Eduardo Ramos
Eduardo Ramos

Depois de ter ficado um pouco de lado quando o clube investiu na contratação de Felipe Gedoz, a qualidade e a liderança de Eduardo Ramos voltam a ser valorizadas no Baenão.

O técnico Paulo Bonamigo admitiu nos últimos dias que espera contar com o jogador no clássico, mesmo que seja por alguns minutos. O comandante azulino sabe da importância que o meia tem para a transição e a força de ataque.

Quando ele saiu de cena, na parte decisiva da etapa de classificação Série C, o Remo encarou sérios problemas e penou um bocado para superar as adversidades. A partida contra o Santa Cruz (PE), no Mangueirão, foi exemplar da falta que o camisa 10 faz. O time não atuou mal, mas a derrota teve a ver com o vazio criativo no meio e as muitas falhas de finalização.

Quem ainda tinha dúvidas quanto à necessidade que o Remo tem de seu principal meia-armador teve a chance de rever conceitos nesses últimos jogos. A única partida em que o time não dependeu de Eduardo Ramos foi em Manaus (AM), quando um esquema forte de marcação e saídas verticalizadas garantiram a vitória no segundo tempo.

De maneira geral, boa parte da torcida costuma depreciar o talento do jogador, julgando-o sem fôlego ou condições técnicas para jogar. Bonamigo, em pouco tempo de Baenão, sabe o quanto é bom contar com um organizador no meio-campo, coisa que o time não tem atualmente.

Felipe Gedoz, grande e cara aquisição, até o momento não disse a que veio. O Remo apostou nele como protagonista, mas só contou com um “coadjuvante de luxo” nas 5 partidas em que atuou. É verdade que vem evoluindo, aumentando sua participação nas jogadas, mas em nível ainda insuficiente para ser considerado um jogador indispensável.

Carlos Alberto, que vem se revezando com Gedoz, teve uma queda de produção nos últimos jogos. Funciona tecnicamente, mas o lado físico parece pesar, como no confronto contra o Londrina (PR), no sábado (12/12). Quando entrou, o time teve uma queda, acentuada ainda por outros fatores, como as saídas de Hélio Borges, Marlon e Tcharlles.

É notório, ainda, que Carlos Alberto não assume protagonismos, é um jogador discreto e de pouca ascendência sobre os companheiros, enquanto Eduardo Ramos costuma liderar o time, falando com a arbitragem e impondo respeito.

Um líder em campo é o que mais Bonamigo e Remo precisam ter neste momento. Faltam 5 jogos, 5 decisões. No mini-torneio de acesso à Série B, o Leão não pode se dar ao luxo de jogar sem um jogador capaz de comandar os companheiros em campo, principalmente no clássico decisivo deste domingo (20/12).

Por ora, a presença de Eduardo Ramos no clássico é pouco provável, apesar do processo de transição iniciado na terça-feira (15/12). É quase certo também que, mesmo que possa atuar por um terço da partida, não estará 100%, mas a simples insistência de Bonamigo em contar com ele atesta a utilidade que o meia tem para o funcionamento geral do time, principalmente na parte ofensiva.

O técnico observa que o quadrangular “elitizou” a disputa, reunindo os melhores de cada chave. Para ele, os jogos serão ainda mais equilibrados, sendo decididos em cima de detalhes, o que explica a valorização de jogadores cascudos, como o camisa 10 azulino.

O Leão volta a campo neste domingo (20/12), a partir das 18h, para enfrentar o Paysandu, no Mangueirão. O jogo é válido pela 2ª rodada do quadrangular do acesso na Série C e terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

Blog do Gerson Nogueira, 18/12/2020

28 COMENTÁRIOS

  1. Interessante, o Remo jogou sem Tcharles e Wallace durante alguns jogos…Mas quem fez falta foi o ER….? Que não contribui em nada na marcação, só joga de costas para o ataque e é fominha…principalmente na hora de bater falta !! Parece que o aproveitamento dele em faltas é igual o do Messi. Esse Gerson Nogueira é uma mucura travestida de repórter. Precisamos é de um choque de realidade nesses jogadores e um pouco mais de ousadia no ataque (Wallace).

  2. Vamos parar de dizer que o Eduardo Brahma, é o principal jogador que responde lá na frente e Tcharles e Hélio Borges, Salatiel não se movimenta dando poucas opções de passes o que falta e a entrada do Ronald, suprindo a ausência de Wallace, Eduardo Ramos, só dura até 30 do primeiro tempo, a sua qualidade e indiscutível, mas não tem mais a mesma arrancada e agora a idade e o Ritmo de jogo, Gedoz esse serviria aberto na esquerda tipo como Ronaldinho Gaúcho jogava, agora se ele ficar se embolando no meio campo com o Branma é complicado. Banco pro Salatiel urgente.

