Arthur
Arthur

A derrota para o Londrina (PR), na última rodada da Série B do Brasileirão, acabou com uma sequência de 3 vitórias seguidas do Remo na competição. De acordo com o volante Arthur, o resultado no interior do Paraná não estava nas pretensões do Leão, que buscava mais 3 pontos para entrar na primeira parte da tabela de classificação.

“É claro que uma derrota não era o que a gente esperava, mas foi um desvio no nosso percurso. Estamos vindo de uma sequência muito boa de 3 vitórias e temos ciência de que temos que continuar nesse caminho para alcançar voos maiores”, apontou.

Contratado pelo Remo após se destacar no último Campeonato Paraense pela Tuna, Arthur ainda mira a primeira titularidade com a camisa azulina. Até aqui, ele fez 10 partidas pela equipe, sempre entrando no segundo tempo.

No confronto diante do Londrina (PR), existia a possibilidade dele começar jogando no lugar de Lucas Siqueira, lesionado, mas o técnico Felipe Conceição optou por Marcos Júnior. O jogador falou da disputa por um lugar no time principal.

“Não só nesse jogo (contra o Londrina-PR), mas em todas as partidas a gente sempre espera jogar, titular, começar jogando, até porque se estiver no Remo e não pensar em ser titular, tem alguma coisa errada. Estou sempre trabalhando, me preparando para poder estar à disposição do treinador para iniciar ou entrar no decorrer das partidas”, disse.

“A disputa é muito saudável, o Remo só tem a ganhar. Quem tem entrado, como é o meu caso, tem ido bem, se dedicado em prol do time. Isso é bom para o Remo, pelas pretensões que a gente tem na competição”, afirmou o volante.

Para o embate contra o Avaí (SC), nesta quarta-feira (28/07), às 19h, em Florianópolis (SC), o Remo optou por seguir direto e não retornar a Belém. A decisão serviu para amenizar o desgaste do elenco, já que o clube vem realizando uma rotina intensa de jogos com poucos dias de descanso.

Arthur aprovou a medida e acredita que ela será importante por um melhor desempenho diante do adversário catarinense.

“Isso realmente tem sido um problema para a gente, (somos) o time (que está) mais longe, que tem viagem mais desgastante, um problema não só nesse jogo contra o Londrina (PR), como nos outros que a gente fez. Para esse jogo, vamos ter um pouco mais de descanso, ficamos direto, vai ser bom para a gente”, comentou.

“Esses dias em que a gente veio para cá direto, é bom para descansar. É muito importante, viemos de uma sequência puxada de jogos, um atrás do outro. Foi uma derrota que a gente não esperava, não estava nos planos. Claro que sabemos que todos os jogos são difíceis, então a nossa cabeça está sempre em desempenhar o nosso melhor papel, como fizemos nas 3 últimas partidas em que saímos com o resultado positivo, fazer também nesse jogo contra o Avaí (SC)”, completou.

Globo Esporte.com, 26/07/2021

4 COMENTÁRIOS

  1. Acho o Athur um jogador limitado p disputar a 2 divisao,deveriam dar uma chance p o Paulinho Curua

    • Ja penso diferente. É um jogador que tem bom passe, voluntarioso , não tem bola perdida. O segundo gol contra o brusque saiu devido a raça e insistência para ganhar o escanteio.

  2. Parem de dar desculpas esfarrapadas e joguem futebol,so isso!!Esse apo de desgaste nao cola,vcs tem salrios em dia,ciem do bom e do melhor,tem medicos a tempo e a hora,treinam 01 vez ao dia,ora deixem de balelas!!

  3. Como bem disse o Arthur “Para esse jogo, vamos ter um pouco mais de descanso, ficamos direto, vai ser bom para a gente”.

    Fazer 2 ou até 3 jogos consecutivos “fora de casa” e, depois, outros 2 ou 3 “em casa” seria o ideal para o time do Remo.

    Isto reduziria a quantidade de viagens longas, aumentaria o tempo para descanso entre os jogos.

    Pena que o Clube do Remo na tem peso político na CBF, para conseguir fazer esses arranjos na tabela. A alternativa é continuar se desculpando à torcida.

Comments are closed.