Remo 0x0 PSC (Rony)
Remo 0x0 PSC (Rony)

O Remo parece sofrer de uma sina em relação a jogadores de nome Rony. Primeiro foi o atacante, que o clube perdeu no momento em que mais precisava dele, ao longo da Copa Verde de 2015. A entrada em cena de um empresário habilidoso tirou do Baenão, por R$ 230 mil (dinheiro que entrou oficialmente nas contas do clube), o maior talento revelado nos últimos 20 anos.

Pois o trauma pela perda de joia tão preciosa ameaça se repetir apenas 4 anos depois. Por irônica coincidência, um outro Rony é o protagonista da nova novela a se desenrolar nos bastidores do Leão.

Desta vez o Remo pode perder o lateral-direito Rony, revelação que só ficou conhecido pela torcida ao entrar na partida que o Remo venceu o Atlético (AC), no Baenão, na Copa Verde.

Depois, foi lançado no segundo tempo do primeiro clássico Re-Pa, pela semifinal da mesma competição. Na ocasião, Rony mostrou desenvoltura e habilidade, sendo o autor do chute que bateu na mão do bicolor Bruno Collaço, gerando a polêmica do pênalti não marcado por Dewson Freitas.

No começo desta semana, Rony deixou a concentração do clube, onde mora. Como não se reapresentou, a direção de futebol fez contato com a mãe dele, que revelou que o jogador havia viajado a Barcarena, “para exames”.

A informação levantou as primeiras suspeitas, porque Rony não precisa sair do Baenão para ser submetido a exames médicos, já que o clube oferece toda a estrutura necessária para atendê-lo.

Mais surpreendente ainda foi a visita do atacante Gustavo Ramos, também empresariado pelo mesmo interessado na aquisição dos direitos de Rony.

Segundo o presidente Fábio Bentes, Gustavo teria ido à concentração apenas para retirar os pertences de Rony, confirmando que o jovem atleta estava realmente abandonando o clube.

A partir daí, a história entra na seara judicial. O Remo vai tentar garantir seus direitos sobre o atleta, enfrentando o mesmo empresário que demonstra ter experiência em aproveitar as brechas nos contratos entre o Leão e seus jovens jogadores.

Segundo o presidente, a atual gestão não tem qualquer pendência em relação a Rony, mas por via das dúvidas, ordenou um levantamento da situação do jogador no período final de 2017, quando o clube ainda era administrado por Manoel Ribeiro.

São situações que se repetem, ciclicamente, provando que o Remo ainda pode pagar um preço muito alto pela negligência de gestões passadas.

Blog do Gerson Nogueira, 12/10/2019

15 COMENTÁRIOS

    • Eu vi esse garoto jogar em 2015 no sub 15 , eu q nem sou olheiro nem nada ,já percebi q ele era um lateral estilo Daniel Alves ,gostava muito de corta pra dentro e chutava muito bem de 3 dedos.
      Até comentei c uns dos pais de algum garoto q jogava c ele.
      Falei assim: se o remo investir nesse garoto nós estamos bem de lateral.
      Agora fica a pergunta se eu percebi isso, porque os diretos q trabalham c a base não viram esse garoto Como um futuro pro remo?

  1. É uma trairagem atrás da outra. Assim é difícil. Sei que é quase impossível segurar jogador em Belém com a estrutura que temos,.mas há de se fazer alguma coisa. Primeira delas, não negociar mais esse traíra/sanguessuga de empresário do Gustavo Ramos. Só não entendi se esse é o mesmo que tirou o primeiro Eiró Rony daqui. Esses caras não tem pena e só pensam em sugar. Passam-se anos pra ter um.jogador realmente promissor, e chega um empresário que nem deve ser lá essas coisas, fala meia dúzia de palavras e convence pai, mais e filho de ir embora daqui…