    • De Novo vagner VC tem alguma coisa pessoal contra o Eduardo tem logica nao ou e imveja Eduardo esta sem jogar 6 jogos e continua sendo o Artilheiro chega de falar mau dele fica na sua VC detona ele em todos os grupos meu jesus amado

  3. Ate agora nao apareceu nenum camisa 10 igual E.RAMOS,so nao pode jogar o tempo todo,seria bom entrar no 2 tempo tem muita qualidade.BONAMIGO nao inventa Rush no meio como titular e pelo amor do nosso querido LEAO nao relaciona o Ermei por favor

  4. Tem de dar oportunidade para o Ronald para, junto com o Hélio, dar velocidade ao ataque. É isso que falta ao Leão. O E. R. não tem velocidade pra descontrolar a defesa da Mucura, logo, irá jogar recuado e a Mucura encontrará um prato cheio pra não dar folga pro Vinícius, e, espero que não, saborear uma vitória sobre nós.

  5. Corroboro com o Gerson Nogueira. Gedoz melhorou, mas ainda não se soltou e já vai para o seu sexto jogo, quarto como titular, chegou dizendo que estava bem fisicamente e treinando, claro que precisava de ambientação, mas já deveria ter dado mais. CA não passa de um jogador tático e muito discreto, quase não faz jogadas verticais, marca pouquíssimos gols (até agora só um, ano passado contra o Tombense) e nesse ano deu um passe (a escoraxa pro Marlon fazer gol contra a mucura). ER faz falta sim, mas tem que voltar bem e curado, se for pra voltar bichado, que seja nos últimos jogos. Dizer que no ataque Hélio segura, acho exagero, é um jogador também tático, tem dois gols, importante pelo lado direito, contribui muito nesse setor e e fundamental hj, mas ainda precisamos de mais nesse ataque. Dizer que Tcharlles segura, pqp, pela quantidade de jogos, titularidade, produz pouquíssimo, fez um gol contra o Manaus, Ok, mas ainda deve muito. Salatiel sai da área pra buscar bola, já que ela não chega e quando chega, um cara alto, não dá uma cabeçada. Portanto, nosso ataque é fraco! Espero que no rexpa eles façam o que até agora não fizeram. Nosso ataque é Marlon e RL, um pouco do Hélio, e na esperança de deslanchar essa turma toda que não convence.

    • Concordo com seu comentário. Veio exatamente isso que você disse. Digo mais, todos falam que o Vinicius é o responsável pelos poucos gols que Remo tomou. Eu digo que ele também é, porque não é só ele. A defesa do Remo toda está segurando bem as partidas. Vejo algumas críticas que julgo injustas por o saldo é positivo. Defesas difíceis que o goleiro faz por conta de uma ou outra falha de defesa também é comum em futebol. Quanto ao ataque ainda falta alguma coisa ,talvez mais entrosamento, conjunto. Não vejo troca de passes certos, tabelas, é cada qual querendo ser a estrela e jogando sozinho, se tem essa impressão. Foram inúmeras as finalizações erradas com o companheiro em melhores condições para finalizar sem receber o passe. Mas, apesar disso o Remo fez a terceira melhor campanha na primeira. Certo que isso já passou, agora é outra fase. Mas, é o indicador que se tem e vamos torcer para que continue fazendo os resultados que consigam a classificação. Eu já percebo melhora. Mas, penso que com esse elenco, dá para melhorar mais.

  6. É muita paixão por esse cara. O jogo contra o Santa foi o jogo que o Remo mais criou e com variações de jogadas, inclusive pelo meio de campo.
    Se tiver de entrar após 90 minutos se o Remo tiver vencendo de 2 gols de diferença.

  7. É IMPRESSÃO MINHA… OS CORNETEIROS DA IMPRESSA QUEREM ESCALAR O ER DE QUALQUER JEITO?

    ACHO QUE ESSES CORNETEIROS SÃO BICOLETES!

  8. Acho que o ER hoje eh opcao no banco no lugar do Gedoz, ja que o Carlos Alberto tem contribuido muito pouco quando entra. Agora uma coisa eh certa, o Gedoz contribui bastante tb na marcacao, coisa que o ER nao faz.
    Temos que reconhecer que apesar de nao estar conseguindo ser criativo nas jogadas, o Gedoz tem ajudado bastante na marcacao.
    Sera que o Bonamigo teria coragem de entrar com tres atacantes (Tcharles, Helio e Salatiel) e ainda colocar o ER no meio de campo. Pq tirar um desses tres pra forcar o ER, certamente o time iria piorar.

  9. Bora jogadores do meu Leão querido pra cima da mucura com garra e vontade, se vcs forem com essa lentidão que jogaram contra o Londrina corre o risco de derrota, vamos se doem dentro de campo esses três pontinho é muito importante para chegarmos a série B

  10. O G. Nogueira só quer tirar um sarro com a cara de parte da torcida azulina.
    Ele fica fazendo esse joguinho de interesse em confundir a cabeca da galera.

    Está claro que o ER10 não estará em campo no início do próximo RExPa. Mas, o escriba, tentar passar a ideia da necessidade do jogador no time.

    O ER10 não está fazendo falta alguma. Não fez falta nos últimos jogos.

