Wallacer
Wallace

Sem previsão para entrar em campo oficialmente na temporada, após o adiamento da estreia azulina no Parazão, a comissão técnica do Clube do Remo nem pensa em afrouxar a intensidade dos treinamentos que estão sendo realizados em Barcarena.

Nesta quinta-feira (10/01) pela manhã, o treinador João Nasser Neto realizou um coletivo com uma roupagem diferente daquela que enfrentou o Castanhal no domingo (06/01) e, ao que tudo indica, será que a deverá entrar em campo no sábado (12/01), diante da seleção local, em novo amistoso do Leão.

As principais novidades no treino foram a entrada do zagueiro Rafael Jensen, dos meias Wallacer e Echeverría, além do volante Welton. No caso dos três primeiros, a mudança era esperada, devido ausência em campo no final de semana por ainda estarem em período de adaptação. A formação, porém, é a que mais se aproxima de uma possível escolha de Netão, já que o meio-campo deverá contar com os atletas que foram escalados nos treinos.

As mudanças que ainda podem ocorrer estão centralizadas no setor ofensivo, já que David Batista, recém-contratado e último reforço para o plantel neste primeiro semestre, deverá ser o centroavante azulino, conforme o seu anúncio oficial.

Com o setor de criação acanhado nos testes anteriores do Remo, ao menos teoricamente Netão terá uma boa avaliação do que tem em mãos, no teste que acontece no Estádio Municipal de Barcarena. Tendo Wallacer na função, a expectativa é verificar a sintonia do atleta ao lado de Echeverría, assim como o fluxo do restante dos jogadores.

No que depender de Wallacer, a vontade de entrar logo em campo para apresentar o seu cartão de visitas é grande, ainda mais após a confirmação de adiamento do Leão no Campeonato Paraense.

“Nós, jogadores, gostamos de jogar competições e de estar jogando. Querendo ou não, só o treino desgasta e queremos competir. A gente ganha mais tempo de preparação, mas a vontade de jogar junto com o torcedor é maior”, frisou o atleta azulino, que ainda comentou a compatibilidade dos atletas de setor para fazer as jogadas fluírem.

“Às vezes, a velocidade ajuda muito e, com menos toques na bola, a gente chega mais rápido na área. A gente tem essa qualidade, essa característica, eu, Echeverría e Welton, e isso pode dar certo”, completou Wallacer.

A provável escalação que Netão mandará a campo é a seguinte: Vinícius; Geovane, Rafael Jensen, Fredson e Ronaell; Robson, Welton, Wallacer e Echeverría; Henrique e Alex Sandro.

Diário do Pará, 11/01/2019

Comentários