Mazola Júnior
Mazola Júnior

Remistas aborrecidos, bicolores em êxtase. Foi assim o dia seguinte ao Re-Pa que abriu a decisão do Campeonato Paraense, na quarta-feira (02/09), com virada do Paysandu nos minutos finais.

Cenário típico de ressaca do clássico da Amazônia desde o tempo em que as multidões descobriram e assumiram a paixão pelas duas bandeiras. A véspera é de ansiedade e a manhã posterior ao jogo é dedicada ao esporte da encarnação nas esquinas, bares e locais de trabalho. Uma gostosa tradição do Re-Pa.

Nas hostes azulinas, uma notícia deixou a torcida inquieta: o desfalque representado pela ausência de Eduardo Ramos. Mesmo antes do diagnóstico confirmando a lesão, através dos médicos do clube, um áudio vazou nas redes sociais mostrando o pessimismo do jogador quanto a uma recuperação que permitisse estar na segunda partida.

Não é uma perda qualquer. O meia é hoje o melhor jogador do Remo e sua principal referência. Para piorar, não há no elenco nenhum outro jogador com as mesmas características dele, que é organizador, um camisa 10 clássico e também bom finalizador. Eduardo marcou 7 gols nas 9 partidas que o time disputou desde a retomada das competições.

Sua saída logo aos 8 minutos do segundo tempo do clássico foi determinante para a acentuada queda de rendimento do time, que foi sufocado pelo rival e não sustentou a vantagem estabelecida no primeiro tempo. Douglas Packer, seu substituto, teve atuação apagada.

Para o confronto final, o técnico Mazola Júnior terá que reformular a formação e o próprio sistema utilizado até agora, com aproveitamento satisfatório até o Re-Pa. Os erros evidenciados no meio-campo tiveram consequência direta na atuação da zaga e do ataque.

Apesar das negativas do treinador, a estratégia era a de aproveitar a tal “uma bola” e depois segurar o resultado. Funcionou até os 40 minutos da etapa final, mas não impediu a virada no placar, conquistada pelos bicolores após persistente busca do gol.

Um time que joga por uma bola sempre corre riscos imensos, ainda mais quando tem pela frente um adversário tradicional, conhecedor de seus segredos e com um técnico inteirado da história do Re-Pa.

Pelos jogadores disponíveis no elenco, Mazola pode designar Carlos Alberto ou Robinho para a vaga de Eduardo Ramos, mas este não é o único problema azulino para o jogo que decidirá o Parazão. As laterais precisam de mais reforço. Por lá, o adversário encaixou todas as suas investidas no segundo tempo sem sofrer combate ou resistência.

Everton é o titular na direita e Marlon na esquerda, mas a possibilidade de escalação de Djalma e Dudu Mandai não está descartada, bem como a chance de o jovem velocista Ronald finalmente entrar no ataque. A conferir!

Blog do Gerson Nogueira, 04/09/2020

20 COMENTÁRIOS

  1. Até o momento só sobrou para o Fenômeno Azul as asneiras do Kila e a incompetência do covarde Mazola, a diretoria do Remo tem que ter atitude.

  2. Os jogadores do remo não fazem nunca dois gols na mucura, vão entrar com medo, o psicológico abalado, é um jogo muito difícil pra nós do Leão e talvez muito mais fácil para o adversário.

    • Vai fazer mais que dois. “Grandes m…… é esse time do payssandu. Até parece que o payssandu tem um timaço e estava fazendo grandes jogos Quem está com medo são alguns torcedores. Imagina se, como eles, ficasse cinco anos pegando porrada. Dizer que o time do payssandu é superior ao do Remo, é um absurdo. Sinceramente! Esse resultado, com dois gols em três minutos foi completamente fora de lógica, considerando a retrospectiva recente dos dois times. Parece que isso ninguém enxerga.Futebol também tem que ter sorte e eles tiveram nesse jogo. O Remo jogou mal, no segundo tempo. Mas, estava aguentando a pressão até eles acharem um de rara felicidade, muita sorte. No segundo, foi um único vacilo da marcação e acho até que foi falta no Vinicius a trombada do Nicholas. O Remo tem condições de reverter essa situação e a sorte pode e vai mudar em favor do Remo.

