Nininho
Nininho

Neste sábado (15/02), no estádio Mangueirão, o Clube do Remo retorna aos compromissos válidos pelo Parazão 2020. Os azulinos vão enfrentar o Águia de Marabá em busca de um alento no Parazão, após derrota para o rival na rodada passada.

Para o duelo, a comissão técnica deve mandar a campo um time alternativo, devido à recuperação física e também suspensão de alguns atletas. A equipe se apresentou na tarde da quarta-feira (12/02), pela Copa do Brasil, em Sergipe, ocasião em que venceu o Freipaulistano (SE) por 2 a 1 e garantiu a classificação à 2ª fase da competição nacional, retornando a Belém somente no final da manhã de quinta-feira (13/02), após passar a madrugada viajando.

Por esse motivo, alguns jogadores devem ser poupados por conta da sequência de jogos. É o caso, por exemplo, do meia-armador Douglas Packer.

Para o treinador Rafael Jaques, é um momento oportuno para avaliação de outros componentes do elenco remista.

“Provavelmente, para o jogo de sábado (15/02), em função dos desgastes, vamos dar oportunidades. Alguns não poderão jogar e queremos que esses que entrem, aproveitem a oportunidade e aumentem o nosso leque (de opções)”, antecipou.

Frente ao Águia, a partida pode sacramentar o retorno de um velho conhecido da torcida: o lateral-direito Nininho, que tem apresentado boas condições físicas nos treinos.

Na lateral-esquerda, o Leão também deverá ter mudanças. Depois de atuar em todo esse começo de 2020 como titular, Ronaell irá cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O volante Lailson, que apareceu bem diante do Freipaulistano (SE), é a primeira opção para a vaga, já que Dudu Mandai ainda não reúne condições para atuar. o zagueiro Rafael Jansen, que já exerceu a função em 2019, também será avaliado.

Para Nininho, que é a opção de origem das duas laterais, a expectativa de vestir a camisa azulina oficialmente, mais uma vez, é alta.

“Vamos trabalhar forte para conseguir os objetivos e dar alegria para essa torcida espetacular do Remo”, frisou.

Diário do Pará, 14/02/2020

4 COMENTÁRIOS

  1. Sinceramente não entendo! Chegam no Clube informando que estão fora de forma física e sem ritmo jogam 3 partidas e já estão cansados, KD o entrosamento um time titular, ganha uma e começa a mudança, tem que usar o paraense pra treinar e ganhar ritmo e coletivo aproximação sincronizar defesa e ataque, quando o Remo ataca não tem ninguém acompanhando. Contra o Paysandu estavam esperando o time deles na defesa pra roubar a bola, tem que ser zone press, porque o Remo não tem contra ataque…Aff….

Comentários