João Nasser Neto, o Netão
João Nasser Neto, o Netão

O técnico do Remo, João Nasser Neto, o Netão, falou pela primeira vez desde que a nova gestão do Remo assumiu. O comandante lembrou a amizade com o novo presidente e com os demais membros da diretoria, mas destacou que o profissionalismo está acima de tudo.

“Já tive contatos com todos, até porque, como sempre estive no Remo, tenho vínculo de amizade com as pessoas. Só que sabemos que, quando começa o ambiente competitivo, isso acaba e vamos trabalhar para fazer um Clube do Remo mais forte”, declarou.

Prestes a estrear na montagem de um elenco ocupando o cargo de técnico, Netão, que foi treinador da base e depois auxiliar técnico do profissional, frisou que vai ter muito cuidado nas escolhas para a montagem do elenco.

“Mudou o contexto e é uma situação nova para mim. É ter bastante cuidado nesse início nas escolhas, porque elas são fundamentais. Vamos conversar muito para ficar bem integrado nas ideias e montar um grupo forte. Me preparei durante muito tempo para atender ao Remo em diversas situações e hoje estou em uma função mais importante perto da outras que passei. Sinto-me preparado para iniciar o projeto e fazer com que os resultados venham para o nosso lado para que possamos construir um Remo competitivo do início ao fim e conseguir nossos objetivos”, afirmou.

Apesar disso, Netão não descartou voltar para a função de auxiliar-técnico.

“Vou me preparar para não ter acidentes. Conversei com o Fábio (Bentes, presidente) que, quando estou trabalhando, procuro sempre analisar bem o ambiente. Na função de treinador, tenho que manipular o resultado, ou seja, trazer o resultado para mim. Então, vamos buscar de todas as formas nos mantermos até o final. Sabemos que é difícil, porque têm momentos críticos, mas estou preparado para sair e voltar à função de auxiliar. Deixei isso claro”, destacou.

O Liberal, 15/11/2018

5 COMENTÁRIOS

  1. Ei Netão comecou arrega se você está um pouco inseguro avise a diretoria não podemos errar em 2019 por favor.

  2. Pelo que vi e acompanhei em 2017 posso afirmar que Netão vai conseguir bons resultados com a equipe que está sendo montada. O Leão tem um dos grandes Goleiros do Brasil que escreveu seu nome definitivamente como um Grande Leonino ao aceitar um contrato de dois anos nas bases infinitamente vantajosas para o Leão. Eu disse uma vez e volto a repetir quando ele entra em campo com a camisa do Leão parece voar ele defende bolas que Goleiros com 2,05 m de altura muitas vezes não conseguem. Eu não tenho duvida que Netão Já tem em mente excelentes atletas que formarão um grande Time com salários dentro do que o leão quer. Acredito que o Problema fica com o Luciano Mancha encontrar um centroavante, que faça Gols como os grandes atacantes do Leão no passado. Este é o Problema: quem será este centroavante? quem patrocinará este Jogador? será que teremos 7.000 sócios adimplentes para isto? para terem uma idéia do grande Time do Leão em 2017 eu posso afirmar que qualquer técnico da Seleção Brasileira não se arrependeria de convocar o Vinícius, apenas não sei se ele seria um gigante com a camisa da seleção como é com a camisa do maior do Norte, também não adianta muito ter um grande goleiro sem um bom centroavante.

  3. Discordo Sival. Acho que o Netão tem o perfil do Remo que queremos para 2019. Achei que ele foi humilde em dizer que tá preparado pra assumir o Clube e ao mesmo tempo para ser auxiliar, se caso não dê certo como técnico. Mas acredito no trabalho do Netão; já mostrou que tem competência quando assumiu o Remo na série C com um monte de jogadores abaixo da média e evitou o rebaixamento.

  4. Gostaria de corrigir as datas do meu comentário acima da seguinte maneira: Pelo que vi e acompanhei em 2018, o Leão terá um grande Time em 2019, com Netão no comando.Como já temos um Paredão no Gol apenas precisamos encontrar um bom centroavante dentro do orçamento do Leão que é mais um problema para Luciano Mancha.

Comments are closed.