Paulo Bonamigo
Paulo Bonamigo

O técnico Paulo Bonamigo foi instigado a falar sobre o momento de sequência da temporada com jogos oficiais, à despeito das celebrações de final do ano.

O questionamento ocorreu em um momento que o clube precisou lidar com um assunto espinhoso: a participação de atletas, como Djalma e Felipe Gedoz, em “peladas” típicas desse período de fim de ano.

“É um momento atípico. Temos que abdicar das festas natalinas e de final de ano. O grupo está assimilando bem isso, principalmente, os mais profissionais”, disse.

Como deliberação, a diretoria resolveu demitir o meia Djalma, o lateral Wellisson e o atacante João Diogo, além de multar o meia Felipe Gedoz, tido como a principal contratação do clube para a Série C. Todos estavam presentes no evento, sem autorização e conhecimento da diretoria de futebol.

A equipe azulina está próxima do acesso à Série B do Campeonato Brasileiro. Com 4 pontos, o Leão lidera o Grupo D da Série C. Restam 4 jogos para confirmação da vaga.

O próximo será contra o Ypiranga (RS), no Mangueirão, neste domingo (27/12). O adversário, apesar de não ter pontuado no quadrangular final, é tratado com respeito por Paulo Bonamigo.

“Ypiranga (RS) foi o 1º colocado do Grupo B. Fez uma campanha similar a que o Remo fez. Então, eles têm qualidade. Esperamos trabalhar no sentido de que é o jogo mais importante nosso, até o momento. Assumir a responsabilidade, buscar nosso melhor jogo, para que a gente possa manter aquilo que conquistamos até o momento”, frisou o comandante azulino.

Responsável direto pela boa fase e arrancada nesse momento decisivo, Bonamigo acredita que a partida terá alternâncias.

“Dificilmente uma equipe terá o controle diante da outra durante os 90 minutos. Será um jogo em cima de detalhes. O que nos interessa, em termos de resultado, é a vitória”, pontuou.

“É trabalhar em cima do ‘erro zero’. Todo jogo se torna um confronto direto. Evidente que os jogos serão ainda mais decisivos”, concluiu.

O Leão volta a campo neste domingo (27/12), a partir das 18h, para enfrentar o Ypiranga (RS), no Mangueirão. O jogo é válido pela 3ª rodada do quadrangular do acesso na Série C e terá transmissão ao vivo e exclusiva pela DAZN. Clique aqui para fazer sua assinatura agora e ganhe 30 dias grátis.

O Liberal.com,

34 COMENTÁRIOS

      • Concordo! Nunca se manteve em nenhum time que o Remo formou. Troca técnico e só se vê a imprensa cobrando a presença dele no time.

    • Atitude GRAVISSIMA meu amigo..GRAVISSIMA!!!
      uma total falta de respeito, DESCASO com toda situação que vivemos e um risco altíssimo de contaminar todo elenco!!! Imaginem isso !.. O remo perdendo 5 , 6 titulares ou até mais !
      Atitude corretíssima!!!!

  1. A diretoria agiu rápido e acertou. O Djalma.faz.tempo que não joga, só vive bichado, o João Diogo não disse a que veio e o lateral idem. O Gedoz foi juvemil demais, sabia que ia dar merda, a.multa foi correta, não tem como mandar embora, o cara é titular. Espero que essa situação já esteja superada.

  2. Djalma sempre foi um excelente profissional. Peço que a Direção do Clube do Remo reveja a demissão do Djalma. Merece outra chance com certeza. Deve sim ser chamado a responsabilidade pois o Campeonato está no final e não podemos brincar.

    • Isso é piada! excelente profissional! Só pode ser piada. Não acredito que um Remista não veja o Remo em primeiro plano é perceba o risco que esse sujeito impôs ao clube, ao futuro do Remo. Sinceramente! É uma insensatez tentar proteger uma conduta de um dito profissional que pode, é torcer para que não aconteça, desestabilizar uma situação após um esforço hercúleo de uma gestão para tirar o Remo da situação de dificuldades que estava passando por anos e anos com uma perspectiva de acesso que colocará o Remo em outro patamar. Cidadão entenda que o Remo contrata e confia em profissionais para prestar bons serviços. Aquele que não converge aos interesses do Clube, ao contrário, expõem ou colocam em risco e ainda ,são “come e dorme” não podem permanecer. Imagine se o Clube estivesse com os salários atrasados teriam jogadores, que já teriam abadonado o Clube e colocado na justiça, sem perdão. Daí todos diriam que o jogador estaria certo e o Clube errado porque o profissional precisava sustentar a família. Agora, o cara está errado, prejudicando o trabalho , prejudicando o Clube e tem que reconsiderar? Na minha opinião, não.

  3. Contínuo com minha opinião, tinham que mandar todos esses peladeiros embora, em qualquer empresa , o funcionário fez merda, manda embora.

