Yuri chegou para o Remo sem badalação

05/12/2017
Yuri

Fruto do Atlético (MG), 21 anos, lateral-direito e volante, Yuri chegou nesta segunda-feira (04/12) para o Leão sem que sua contratação virasse notícia. Apesar de tão jovem, o atleta já tem experiência internacional. No Brasil, só jogou em Minas Gerais. Entusiasmado com a vinda para o Remo, o garoto vai disputar posição com Levy na lateral-direita.

Também de Belo Horizonte (MG) podem chegar o atacante uruguaio Gonzalo Latorre e o meia ofensivo Andrey, que foi destaque no Tupi (MG), na Série C, jogando ao lado de Leandro Brasília, que já foi contratado pelo Leão. Andrey é fruto do Cruzeiro (MG), enquanto Latorre foi contratado junto com Arrascaeta, como uma grande promessa, mas ainda não vingou no clube mineiro.

Entre os clubes tudo acertado, com o Remo pagando apenas 24% do salário de Latorre e um valor bem menor para Andrey, mas o uruguaio ainda resiste à ideia de vir jogar no Pará. Latorre fez gol pela seleção uruguaia contra o Brasil no último Sul-Americano Sub-20. É um jogador de muita força física, que joga pelos lados e pelo centro. Ney da Matta quer tê-lo no comando do ataque, desde que resolva vir.

Dos volantes que o Remo contratou, Geandro joga também de lateral-direito, Fernandes de lateral-esquerdo e Leandro Brasília de meia. Só Felipe Recife é exclusivo da posição, do tipo “pitbull”. Remanescente do elenco deste ano, Dudu é um volante que chega muito ao ataque, como tanto quer o técnico Ney da Matta.

No negócio que fez com o Remo, a Extrafarma vai ter 2 ou 3 parceiros comerciais na exploração da área do Carrossel. O Remo não confirma, mas o martelo já foi batido. O clube terá R$ 100 mil por mês em um comodato de 10 anos. A parceria pode ser expandida para patrocínio nas camisas do Leão.

Outra parceria fechada pelo Remo é com a Lion Fitness, que vai equipar a futura academia de musculação no Baenão. O espaço foi reservado ainda pelo saudoso Fernando Oliveira. O antigo gerente remista era um entusiasta do projeto da academia. Um sonho que Fernando não conseguiu realizar, mas deixou funcionando no local o tanque de crioterapia. Seria muito justo a academia ter o nome de Fernando Oliveira, falecido há 2 meses.

Coluna de Carlos Ferreira, O Liberal, 05/12/2017

2 Comments

  1. Orlando Torres

    5 de dezembro de 2017 at 20:08

    Ramos juntos meu leão que venha 2018 juntos com o fenômeno azul vamos transbordar o mangueirão de torcedores pra cima meu LEÃOOOOOOOOOOO

  2. JOAO AUGUSTO BARROS

    5 de dezembro de 2017 at 22:03

    Nunca ouvi falar deste jogador.

Deixe uma resposta