Giovane
Giovane

Ativo no mercado da bola para a montagem do elenco da temporada de 2020, o Remo já tem uma lista de prioridades definida quanto a contratações de reforços.

Entre os jogadores que estão sob análise da cúpula do futebol remista, está o centroavante Giovane Gomes, que estava emprestado do Pelotas (RS) para o Avenida (RS).

Aos 24 anos e com 1,87m de altura, o paranaense Giovane Gomes da Silva entrou na relação de jogadores sondados pelo Leão. Neste ano, o jogador disputou 4 jogos da Série D pelo Avenida (RS), sem fazer gols, além de 23 partidas e 11 gols pelo Pelotas (RS), entre Campeonato Gaúcho e Copa FGF.

O gerente executivo de futebol do Remo, Carlos Kila, explicou que Giovane é apenas uma da opções e que o clube ainda nem chegou ao estágio de negociação com o atleta.

“O banco de dados do Remo é extenso e, naturalmente, consta o nome do Giovane Gomes, mas temos outras opções na frente dele”, garantiu.

O planejamento do Remo dentro do mercado do futebol visa a contratação de mais 8 jogadores, sendo um zagueiro, dois volantes, um meia (Robinho, ex-Operário-PR), dois atacantes de velocidade e dois centroavantes.

Essa lista seria correspondente a um “primeiro momento”, que consiste o período até o dia 09/12, que é quando deve começar a pré-temporada remista.

“Em um segundo momento, deveremos ir em busca de mais um zagueiro e também um goleiro. Pretendemos chegar a um elenco entre 28 e 30 jogadores, sendo, no mínimo, 5 ou 6 das categorias de base. Lógico que alguns dos atletas que virão, não poderão se apresentar logo, porque estão na Série B e precisarão de um período de férias, mas queremos ter o máximo deles aqui para já iniciar os trabalhos”, concluiu Kila.

O Remo vai estrear a temporada de 2020 no Campeonato Paraense, em jogo marcado para o dia 18/01, contra o Carajás, em local e horários a definir. Além do Estadual, o clube também jogará Copa do Brasil e Série C do Campeonato Brasileiro, além da Copa Verde, se a competição for confirmada.

O Liberal.com, 30/11/2019

17 COMENTÁRIOS

    • Eles apenas sondaram o cara, como estão fazendo com muitos outros jogadores. Provavelmente ele admitiu a sondagem pq esse atleta não deve ser a prioridade nas negociações

  1. Nossos dirigentes ainda não entenderam o tamanho da torcida que o clube tem e nem perceberam o carinho, a paixão dessa torcida. Nosso clube não é Laboratório. Não podemos pagar tão caro pra assistir Garotos promissores em uma competição tão importante como Copa do Brasil e C.Btasileiro. temos em.nossa base os mesmos com as mesmas qualidades. Então não faz sentido contratar garotos de fora. Vamos investir na experiência montar uma equipe forte competitiva de verdade sem discurso político. Vamos montar um time de Série B e colocar a torcida como se nela estivesse e já entrar no clima da mesma para 2021. Na Zaga já temos 3 jogadores de série B falta volantes, Meias e atacantes . O Wesley e um atacante de Série B, já temos o Borges e Igor, úmida Base e outro de fora . Contrata o Wallace e o centroavante do Cuiabá. O meia da Ponte Preta Renato Cajá e o Meia do Ceará Felipe Lima,,Trás o Polaco do Á.Creano e muitos outros que já mostraram que tem condições de encarar nossa torcida e não treme na hora

    • Tu sabe se o clube tem dinheiro para trazer o Renato cajá e pesquisa antes de falar ele renovou com o juventude antes de ir para a Ponte Preta e o polaco mesmo disse que quer jogar fora do Brasil

    • A base é tão “porreta” que levou porrada logo nas oitavas do sub 20. Perdeu por 2 x 1 no Baenão para o Braga e 3 x 0 no Diogão(isso pq o Bragantino tirou o pé)

    • Não viaja cara. O Remo não tem a menor condição de disputar com times dos campeonatos carioca, Paulista, mineiro, gaúcho… Os jogadores de destaque da série B e até da série C vão para esses centros atrás de visibilidade e um campeonato competitivo. Não vem pra cá correr o risco de sofrer lesão jogando na lama no interior do Estado, ficando meses parado

  2. meu amigo nao adianta especular se nao contratou porque o jogador foi pro outro lugar tem é que contratar jogador de qualidade que a torcida paga ok

    • Não contratou pq o Clube tem outras opções, e ele se quer é prioridade. A torcida não paga nada! Quer time de qualidade, mas fica reclamando de preço de ingresso. Fale por vc, não pela torcida

    • Ééééé… meus queridos… Lendo os comentários supracitados percebo que 2020 vai ser outro ano de luta sem êxito… Nem sei se vale a pena comentar aqui, porque até os documentos administrativos do Clube, imagino que falta tempo para se ler… Imagine os nossos comentários.
      Já que nos acostumaram assim, que assim seja!!!
      Enquanto isso a oposição segue atenta aos nosso planos e já nas contratações começam a nós combater.
      Como se não bastasse, lá nos gramados ainda vai aparecer o acórdão para ajudar a mucura.
      Eita lasqueira da desgraça.

  3. Confio em nosso presidente, em 1 ano de gestão, fez mais e melhor que muitas múmias que passaram e não deixaram saudades, somente dívidas.
    Não passamos para 2 fase pq não pontuamos adequadamente quando estávamos na liderança. Mas o presidente não chuta bola, apenas administra e torce pelo sucesso como todos nós. Parabéns Fábio Bentes por trazer a esperança de dias melhores para o nosso clube, pelo menos hj temos prestígio de escolhermos quem vai vir. E tenho certeza que saberão montar um elenco coeso para o acesso, pois o técnico é bom e joga pra frente. Faço a minha parte, torço e pago meu sócio torcedor!

  4. Todo ano á mesma novela. Seus dirigente aprendem. Facam uma Peneira com jogados da 2* divisao do paraense como jogadores aqui do norte (Polaco). E contratam só 5 experientes rodados.

  5. Ta mais que na hora do Clube do Remo pensar num projeto de longo prazo. Contratar uma diretoria profissional e arrumar as contas da casa. Ir atrás de patrocínio que participe da gestão do clube (as mineradoras já acenaram que querem investir mas querem compliance das finanças). Flamengo está dando aula aos grande do Brasil. Era o clube mais endividado do Brasil. Hoje, é o mais rico. Mas isso aconteceu em quase uma década de projeto. Remo tem que investir na base e ajustar suas contas. Retirar gestão política e pensar num clube-empresa. A torcida merece. Estamos muito atrás do nordeste neste sentido.

Comentários