  4. O remo deu um tiro no pé. Vejam bem o que estou dizendo. Isso, não é hora de demissão. Chamava e multava os três, porquê multaram só. Se mandaram os três embora, e deixaram um só pq é titular. Errou do mesmo jeito. Portanto tinha que ir embora também. Essas coisas que não entendo no remo. Qndo se pensa, que tudo tá bem, a diretoria, me faz uma merda dessa.

    • Soube que não foi a primeira escapada do Djalma, por isso a demissão. O Gedoz foi a primeira, por isso ele foi apenas multado (mas acho q mesmo q fosse a segunda dificilmente o Remo mandaria embora). Os outros dois o Remo tava muito afim de se livrar mesmo. Ruins demais.

  5. Estás sendo simplório, por desconhecimento. Com certeza o desejo da diretoria era dispensar todos, mas é quase certo que no contrato do Gedoz deve haver uma multa rescisória altíssima para a condição financeira do clube. Aí sim, seria o caos.

  6. Idiotice, irresponsabilidade. A diretoria agiu de forma rápida e acertada. Estamos em momento crucial do campeonato, acesso já é uma realidade, aí uns irresponsáveis desses tomam uma atitude dessas que põe em risco tudo isso. Já pensou se eles espalham o corona no grupo e ficamos sem elenco titular para os próximos jogos decisivos???? Um prejuízo inimaginável. Parabéns diretoria!!!

  7. O cara q chamou o Djalma pra essa pelada e funcionário do Paysandu , acredito q ele tem uma trabalho social , pois o motivo dessa pelada era pra arrecadar alimentos.
    Como o Djalma já jogou no time dos mucurentos ficou a amizade c esse cara , aí ele deve ter convidado o Djalma e o Djalma por sua vez , fez a merda de levar os caras.

  8. Djalma já não eh nenhum juvenil. Sabe muito bem o risco q correu, fez os outros correrem, seja de lesões ou de contrair covid.
    O clube foi duro, porem acertou, pois se nao resolve isso agora perde o respeito daqueles q estao super engajados na luta pelo acesso, dai vc começa a perder o grupo.
    Reparem q o ER, apesar de implicarem com ele, não foi por exemplo.

  9. Dois pesos, duas medidas.
    Erraram sim! Porém na reta decisiva, precisaremos de todos. Decisão muito ríspida ao meu ver. Não sei como os outros jogadores irão reagir, mas, espero que não comprometa o nosso foco, ainda não adquirimos nada, precisamos vencer os 2 jogos, aí sim festejar algo. E depois mandar reformular elenco para 2021 quem sabe na série B, se Deus permitir!

    • Entendo que seu comentário inverte a situação. A gestão do Remo não tem culpa de nada. Está corretamente defendendo os interesses do Remo. Os riscos de desestabilização ou comprometimento do foco foram provocados pelos jogadores, liderados pelo Djalma. Quanto a pesos e medidas. Não se trata de uma situação de dentro de uma casa onde meninos após travessuras são castigados para aprender, independente de qualquer avaliação, todos não assistindo o desenho na TV. A situação é de alta complexidade. O Remo não pode em hipótese nenhuma ser prejudicado. Gedoz, ao que se comentou, não era reincidente. Em outra vertente, como em qualquer contrato profissional ou comercial se tem que as partes são beneficiadas com reciprocidade. No caso do Gedoz, as possibilidades do benefício no projeto de acesso são claras. Quanto aos outros, principalmente Djalma, tiveram maior benefício na relação e ainda assim não valorizararam. Não só não valororizaram ,como boicotaram, conscientemente ou não, o trabalho seríssimo da comissão técnica e da diretoria do clube. Djalma, a dois anos , fica entre DM, transição, e rendimento comprometido nos jogos por estar retornando de lesão e, com poucos jogos, lesão novamente. Não se firmou com nenhum treinador. Os outros dois não renderam nada, ou seja, não disseram a que vieram. Então, a gestão não pode ter um impulso insensato. Corretamente analisou caso por caso, os antecedentes, comentados em outros comentários nesse espaço, defendendo os interesses e o projeto de acesso do Remo, agindo corretamente.

  10. Erro da diretoria em punir com desigualdade. Na minha visao a melhor punicao era a multa para todos.

    Enfim a decisao ja foi tomada. Nao adianta ficar reclamando do juiz depois da expulsao.

  11. Esse caso da liberação dos três jogadores, Djalma, Wellisson e, J.Diogo, além da multa no F.Gedoz, tem diferentes INTERPRETAÇÕES e inúmeras NUANCES.

    Obviamente , há os torcedores que estão e, os que não estão, em acordo com o Diretoria Azulina.

    As INTERPRETAÇÕES variam entre a diferença de punições e, a omissão do Clube.