    O que está faltando para o Clube do Remo, é o Treinador Paulo Bonamigo, volocar o esquema ofensivo, desde o início da partida.

    E, no segundo tempo, quando iniciar as alterações, NÃO INSISTIR NO ERMEL. Poderia dar uma oportunidade, real, ao RONALD, pelo menos uns trinta minutos.

    • É isso mesmo, faltando orientação do técnico para que o time tome iniciativa e aquele o adversário. Contra o manaus foi assim após o intervalo o Remo dominou o jogo porque propomos o jogo.

  11. Penso que há uma diferença vital entre o Eduardo e o Gedoz. O primeiro conhece bem a importância de um resultado positivo neste clássico, para as pretensões do Mais Querido no restante da competição, inclusive no aspecto emocional. O Eduardo bem fisicamente faria diferença. Para o Gedoz, que possivelmente veio só passar uma chuva em Belém, será apenas mais um jogo. Além disso, concordo com a Gilmessi77; se for para o Eduardo voltar bichado, que não volte agora. Também acho que o Tcharlles produz muito pouco, mas, por razões desconhecidas (pelo menos para mim), o jovem Ronald, que acho que se encaixaria como uma luva no lugar dele, não vem sendo sequer relacionado nos últimos jogos. Minha opinião nesse espaço democrático proporcionado pelo Remo 100%!

  12. Gente Nova! Jogador com pulmão e velocidade: Wallace, Ronald, Helio Borges, João Diogo , Dioguinho e Tcharles,na minha analise a solução de jogo ofensivo passa por esses jogadores. Contudo o Clube do Remo ganha esse jogo Domingo : 2×0.

  13. Gostaria de ver o mesmo ER de 2015, onde subiu o remo pra C. Cruzou o escanteio do gol do Welton, fez o dele com um chute rasteiro no canto direito, e colocou na cabeça do Aleilson pra fazer o 3, e só não fez um golaço no final do jogo colocando a bola pelas.pernas do zagueiro, pq o goleiro defendeu.
    Volto a dizer, o problema do nosso ataque, é que no esquema Mazolamigo, os atacantes são verdadeiros laterais, pois são obrigado a marcar acompanhando até a nossa grande área.
    Se ele mudasse pro 3-5-2 teríamos mais coberturas e não precisaria os atacantes descerem tanto.
    Os caras chegam no gol cansado.
    Onde já se viu Romário, Ronaldo, Rivaldo ter que marcar descida de lateral. Quem marca descida de lateral, é lateral, volante ou zagueiro.
    Hoje a descida mais forte do Paysandu está sendo pela direita, coloca o Tcharlles ou hélio lá na ponta esquerda e prende o Tony lá na marcação.
    Mesma coisa se for pela esquerda.
    Mas esse esquema 4-2-1-3, desguarnece o meio campo, e dá a impressão de ser ofensivo, porém não é, pois precisa ficar marcando com os atacantes o tempo todo.
    Muda o esquema Bonamigo, que esse é o mesmo do mazola, só muda que no mazola tínhamos mais volantes, e no Bonamigo temos atacantes que acabam fazendo a mesma função!

  14. O João Diogo veio só para enfeite!
    O Gedoz pelo menos está jogando, mesmo não convencendo. Só não entendo pq o João Diogo não joga, sinceramente queria muito ver ele atuando, nem que seja uns 5 minutos!

    • Pq parte da torcida e da imprensa queimou ele no jogo contra o Ferroviário quando ele perdeu um gol feito que daria o empate

    • Caro João, saudações AZULINAS.
      Parece que o seu xará J.Diogo se queimou, ou alguém o queimou dentro do Remo.

      Talvez seja esse o motivo do desaparecimento desse jovem jogador.

      • É a única explicação meu caro. O Gedoz perdeu um pênalti contra o Santa Cruz e nem por isso se queimou, pelo contrário!

  15. Confesso que neste momento o ER bem físicamente é bem melhor que esse Gedoz, nao da para jogar os dois, porque o poder de marcaçao cai muito e serie C exige muito da forma física, espero que o Bonamigo utilize-o nos 15 minutos finais a fim de ganhar ritimo.

  16. João sem condições. Em 90 min não tá produzindo nada, imagina 15 min E ainda vindo de contusão. Desculpa mais dá não.

  17. Eu começo pelo ataque, o Salatiel não funciona de pivô e nem como centroavante fixo, não está rendendo, então coloca Hélio Borges Tcharles e Eron ou Ronald, no meio tem que permanece a trinca Lucas, Charles e Gedoz não tem muito que inventar e também mantem a zaga que está super bem. Vamos pra cima Meu Leaoooo

  18. Boa noite! Nação Azulina! O Clube do Remo tem que jogar como o time do Santos jogou, ganhando o time do Grêmio de 4 x 1. Não tomou conhecimento do adversário, sabendo que o mando de jôgo foi do time da casa(no caso, o time do Santos). E só fazer valer o SEU mando de campo e confiar no seu elenco! Dá-lhe Leão!Mostra a tua Força!

Comments are closed.