Anderson Uchôa
Anderson Uchôa

A derrota por 2 a 0 para o Atlético (MG) ainda é sentida pelo elenco do Remo no dia seguinte à partida. A sensação dos jogadores é que a equipe azulina poderia ter saído de campo com um resultado melhor, caso tivesse jogado os primeiros 45 minutos com a mesma intensidade da etapa final.

Quem comentou sobre essa disparidade entre as atuações foi o volante Anderson Uchôa. Segundo ele, o Leão demorou para entender o jogo. Ele afirmou que a equipe paraense apenas “assistiu” o Atlético (MG) trocar passes na primeira etapa. No entanto, o Remo voltou melhor para o segundo tempo e fez o que Uchôa chamou de “jogo perfeito”.

“No primeiro tempo a gente deixou o Atlético (MG) jogar muito, mas no segundo tempo fizemos um jogo perfeito, muito bom. Perdemos algumas oportunidades, em que poderíamos ter marcado duas vezes e ter saído com o empate”, apontou.

Apesar da derrota, o Remo precisa “mudar a chave” logo. Neste sábado (05/06), o Leão recebe o Brasil de Pelotas (RS), no Baenão. A equipe paraense precisa de uma boa atuação para melhorar o ambiente do vestiário e conquistar a primeira vitória na Série B.

Segundo Uchôa, apesar de se mostrar um adversário com certas fragilidades, o time gaúcho pode oferecer perigo ao Remo. O volante disse que espera um adversário bastante reativo no Baenão e pediu atenção aos companheiros, para que o Leão não caia em uma armadilha tática.

“Conheço a equipe do Brasil (RS). É uma equipe que sempre espera, tem uma marcação muito forte. Acho que aqui não será diferente, pois estarão jogando fora de casa. Precisamos ter atenção a isso, principalmente como a gente tiver atacando. É aquele ditado: atacar defendendo, porque eles vem aqui jogar por uma bola”, encerrou.

Globo Esporte.com, 03/06/2021

16 COMENTÁRIOS

  1. BONAMIGO esta na hora de dar uma chance ao PAULINHO CURUA,nesse meio campo e WALLACE nao pode ficar de fora desse time

  2. Irônico o Uchôa dizer que o time “apenas assistiu o Atlético MG trocar passes”, pois ele devia colocar a carapuça de fora e fazer a autocrítica ao rever não só sua pífia atuação nesse jogo (os dois gols seriam evitáveis se tivesse combate do primeiro volante), mas também como tem jogado mal pelo Remo, pois além de reativo ele chega a ser estático vendo o adversário jogar na cara dele, consequentemente os zagueiros ficam no mano a mano. Uchôa como primeiro volante não tem dado a segurança necessária à zaga, e não cumprir devidamente o seu papel, acaba sobrecarregando os colegas como o Lucas e o Gedoz.

    É momento de dar oportunidade ao Paulinho Curuá no lugar do Uchôa, quem sabe um banco o ajuda.

    O Uchôa devia assistir jogos do Zé Ricardo do América MG, ver como joga um verdadeiro volante moderno e qualificado, quem sabe aprende.

    • Concordo plenamente. E não posso acreditar que um time que jogue 3 na frente, permita que o time adversário saia jogando tranquilamente.
      Queria poder passar aqui um áudio de um amigo mineiro atleticano, me encarnando sobre o jogo em Belém. Disse que o Remo escapou de ser goleado, e que em minas, vai levar mais gols, e ainda disse que o Gedoz só é pose e cabelo, futebol, nada.
      Palavras dele!

    • É isso mesmo Garra Azul, e só não levamos mais dois gols no segundo tempo, talvez pela inexperiência do Marroni e das excelentes defesas do Vinícius. Nesse lances o volantes estava aonde? Os zagueiros tem qua sair da área, marcar o passe e o receptor? Não dá né?

  3. Respeito sempre contra qualquer time , mas baba ovo , aducadinho inaceitável como vimos. Só faltaram fazer massagens qdo os jogadores do Atlético se machucaram, aí não dá carai!!!
    Não esqueçam que estão no clube do Remo , muita tradição, e que está se reerguendo no futebol nacional com objetivo de em pouco tempo começar a render frutos. Mas com essa atitude de inferioridade perdemos o total respeito frente aos clubes , imprensa e torcida.

  4. Assistiram O e AO Atlético-MG.

    Pois, AJUDARAM e OBSERVARAM a equipe visitante.

    Que no jogo de volta em BH, mudem essas ATITUDE e POSTURA.

  5. Se eu fosse presidente do remo eu rescinfitia o contrato com o gedoz cinceramente o meio de campo do remo não criar nada o gedoz quer saber mas de se amostrar nos jogos do que jogar bola quando nós pensa que ele vai avançar ele vai e toca a bola pro lado….né remo 100%..

  6. O Remo contra o Atlético foi um time encolhido, submisso diante de um suposto adversário superior, que nunca existiu. Os jogadores precisam entender a grandeza do Clube. Hoje o futebol, em qualquer circunstância, está ou pode ficar nivelado, o que afasta qualquer postura de inferioridade dentro das quatro linhas. Veja o CRB, igualou o jogo com o Palmeiras e poderia sair vitorioso. O Remo é grande e esse status deve ser mantido pelo atual elenco. Vamos Leão.

  7. Ontem o CRB jogou com raça, perdeu, mas fez frente junto ao Palmeiras. Isso era só mínimo que pedimos aos nosso time!
    O jogo foi com muita intensidade do início ao fim. Totalmente diferente dessa morosidade que fizemos aqui em Belém!

  8. Uchôa tem bom passe e dá dinâmica na saída de bola do Remo. Mas o grande problema é que ele não sabe marcar e isso tá prejudicando muito o sistema defensivo do Remo. Uchôa precisa ser substituído urgentemente.

Comentários