      • E ESSE FILHO DUMA EGUA NÃO APROVEITA OS MOLEQUES COLOCA ESSES VELHOS QUE NÃO JOGAM NADA AI DEPOIS TÃO PEDINDO AJUDA DA TORCIDA PRA ISSO PRA QUILO VÃO SE FERRAR

  3. Sugestao ir pra cima a mucura nao tem uma defesa confiável e pesada e lenta com certeza no mínimo vai dar pênalti se jogar com garra e ofensivamente com muita vontade vamos ser tri campeão 3×0….

  4. Não vamos ficar com medo, basta o treinador não ter medo de colocar o time pra cima, se jogar com medo vai levar surra.

  5. Põe a mulekada da base pra jogar e o jeito Ronald walace pingo Hélio atacante e vai pra cima põe o Carlos Alberto no segundo tempo Dudu mandai na esquerda Djalma na direita barra o Júlio e o Gelson e vai pra cima da Mucura fedorenta

  6. PQP, estou fazendo tudo pra ser otimista, pra acreditar mas quando vejo o estilo tático e técnico com que este estagiário Mazola implantou no Remo mais as limitações técnicas dos jogadores o castelo desmorona.

  7. PQP, estou fazendo tudo pra ser otimista mas quando vejo o estilo tecnico e tático com que o Remo vem jogando por causa deste estagiário treinador Mazola mais as limitações técnicas dos jogadores, o castelo desmorona.

  8. O Everton jogou bem na direita!!! Deu combate em todos os lances. O gol saiu depois que ele foi substituído. O lance começou com o Keven na marcação.
    Mandai tem que ser titular amanhã na esquerda, ele é mais marcador que o Marlon.
    Se o Mazolla quer entregar o título logo pra Mucura ele coloca o Djalma na lateral. Não sei pq tantos aqui morrem de amores pelo Djalma?! Jogador limitadíssimo, serve pra compor elenco, além de que é torcedor declarado da mucura.

  9. Com este estilio tático e técnico que este estagiário de treinador implantou no Remo e mais as baixa qualidades técnicas dos jogadores nos deixa num desânimo terrível de acreditar no tri e na subida à série B.

    Estes diretores de futebol do Remo Dirson Medeiros e Carlos Kila estão demonstrando serem altamente desabilitados para o cargo catando jogadores nos camburoes de lixo como fazem os mendigos.

    Fabio Bentes durante estes 2 anos de gestão ainda não ganhou nenhuma vez da mucura. O sonho do tri campeonato e da subida a serie B aos oucos se esvaem. Tudo isso é Lamentável.

  10. Mazola Júnior técnico frouxo e retranqueiro agora é vencer ou vencer e buscar o troféu de tri campeão.

  11. Tenho e tive o privilégio de ver grandes times do Leão nas décadas de 70 e 80. Ê muito frustrante assistir esses times que o Leão vem montando nos últimos anos. É vergonhoso ver em um clássico o time do Remo jogar 45 min jogar por uma bola, contra um time que é limitado tecnicamente. O nosso time perdeu a segunda bola tanto ofensiva quanto defensiva o tempo todo, levando em consideração que o time contava com 4 volantes de marcação, aí fica difícil ganhar deles. Sem serem incomodados na defesa eles foram todos pra cima, inclusive o goleiro que jogou bem adiantado. Resumindo, tá difícil, mas não impossível, pois se trata de um clássico onde tudo pode acontecer. Se não teremos o nosso articulador no domingo, mas que pelo menos tenhamos um time com vontade de vencer, comendo grama, como se fala popularmente. Se for igual a quarta-feira que o adversário ganhou todas as divididas, aí é melhor entregar logo o troféu pra eles. Os times se equivalem nas suas limitações técnicas, esta é a nossa esperança, tudo pode acontecer.

  12. Vinícius
    Everton
    Jansen
    Mimica
    Dudu Mandai
    Charles
    Lucas
    Carlos Alberto
    Marlon
    Ronald
    TChalles
    só depende do Mazola

Comments are closed.