Marcelo, Gustavo, Ruan, Everton, Elielton e Moisés
Marcelo, Gustavo, Ruan, Everton, Elielton e Moisés

Na manhã deste domingo (17/06), o Clube do Remo realizará a sua última movimentação antes da partida desta segunda-feira (18/06), frente ao Atlético (AC), iniciando o “returno” da Série C.

Na “lanterna” da sua chave, com apenas 7 pontos conquistados, a comissão técnica não poupou esforços ao longo da semana para equilibrar as virtudes e superar limitações do plantel, na tentativa de engrenar na competição. Inclusive, o técnico Artur Oliveira não escondeu a dúvida quanto à escalação para a partida, já que algumas opções deram boas respostas nos treinos.

Mudanças, aliás, vão marcar a “estreia” do Leão no “returno” pois, em comparação com a participação remista na primeira partida da Série C, a formação titular teve alterações em quase todos os setores.

Na realidade, somente a meta azulina, ocupada por Vinícius, se manteve intacta. De resto, todos os setores em campo passaram por repaginação, além do esquema tático, algo fundamental em termos de padronização e organização de jogo remista.

As alterações ao longo de 10 rodadas da Série C apenas reafirmam a oscilação que a equipe apresentou ao longo da competição, bem como a baixa qualidade técnica e produtiva no decorrer das rodadas. Todavia, a falta de opções interessantes no plantel, ajudou no rodízio: somente no setor ofensivo, 6 jogadores atuaram na zona, mas sem ninguém ter correspondido à altura.

As modificações, contudo, não se restringiram apenas às 4 linhas. O comando técnico remista conta hoje com Artur Oliveira, que assumiu a equipe na vaga de Givanildo Oliveira. Além disso, ocorreu troca também entre os cartolas. Ari Barros, atual gerente de futebol, substituiu Zé Renato, ex-executivo de futebol do clube, demitido após algumas lambanças internas.

Para a partida contra o adversário acriano, o Remo contará apenas com Vinícius, Mímica, Esquerdinha e, talvez, Elielton, dos remanescentes.

“Cada mudança tem um motivo por trás. Temos ainda 9 batalhas pela frente, jogos duríssimos, com equipes qualificadas, mas acredito no potencial dos meus jogadores. A resposta em campo é muito gratificante e não consigo visualizar nada que não seja um futuro muito positivo para nós”, destacou Artur.

Defesa

A defesa azulina foi um dos setores que mais passou por mudanças ao longo das rodadas: somente em 5 delas ocorreu repetição, contudo, mais motivadas por necessidade do que propriamente por entrosamento. A prova disso é que Mimica, único titular incontestável, fez dupla com todos os companheiros de posição no elenco: Bruno Maia, Martony e Moisés.

Laterais

Unanimidade pelo lado esquerdo, Esquerdinha, assim como no primeiro turno, irá iniciar como titular. Já na ala direita, a situação não é a mesma. Com 3 postulantes revezando na lateral, Levy, Gustavo e Nininho, a posição ganhou mais um concorrente com a chegada de Bruno Limão.

Meio-campo

Assim como a zaga, a ozona central remista até hoje não demostrou encaixe. Alternando tanto na cabeça de área como na criação, nenhum dos jogadores que iniciaram a caminhada na Série C pelo Remo irão jogar neste começo de “returno”.

Ataque

O setor que mais desagradou no primeiro turno. Com diversas mudanças, 7 no total, nenhum atacante caiu no gosto da torcida. Contra o Atlético (AC), é provável que um dos titulares do time na estreia da Série C (Elielton) esteja entre os titulares, depois de um tempo até fora das relações dos jogos anteriores.

Diário do Pará, 17/06/2018

3 COMENTÁRIOS

  1. Arthur pense bem nestas mudanças que você está fazendo e gean drogas na cabeça da área depois de ter vacaria está de brincadeira

  2. Relaciona o Vacaria nem que seja para o banco, o cara é experiente, sabe como conduzir o time no meio de campo. Não entendo essa Diretoria do Remo, se esforçou pra trazer o Vacaria, o rapaz deu prioridade ao Remo e agora não é nem relacionado para o banco. Se o Arthur perder ou empatar a partida de hoje, Detona com ele e deixa o Netão tentar pelo menos livrar o time da Série D.

  3. porra coloca o cacaio como técnico não da mais pra suportar essa simcopetencia antes que seja tarde

Comments are closed.