  2. Gostaria de saber quanto é o salário do Rony atualmente ? Assim, não seremos enganados caso ele venha a ser vendido. O que parece ser inevitável !
    Segundo a lei Pelé, a multa para transações nacionais, ou seja, entre 2 clubes brasileiros, é calculada da seguinte forma: valor do salário mensal em carteira x 13,3 (12 meses + 13°salário + férias) x fator lei Pelé (100). Vou dar um exemplo para um jogador que ganha R$10 mil EM CARTEIRA por mês (fora direito de imagem):10.000 x 13,3 x 100 = R$13.300 (Treze milhões e trezentos mil reais)
    . O tempo máximo permitido por lei de qualquer contrato de jogador profissional no Brasil é de 5 anos e depois deste período não é mais possível a renovação. Se um clube tem interesse de continuar com o jogador além deste período deve obrigatoriamente confeccionar um novo contrato.
    O valor da multa regride à medida que o contrato se aproxima do seu término da seguinte forma:
    10% após o primeiro ano.
    20% após o segundo ano.
    40% após o terceiro ano.
    80% após o quarto ano.
    Para as transações internacionais, ou seja, entre um clube do Brasil e outro da Europa e Ásia por exemplo, O VALOR DA MULTA É LIVRE! Quem escolhe o valor são as partes (clube/atleta) na formulação do contrato.
    O valor da multa neste caso, além de ser livre, não diminui com a aproximação do término do contrato. O valor se mantém o mesmo até o final do contrato.
    As informações abaixo, serve para conscientizar o torcedor sobre a forma que as negociações devem ser feitas, porque vemos outros clubes ganharem muito dinheiro com a venda de seus atletas, enquanto aqui as coisas não funcionam assim. Por qual motivo ? Incompetência ou má fé ?? Alguém esta levando por fora !!! Temos que acabar com essa história de jogador com contrato com o clube receber proposta para ir embora e o nosso clube abrir mão sem receber a indenização. Ou paga, ou fica !

    • Muito bom saber desses cálculos Daniel, eu nunca fui procurar saber. O que eu sei é que é muito difícil segurar jogador aqui, qualquer proposta de uma outra “praça”, mesmo com o mesmo salario (se o jogador daqui receber salario), outra praça mais visível, uma vitrine melhor, que pode ser: sudeste e sul do país em primeiro lugar, depois centro-oeste e nordeste em segundo, o jogador sai. Tem que se saber porquê, o próximo clube deveria fazer um trabalho para identificar os motivos: local, estrutura, torcida que cobra, pouca oportunidade de jogar, falta de apoio à sua família, ou simplesmente, o ideia de que fora daqui a chance de ser negociado futuramente com um clube melhor ou do exterior seja maior. Em geral os clubes brasileiros não seguram suas promessas, exceto o Cebolinha do Grêmio, temos um exemplo recente agora de jogador que vai sair, o Michael do Goiás, mas o valor do passe dele é de 100 milhões de reais. 100, o Remo sequer consegue vender um jogador por 1 milhão. Por que isso acontece. Enquanto não soubermos a causa, jamais saberemos a solução. Assim como o Remo está ajeitando a parte jurídica, deveria contratar um empresa os pessoas competentes pra identificar todos os fatores envolvidos e apontar soluções.

      • Como o Daniel Pinho disse, os contratos podem ser celebrados por no máximo cinco anos… no Remo, os contratos, por uma questão de estratégia (acredito eu), são de um ano, no máximo dois… Ou seja, joga uma temporada e ninguém tem que pagar recisão… nem jogador, nem clube…
        Imagino que seja uma forma do clube se “proteger” de contrair dívidas (salários) com jogadores que não serão aproveitados… Faz-se contratos curtos com todo mundo, na esperança de subir para a série B e conseguir respirar…

  3. O clube do remo tem sorte que RONYelson ,ameixa ,Jonathan e outros ainda são remistas por amor próprio pois se fossem outro teria um ódio eterno pelo remo pois é um clube que vira as costas para os atletas da casa e trata com privilégios As perebas de fora Gustavo ramos e nony estão certos mesmo e foda-se esses bando de ordinarios que usam o clube do remo como desculpa para embolsar o dinheiro do clube

  4. Pelo q eu vejo o Gustavo Ramos além d não jogar nada nada semi final ai Da q leva um jogador do Leão mais e assim mesmo. Pra essa diretoria q só olha pra fora

  5. MAS SABE PQ OS CARAS FAZEM ISSO PQ O REMO E SEUS DIRIGENTES NÃO DÃO VALOR NOS JOGADORES DE BASE ONDE ERA PRA GANHAR DINHEIRO LANÇANDO NO PROFISSIONAL E COM UM CONTRATO DE MULTA POR FORMAÇÃO E PASSE 100% DE DIREITOS QUANDO UM JOVEM ATLETA CHEGASSE A JOGAR NO PROFISSIONAL JA TERIA UM VALOR ESTIPULADO UM CONTRATO COM O CLUBE BEM LONGO DE 3 A 4 TEMPORADAS ESSES BURROS QUE FAZEM CONTRATO DE JOGADORES SÃO MAS BURROS QUE SE DA PRA PENSAR TRAZEM JOGADOR VELHO CARO E NÃO REDEM NADA AO CLUBE A NÃO SER DIVIDA

Comentários