    Como a Direção Remista não se negou à decidir sobre os acontecimentos, ficou a questão da assimetria das penalidades.

    Para alguns torcedores, os quatro atletas deveriam sofrer a mesma sentença. Ou seja, demissão ou multa.

    Já outros azulinos defenderam o acertamento da Diretoria nas punições diferenciadas. Inclusive, foi muito bem colocada pelo Adriano XR, a questão da individualização da pena. Onde, pessoas diferentes que cometam a mesma infração, podem receber diferentes graus de punições.

    Quanto às NUANCES, existem várias:

    Há cláusulas nos contratos individuais sobre rescisão e indenização? Caso haja, quanto custará aos cofres do LEÃO, cada jogador liberado?

    Há reincidência em ATOS INISCIPLINARES de algum deles? Se sim, de quem?

    A reincidência de indisciplina exime o Clube de indenizar o atleta?

    As lideranças dentro do elenco foram consultadas antes das decisões da Diretoria?

    Como foram recebidas as notícias pelos outros atletas profissionais?

    Domingo tem jogo decisivo. Como esses acontecimentos foram trabalhados no grupo?

    A Diretoria poderia esclarecer ao torcedor, alguns desses pontos duvidosos.

  12. SE É IRRESPONSÁVEL NO TRABALHO IMAGINA EM SUA CASA COM A FAMÍLIA, NÃO TEM PERDÃO, DIRETORIA FEZ O CORRETO .

  13. No meu ponto de vista a diretoria agiu de forma certa. Já imaginou o prejuízo se eles pegassem e passassem covid pro time? Perderíamos uns 4 ou 5 jogadores no momento mais importante dos últimos anos. Prejuízo financeira incalculável. Jogador profissional não pode agir de forma amadora. Nem os craques, imagina esses q nada produziram esse ano.

  14. A diretoria agiu bem, o Gedoz é excepcional por causa do contrato, entao a multa caiu bem. Agora, foi um risco grande em tempo de pandemia, muita irresponsabilidade.

  15. …Hoje vemos o Clube do Remo, com mentalidade de Profissional…Em outros tempos! Passava a Mão na cabeça desses IRRESPONSÁVEIS…HOJE VIVEMOS O CLUBE DANDO AULA DE PROFISSIONAL…ISSO É ERA FABIO BENTES…PAGAMENTO EM DIAS, ESTADIO NOVO…ELEIÇÃO DE PRESIDENTE ÚNICO…COM ESSA FILOSOFIA É QUE CAMINHAMOS AOS NOVOS DESAFIOS…À DIRETORIA COM MUITA SAPIENCIA….MEUS PARABÉNS, À NOSSO GLORIOSO CLUBE DO REMO…SÓ FUCA OS PROFISSIONAIS…TEMPOS DE AMADIRISMO! NÃO VINGA NO FUTEBOL DE HOJE.

  16. Engraçado que querem profissionalismo no Remo e quando a Diretoria toma uma atitude profissional reclamam. Djalma se mostrou infantil ao aceitar o convite da pelada e ainda levar outros para essa pelada, talvez o fato de não se encontrar nos planos do Bonamigo no time titular cometeu essa sandice…Certo a Diretoria, o elenco se sacrifica em ficar confinado e longe da família, os caras vão jogar pelada beneficente…Gedoz, com certeza foi pedido do Bonamigo para ficar, pois, não creio que o Fábio Bentes tenha esse caráter de dois pesos e duas medidas… Temos que pisar em ovos, a decisão deve ser cirúrgica…laranjas podres para fora agora…Uma pena seu Djalma, sua atitude foi de tamanha infantilidade.

  17. verdade ovidio esse djalma depois que veio pro remo o nosso leao nunca ganhou nada ele e paysandu e inrresponsavel e tambem peladeiro e pe frio tem que ir embora e ja vai tarde,, pra mim ele convidou os jogadores e principalmente o GEDOZ pra prejudicar o remo esse cara so vivia no departamento medico porque so vivia jogando pelada parabens FABIO BENTES. E esses torcedores que ficam querendo que o djalma fique pra mim tambem sao torcedores da mucura vamos leao rumo a serie B

  18. Caso de difícil análise, eu realmente fiquei muito preocupado. Eu sabia que os nossos atletas não foram dolosos, eles não imaginavam o peso do manto Azul, que é embalado por um Fenômeno de arrepiar, por incrível que pareça os seus companheiros se superaram em campo e o Leão acaba de vencer o Ypiranga de virada Leão 2X1 Ypiranga e está com um pé na série B. Eles não foram dolosos caso o Leão atinja sua classificação a B, eu dou o meu voto para que os demitidos por esta causa sejam readmitidos porque os seus colegas em campo se superaram e provaram que defender o manto azul está acima da compreensão humana, pois com o acesso fica a culpa redimida.

Comments are closed.