Ney da Matta
Ney da Matta

Azulinos sabem que reverter o placar diante do Manaus-AM será tarefa árdua

Para a temporada 2018, o Departamento de Futebol do Clube do Remo estabeleceu algumas regras importantes, dentro e fora de campo. Externamente, a comissão de diretores vem cumprindo com o planejado, sobretudo com a parte financeira, pois os vencimentos do plantel de jogadores e comissão técnica, assim como de funcionários do Baenão, estão rigorosamente em dia.

Por outro lado, nos gramados, a direção pode sentir o primeiro baque nessa gestão. Na partida desta quarta-feira (14/02), em Belém, a equipe azulina entrará em campo eliminada contra o Manaus (AM), pela partida de volta da 1ª fase da Copa Verde, precisando reverter a vantagem de 2 gols tomados na ida.

Porém, o treinador Ney da Matta afirmou que o esforço dos cartolas para a evolução do futebol azulino será visto ao longo dos 90 minutos no Mangueirão. O comandante, inclusive, terá a sua primeira prova de fogo à frente do Leão. De acordo com o próprio Ney, o time irá se preparar para reverter o placar.

“Aqui no Remo encontrei um meio de trabalho muito bom. Eu e todos os jogadores não temos do que reclamar. A diretoria prometeu uma coisa e está cumprindo. Nossa obrigação agora é fazer nossa parte. Teremos um jogo muito difícil contra o Manaus (AM), que é uma equipe de respeito. O torcedor pode confiar no trabalho, porque vamos fazer o jogo de nossas vidas dentro do Mangueirão”, prometeu o técnico.

O atacante Elielton, que retornou ao time titular diante do Atlético (ES), na semana passada e, conforme o coletivo realizado na manhã desta segunda-feira (12/02), se manteve na onzena principal, o grupo está focado em realizar uma boa partida.

“Temos que reverter um placar um pouco adverso. Precisamos a todo o momento buscar gols, para que possamos dar sequência na Copa Verde, que é importante para a gente, principalmente para o clube, pelo planejamento, e para cada um de nós individualmente”, disse o atacante.

A exemplo do clássico Re-Pa, em que a equipe garantiu os 3 pontos e a liderança no seu grupo do Parazão depois de uma virada imponente, os atletas do Clube do Remo afirmam que o grupo tem qualidade para reverter qualquer placar. Para o volante Fernandes, apesar da desvantagem, o time tem ímpeto.

“É um jogo difícil, eles têm a vantagem, mas temos um elenco qualificado com a torcida do nosso lado e isso nos dá um poder de reação e força muito grandes. Infelizmente, estamos atrás do placar e temos que fazer por onde. É difícil, mas não é impossível. Temos que aliar tudo para surpreendemos o adversário e não sermos surpreendidos”, frisou o jogador.

Diário do Pará, 13/02/2018

4 COMENTÁRIOS

  1. Vamos lá tou confiante vamos da a vida dentro de campo a diretoria tá honrando sua palavra agora chegou a vez de vcs mostrar pra oque veio, caso não consiga vai ser um prejuízo nos cofres do clube. Vai leão

  2. Não gostei da parte que se diz que o Remo já entra eliminado, ninguém tem bola de cristal pra saber ” o jogo é jogado e o lambari é pescado ” só vamos saber depois dos 90 minutos

Comentários