Isac e Givanildo Oliveira
Isac e Givanildo Oliveira

Na derrota para o Confiança (SE), o Remo foi da esperança renascida ao desespero reinstalado. O time voltou a ser visto como incapaz de cumprir a missão do acesso, sofrendo pressão só comparável àquela que derrubou Ney da Matta no Campeonato Paraense, depois da derrota para o Bragantino, em Bragança, e empate com o Cametá, em Belém.

Agora, no segundo momento crítico do Leão na temporada, pelo menos o técnico Givanildo Oliveira ainda tem crédito. O clube só admite a hipótese de mudança no comando em caso de fracasso no sábado (26/05), diante do ABC (RN), no Rio Grande do Norte.

O grupo já está sofrendo mudanças, com chegada e saída de jogadores. Como o time vai reagir à pressão? Independente das limitações técnicas, o perfil do time é de aguerrimento. Fica a expectativa de que o Remo seja valente e a esperança de que seja organizado em Natal (RN).

A grande dúvida está na competência emocional. Diante do Confiança (SE), o time se desconcentrou e se perdeu em campo ao tomar o primeiro gol, abrindo a porteira para mais dois. Vejamos nos treinos durante a semana quais mudanças Givanildo Oliveira irá fazer, com as opções de Nininho, Dedeco, Rafael Bastos, Eliandro…

Vinícius e Esquerdinha

O goleiro Vinícius fará sábado o seu 23º jogo em 24 disputados pelo Remo na temporada. Ele só ficou fora do jogo de Bragança, quando foi poupado. Esquerdinha é o segundo mais acionado no Leão, com 21 jogos. Ficou fora contra Bragantino e Confiança (SE), mas pode ficar fora também do jogo de Natal (RN), por contusão.

Ruan e Marcondes

Ruan, 24 anos, ex-Paysandu, chega até sábado (26/05) para o Leão. Givanildo Oliveira já queria o jogador desde a confirmação da saída de Felipe Marques. No entanto, o atacante demorou muito a se decidir, pois ainda tinha esperança de ser contratado por um clube da Série B. Seu último time foi o CRB (AL), estando sem jogar desde o final do Campeonato Alagoano.

A vinda do zagueiro Marcondes, do Londrina (PR), ainda está dependendo dos últimos acertos na negociação.

Coluna de Carlos Ferreira, O Liberal, 23/05/2018

8 COMENTÁRIOS

  1. Se esse Givanildo, velho teimoso leva essa porcaria de isac, e escalar ele e porque que vê o Remo no fundo do posso.

  2. Só querem contratar jogador quando o time Ta no fundo do poço, tenham mais respeito pelo tercedores e pelo time do remo diretoria Ta na hora de vcs fazerem o trabalho serto o remo e um time que precisa de pessoas competente pra adiministra esse time to indiguinado comessa situação.

  3. Tem que colocar o nininho e o dedeco pra estreiar e o eliandro o remo ta lascado msm nao custa nada tentar

  4. O Clube do Remo é time grande e tem uma torcida muito maior do que o rival, é a maior do norte, tinha que ter uma diretoria no mínimo responsável, ou tivesse vergonha na cara para montar um time que seja capaz de subir de série.

  5. ABC meteu 4×1 no SANTA CRUZ, ontem, (copa do nordeste) em pleno Arruda…. essas pereba do remo vao ter que se vestir de macho se quiserem arrancar pelo menos o empate la no Frasqueirão !!!

  6. Se o ataque fizer gols a defesa não sofre.
    Contra o Botafogo fez o Remo ganhou.
    Contra o Confiança não fez o Remo perdeu.

  7. Com Isac em campo e um jogador a menos q o remo tem contra seus adversários o Givanildo com esse d jogador quer colocar o time na série D

Comments are closed.