São José-RS 1x0 Remo (Guilherme Garré)
São José-RS 1x0 Remo (Guilherme Garré)

O Remo perdeu a primeira partida na Série C, para o São José (RS), na noite desta quinta-feira (13/06), no estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre (RS). O gol foi marcado por Dudu Mandai, aos 26 minutos do segundo tempo.

O time gaúcho dominou o jogo no primeiro tempo, pressionando a defesa do Remo e criando muitas oportunidades de gol, salvas muitas vezes em cima da linha pelos azulinos.

As bolas aéreas também foram bastante utilizadas pelo São José (RS), além dos chutes fora da área. Aos 6 minutos, quase abriram o placar com Diguinho, que pegou sobra de bola na entrada da área e arriscou com força. A bola passou rente ao travessão e assustou o Remo.

Outras oportunidades foram a partir dos 25 minutos, mas a defesa azulina conseguiu evitar o pior. Em uma bola alçada, Vinícius saiu mal do gol e não conseguiu o corte. Thiago Pará cabeceou para o gol, mas Rafael Jensen tirou quase em cima da linha.

O Remo ficou limitado ao contra-ataque, mas tinha dificuldades em passar pela defesa do São José (RS). Foram apenas duas chances para abrir o marcador. A primeira, com um chute de Daniel Vançan, aos 12 minutos; a outra com um cabeceio de Ramires, aos 41 minutos.

O Remo começou bem o segundo tempo, podendo ter marcado no primeiro minuto. A jogada foi com Emerson Carioca, que escapou da marcação e chutou colocado da entrada da área, mas a bola passou muito perto do gol e saiu pela linha de fundo.

Porém, o São José (RS) continuava melhor no segundo tempo e quase abriu o placar aos 10 minutos, quando Márcio Lima chutou forte de fora da área. Foi preciso o goleiro Vinícius entrar em ação para salvar o Leão.

Após pressionar o jogo inteiro, os gaúchos chegaram ao gol, marcado por Dudu Mandai, aos 26 minutos da etapa complementar. O lateral aproveitou a tabela com Maradona e bateu com força para o gol. A bola foi no cantinho e Vinícius não alcançou.

Depois, o São José (RS) só administrou o placar e soube segurar as investidas do Remo. O time gaúcho garantiu 3 pontos importantes e ainda acabou com a invencibilidade azulina na competição.

Apesar da derrota, o Remo continua na liderança do Grupo B da Série C, com 15 pontos. Se quiser continuar na 1ª colocação até o fim da 8ª rodada, o Leão precisa “secar” o Juventude (RS), que joga em casa nesta sexta-feira (14/06), contra o Volta Redonda (RJ).

O Remo se prepara agora para o reencontro com o maior rival, o Paysandu. A partida está marcada para terça-feira (25/06), às 20h, no Mangueirão. No entanto, o Leão aguarda a resposta da CBF sobre a antecipação do jogo para domingo (23/06), às 16h.

O Liberal.com, 13/06/2019

3 COMENTÁRIOS

  1. Se pode apontar um culpado pela derrota do Remo, esse tem nome, se chama Emerson carioca, o cara teve três oportunidades para marcar, inclusive, teve um lance que ele teve a capacidade de chutar com o pé direito e a bola bater no calcanhar do pé esquerdo dele, assim não dá né Márcio Fernandes?

  2. o remo precisa mudar o estilo de saida de joagada que começa com o goleiro vinicius e dae pros laterais e zagueiros…os times ja manjaram a jogada e então estão marcando a saida dos laterais e assim recuam de novo pro goleiro assim ja volta pros zagueiro que ja perderam varias bolas e quase saindo gols…cuidado marcio fernandes vamos variar um pouco essas jogadas…..

  3. O Remo perdeu a partida no meio de campo, pois entre a defesa e o ataque havia uma distância muito grande e aí que o São José RS dominou o jogo, tendo Diguinho como maestro.

    O time do Remo sentiu muito a ausência do Yuri na saída de bola e na cobertura da zaga, certamente com Yuri não teria o espaço todo para o São José jogar. Também Packer fez muita falta, simplesmente ontem não existiu armação.

    Vançan e São Vinicius foram muito bem, o resto esteve abaixo do esperado.

    Certamente o jogo de ontem servirá de lição e aprendizado ao time. Vamos meu Leão Azul olhando sempre para frente como verdadeiros vencedores.

Comentários