordo que devemos olhar só nosso quintal.
        Falei muitas vezes aqui de um rapaz meio armador da base chamado Lucas Magno, te garanto que esse moleque joga melhor que o Ruimdoz, pq eu conheço ele desde os 7 anos de idade quando arrebentava no salão.
        O fazendinha eu acho muito fraco.
        Já o Alexandre eu gosto da distribuição do jogo dele.
        O Mauro ajuruteua, entregaria mas futebol que o Cariús, mas, fazer o que né?
        Somos torcedores fanáticos pelo nosso Remo, o que nos resta é torcer!
        Esse espaço aqui é pra falarmos disso, não xingar ninguém. Somos todos remistas apaixonados!

  4. O Gedoz é o principal articulador, desconcentra e por isso é displicente nos passes e me parece pouco confiante nos chutes de média distância.
    O Marlon estava visivelmente cansado, nos últimos 15 minutos do 2º tempo, errou muitos passes e mal posicionado na linha da defesa.

    Os que entraram no segundo tempo quem merece melhor observação é o Arthur. Éric Flores muito , mas muito fraco; outro sem condição é o jogador (não lembro o nome) que entrou no lugar do Jefferson pela esquerda.

  5. Boa leão. Vamos que vamos!!!!!

    bonamigo, ESQUECE ESSE CARIUS ! Precisamos de um LE que o Marlon estava morto ontem e não vai aguentar a temporada toda

  6. Bonamigo vc coloca no time titular dois volantes que estão fraquissimos na marcação e lentos demais na saida se bola, não tem zaga que aguente pressão.

  7. Mais uma vitória do Remo com assinatura do coach Bonamigo, ontem durante a partida, por várias vezes, deu chamada jogadores para maior concentração. Em determinados momentos da partida é preciso que os próprios jogadores se cobrem em campo para evitar os apagões, porém não tem havido liderança entre os jogadores com esse perfil.

    Acho que deveriam fazer um trabalho de coaching motivacional com o grupo de jogadores, pois parece que os caras não estão antenados em momentos que estão com o placar na frente, principalmente nos últimos minutos do jogo.

    Preocupante já estar perdendo jogadores titulares por contusão, ainda no início da série B.

    • O ataque tem que ter o tocantins ao Jefferson eo dioguinho se for esse ataque vor valendo com qualquer um de vocês se eles não vai da trabalho pra qualquer zaga

  8. É esse tipo de discurso que me preocupa: (..) o time se comportou bem em campo (..). Todos vimos que em todos os jogos o time tem abdicado de jogar, mesmo tendo forte potencial de “matar” o jogo com total segurança. Mas, ao fazer um ou dois gols o time deixa de querer jogar e de querer assegurar a vitória. Reafirmo, o time na realidade está sendo comandado pelo Gedoz que quer somente, em quase todos os jogos, tocar a bola para os lados ou recuar, impedindo o time de desenvolver jogadas de real oportunidade de gols. Além disso, ele obriga o ataque a recuar e atrair o adversário para o campo do Remo. Não digo aqui que o Gedoz não tenha um bom futebol, apenas afirmo que ele entra querendo jogar no máximo por 20 min e depois desiste dessa tarefa, e não adianta você, Bonamigo, gritar para a equipe atacar porque o comando de fato está no Gedoz. E a equipe só volta a querer jogar qdo vc tem a coragem de tirá-lo de campo.

Comentários