Douglas Packer

Neste domingo (14/04), no estádio Mangueirão, a bola irá rolar para a realização da primeira partida válida da grande decisão do Campeonato Paraense 2019, entre Clube do Remo e Independente.

Pelo lado azulino, favorito para o confronto devido à sua tradição no histórico da competição, o duelo será de afirmações, como destacaram os próprios jogadores ao longo da última semana.

Apesar de concretizar o objetivo inicial, que foi chegar às finais, algo que aproxima o clube de conquistar o bicampeonato estadual, o feito foi conquistado mais na base da superação do que propriamente pela competência.

Na fase de grupos, após um período sem vitórias, os azulinos contaram com inúmeros tropeços dos concorrentes pela classificação à fase seguinte e, dessa maneira, confirmando uma vaga ao mata-mata quase que garantida, haja vista as apresentações irregulares, mesmo com os resultados positivos em campo.

Prova disso foi a exibição frente ao Bragantino, quando contou com defesas milagrosas de Vinícius para o avanço de etapa.

O desempenho diante do Tubarão ainda não foi digerido pelos profissionais do elenco. O meia Douglas Packer se posicionou sobre o assunto.

“Sabemos que deixamos a desejar na partida contra o Bragantino. Não foi nossa melhor partida, principalmente no segundo tempo, mas agora vamos procurar fazer um jogo perfeito. Fazer um jogo que ainda não fizemos em todo o campeonato para vencer bem e garantir um resultado favorável”, disse.

A partida impecável, como planeja o camisa 10, poderá permitir ao Leão criar uma vantagem que tem sido essencial até o momento no certame, pois tanto a classificação azulina como a do Galo Elétrico, foram garantidas justamente pelo desfecho dos primeiros 90 minutos.

Por isso, Packer sabe da importância da equipe se impor de antemão, mesmo com uma partida a mais a se fazer para a definição do vencedor do Parazão.

“Às vezes, o primeiro jogo acaba influenciando muito no segundo. Então precisamos ter essa sabedoria de encarar esse jogo para fazer tudo o que a gente não fez ainda dentro de campo”, disse.

“É uma equipe (Independente) que chega, sem dúvidas, com os seus méritos. Vai ser um jogo difícil, mas acreditamos no que construímos”, argumentou o jogador.

Diário do Pará, 13/04/2019

1 COMENTÁRIO

  1. Muito bem feito o comentário do Diário do Pará, todo cuidado é pouco, realmente um vacilo no primeiro duelos pode não ter recuperação no segundo. Deve ser um duelo muito estudado o Leão deve ir no toque de bola e o Independente deve ir no contra-ataque ou pelas ponta tentando o Jogo aéreo. Como já comentei que no Planeta Terra o banco de apostas deve ser 60% Leão e 40% Independente.

Comentários