Moisés, Esquerdinha e Levy
Moisés, Esquerdinha e Levy

Em 13 jogos disputados na atual edição da Série C do Brasileirão, o Clube do Remo saiu vencedor em apenas 3 partidas. De resto, foram 2 empates e 8 derrotas na bagagem. Baseado nos números, de fato, a campanha azulina não tem nenhum motivo para ser celebrada. Contudo, um detalhe é ressaltado pelos jogadores: a primeira e única vitória azulina como visitante na competição.

Ainda pela 5ª rodada, o Remo foi a João Pessoa (PB) para enfrentar justamente o seu adversário do próximo sábado (14/07), o Botafogo (PB). Na ocasião, o Leão fez o que muitos consideram até hoje a sua melhor apresentação na Série C, pelo poder de reação em virar a partida e controlar as inciativas. Em especial, pelo comportamento coletivo, aplicando um placar de 3 a 1 ao final. O jogo fez com que o Remo se aproximasse pela última vez do G4, empatado com o próprio time paraibano, na ocasião.

Com a virada de turno, o cenário entre as duas equipes é distinto. Enquanto o Leão se encontra estacionado na “lanterna” do grupo, o Botafogo (PB) continua tentando beliscar uma vaga no grupo dos classificados ao mata-mata do acesso, estando na 5ª colocação. Mesmo com a distância, os azulinos acreditam que podem repetir a dose, dessa vez, no Mangueirão, para por fim na inconstância do time na tabela.

“Cada jogo é um jogo, a verdade é essa, mas já vencemos eles e dentro da casa deles. Eles conhecem a nossa qualidade. Respeito o time deles, mas aqui vamos fazer de tudo para repetir o bom resultado e subir na tabela, que é a nossa obrigação”, salientou o lateral-esquerdo Esquerdinha.

A vitória, contudo, ainda não vai colocar o Leão na briga pelo G4. No entanto, resgataria a moral do grupo para tentar escapar da lanterna e, posteriormente, da zona da degola, algo que deve ser o único foco do clube nesse momento, embora os jogadores, ao lado comissão técnica, mirem, também, no acesso.

Para o zagueiro Mimica, que esteve entre os titulares no último confronto entre as equipes e que foi o autor do gol de empate, que abriu caminho para a vitória de virada, independente de quem for o adversário, a motivação pelos 3 pontos tem que ser a mesma.

“Nosso time tem que jogar sempre com o objetivo de vencer. Seja aqui ou lá fora, o importante é somar pontos. É trabalhar que uma hora as coisas vão dar certo para nós. Boas partidas estamos fazendo, precisamos apenas de pouco mais de sorte para saírmos vitoriosos”, destacou o zagueiro.

Apesar das ausências de Geandro e Vacaria como opções do Remo para a partida de sábado (14/07), frente ao Botafogo (PB), já que ambos irão cumprir suspensão pelo cartão vermelho, o treinador João Nasser Neto deverá contar com retornos importantes. O meia Everton e o atacante Ruan, que se recuperavam de lesão, iniciaram o trabalho de transição nesta terça-feira (10/07).

Como a recuperação dos atletas ocorreu da forma esperada, a expectativa é que os jogadores possam fazer parte dos treinamentos mais intensos de agora em diante. De acordo com o preparador físico do time azulino, Robson Melo, pela resposta que foi dada, os jogadores estão a disposição da comissão técnica para a partida.

“Os jogadores mostraram evolução e aptidão. Sem dúvida, estarão conosco para o jogo. Quanto à utilização, cabe ao nosso Netão decidir, mas posso dizer que estão prontos fisicamente”, informou.

Diário do Pará, 11/07/2018

4 COMENTÁRIOS

  1. ruin como ele é , ainda fala em vitória…….brincadeira, o cara não acerta um cruzamento, e uma avenida. ta de sacanagem, se depender dele ja caiu há muito tempo.

  2. Fazer de tudo pra escapar do fim do mundo que seria o rebaixamento pra serie d. Vamos orar e trabalhar pra que isso não aconteça. A valorosa torcida do Remo não mereceria um castigo desses.

Comentários