Remo 1x0 Tapajós (Tiago Félix e Geovane)
Remo 1x0 Tapajós (Tiago Félix e Geovane)

Geovane tem motivos para comemorar nesta semana. Depois de ficar de fora da primeira partida do Remo no Campeonato Paraense, contra o São Raimundo, o lateral-direito estreou marcando gol com a camisa do novo clube, no último domingo (03/02), diante do Tapajós.

Geovane conseguiu aproveitar bem a oportunidade dada pelo técnico Netão após a lesão de Djalma, titular contra a Pantera santarena e que desfalcou o Leão por causa de dores nas costas.

“Em meio a tantos talentos, é realmente difícil se destacar e conquistar seu espaço, mas com determinação vou fazendo aquilo que amo, que é jogar futebol, e aos poucos vou me encaixando. Estou bem feliz com a oportunidade recebida e o gol feito, com certeza, é uma grande satisfação, logo na estreia, poder contribuir com a vitória e dar essa alegria ao Fenômeno Azul”, comentou.

Natural de Jadaíra (RN), o jovem de 23 anos iniciou a carreira em 2013 no Globo (RN) e ajudou a levar a equipe para a Série C de 2018, ano em que acabou se tornando um dos destaques da competição.

“O Globo (RN) foi uma escola para mim, fui feliz no clube e fiz boas partidas. Aprendi muito e, muito do que sei, devo ao Globo (RN). Hoje, aqui no Remo, coloco em prática os ensinamentos da adolescência e claro, com as adaptações no estilo do Leão”, explicou o lateral-direito.

A atuação contra o Tapajós agradou o técnico azulino e Geovane deve permanecer entre os titulares neste sábado (09/02), em meio a um time bastante mesclado. No coletivo realizado na tarde de quarta-feira (06/02), no Baenão, Netão fez 9 modificações na equipe, mas manteve o potiguar na lateral-direita.

“Quero continuar mostrando meu trabalho, crescer e ajudar meu time. Sempre que for escalado, darei o meu melhor. Torço para que as oportunidades apareçam”, concluiu.

O próximo desafio do Clube do Remo é diante do Independente Tucuruí, neste sábado (09/02), no estádio Navegantão, às 17h. O confronto é válido pela 3ª rodada do Parazão.

Globo Esporte.com, 07/02/2019

1 COMENTÁRIO

  1. Geovane conhece, quando ele diz que está no meio de muitos talentos é porque conhece aqueles que se dedicam e desenvolvem um bom futebol, não resta dúvida que ele é um craque, quem faz gol de longa distância com chute forte tem talento. O independente deve jogar muito fechado tentando o contra ataque, o Leão deve jogar no toque de bola variando ataques pelas pontas e pelo meio. Caso o Charles Guerreiro, técnico do Independente adote o toque de bola o Leão vai no contra ataque.

Comentários