Mazola Júnior
Mazola Júnior

Não há dúvidas de que o treinador Mazola Júnior tornou o time do Remo competitivo. Inclusive, é uma das suas defesas quando é instigado a falar sobre o próprio trabalho no Baenão.

“O Remo vai disputar o título de igual para igual com o rival, coisa que talvez não fosse acontecer”, argumentou, com precisão, após vencer a semifinal contra o Castanhal.

Mazola é, aliás, um personagem interessante da final deste Parazão. Além de um profissional gabaritado e polêmico, o seu histórico como treinador do Paysandu dá um peso diferente para o confronto deste domingo (06/09), a partir das 17h, no estádio Mangueirão.

Quando dirigiu o time bicolor, em 2014, Mazola não conseguiu o título estadual, perdendo para o Remo em finais disputadas e polêmicas, com atletas até brigando em campo.

Depois desse fato, Mazola conseguiu o acesso à Série B na mesma temporada e nunca mais voltou a comandar os bicolores. Embora ninguém fale abertamente, ficou um clima de tensão entre as partes.

Assunto do passado, na verdade, já que a oportunidade de celebrar o principal título do Pará está diante de Mazola, mais uma vez.

É bem verdade que o técnico não iniciou tão bem à final, ao perder por 2 a 1 e lidar com um turbilhão de críticas, acusando-o de ter uma estratégia demasiadamente defensiva, mas nada como um dia após o outro. É uma das máximas do futebol e da vida do próprio treinador.

O Liberal.com, 06/09/2020

9 COMENTÁRIOS

  1. Em se tratando de competitividade, há dúvidas sim! Não se pode afirmar isso apenas porque chegou a uma final de campeonato paraense e com apenas 5 rodadas do brasileiro! Principalmente quanto a essa invenção de 5 volantes, quando já foi mostrado que esses jogadores não conseguem colocar em prática o que o técnico pretende!
    Então, falta o treinador calçar as sandálias da humildade e admitir isso, mudando o esquema de jogo. Já disse que se confundiu em ter um excelente goleiro e creditar o fato de não levar gol ao sistema tático. É só tirar o Vinícius e ver quantos gols o time vai levar a mais!

  2. Boa análise o que realmente acontece é que com 4, 5 volantes o time não se encontra em campo ou seja ficam sobrando e o goleiro e zagueiros dando chutes pra frente sem objetividade. Assim foi contra o imperatriz com vila nova e 2º tempo do RexPa

  3. O time do Remo me surpreendeu, pois eu esperava um jogo de muita movimentação pelas laterais o que não ocorreu. Era um time limitado e que só fez aquele gol por pura patuscada do goleiro do paysandu, que
    fez um péssimo lançamento e um erro tosco aoo rebater a bola. De resto o Remo se reduziu a um time segurando o resultado de 1 X 0…Não deu… O paysandu jogou pra vencer o tempo todo… Esse é o objetivo maior… Comentário sem paixão…

  4. excelente goleiro, não concordo, só defende bola que vai em cima, modelados não pega uma!

  5. Se o Vinicius fosse um excelente goleiro não estava por aqui, com certeza no barcelona, só pega que vai em cima dele, nos lados é um fracasso

    • Vinícius só não saiu antes porque tem 35 anos. Muitos times até de Série A já tentaram levar ele e desistiram por causa da idade. Acham que só o Fernando Prass existe. Bom pra gente!

Comments are closed.